slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA PowerPoint Presentation
Download Presentation
UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 55

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA - PowerPoint PPT Presentation


  • 65 Views
  • Uploaded on

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA. AULA 12 Aura e irradiação. 2. Da mesma forma que absorvemos os fluidos , nós os irradiamos . 3. Há uma psicosfera fluídica envolvendo e acompanhando o Espírito em todos os seus movimentos. Aura. 5. A aura também é chamada de

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

UNIDADE 2

AÇÃO

FLUÍDICA

AULA 12

Aura e irradiação

slide4
Há uma psicosfera
  • fluídica envolvendo
  • e acompanhando o
  • Espírito em todos os
  • seus movimentos
slide6
A aura também é chamada de
  • atmosferaindividual (Kardec),
  • hálitomental (André Luiz)
slide7
“Com os seus pensamentose sentimentos, o Espíritoinflui sobre os fluidosdo seu perispírito.”Therezinha Oliveira
  • 7
slide8
No desencarnado
  • a aura resulta de
  • suas emanações
  • perispirituais
slide9
No encarnado a aura
  • resulta das emanações
  • perispirituais e das
  • suas células físicas
slide11

“Sua tonalidade, forma, luminosidade e sensaçõesque causa, guarda relaçãocom a situaçãofísica ou espiritual de quem a produz.”Therezinha Oliveira

  • 11
slide12

Os videntes (mediunidade)

  • e clarividentes (animismo)
  • podem examinar a aura.
  • 12
slide13
A observação da aura retrata o momento, vindo a modificar-se
  • em cor, aspecto e amplitude, conforme: o grau evolutivo do Espírito, doenças, emoções,
  • transe e percepções
slide14

Kirliangrafia

  • Processo de fotografias feitas
  • em campos de alta frequência, descoberto e desenvolvido pelo casal Kirlian, em Alma-Ata, Rússia
  • 14
slide15

“Cada pessoa está sempreirradiando o que realmente ée impregnando com seu fluidoas coisas, o ambiente, einfluindo sobre quem lhe aceitea tonalidade energética.”Therezinha Oliveira

  • 15
slide16
As auras, de
  • acordo com as
  • suas características,
  • se harmonizam
  • ou se repelem
slide18
Pessoas mais sensíveis
  • percebem quando os
  • fluidos são bons ou não
slide19
Pessoas mais sensíveis
  • podem captar intenções
  • e sentimentos
slide20
Há pessoas sensíveis que
  • não se sentem bem em
  • determinados ambientes
slide21
Em transemediúnico
  • esta percepção fica
  • maisevidente, por causa
  • da expansão do perispírito
slide22

Bons fluidos

  • Suave
  • Leve
  • Agradável
  • Paz
  • Calmo
  • Bem-estar geral
  • Harmonia
  • 22
slide23

Maus fluidos

  • Violento
  • Pesado
  • Desarmonia
  • Ansiedade
  • Mal-estar geral
  • Desagradável
  • Nervosismo
  • 23
slide24

Importante

  • Algumas vezes, o mal estar
  • pode ser provocado pela
  • desarmonia da própria
  • pessoa e não por
  • perturbação espiritual
  • 24
slide27

“Para repelir fluidos maus: firmar o pensamento no beme irradiar bons fluidos.”Therezinha Oliveira

  • 27
slide28

Reunião de desobsessão

  • “Haverá casos em que, embora
  • os fluidos sejam maus, o médium precisa servir de intermediário ao Espírito, para que seja socorrido, esclarecido.”Therezinha de Oliveira
  • 28
slide29

Reunião de desobsessão

  • “(...) embora sentindo-lhe a atmosfera fluídica difícil, procurará manter seu próprio equilíbrio espiritual e envolver o comunicante em vibração fraterna, mas firme.”Therezinha de Oliveira
  • 29
slide30

Podemos irradiar

  • fluidos a distância
  • 30
slide32
Somente damos
  • aquilo que possuímos
slide33

Para uma boa irradiação

  • Alimentos leves
  • Manter o equilíbrio emocional
  • Ausência de vícios físicos
  • Evitar conversas fúteis
  • Ausência de vícios morais
  • 33
slide35
Concentração
  • e oração
slide36
Foco no objetivo de
  • sua irradiação
slide37
Irradiar o que
  • deseja transmitir
slide38
Irradiação em grupo
  • necessita que todos,
  • ao mesmo tempo, direcionem-se para
  • o mesmo fim
slide39

Lembre-se

  • Deus sabe do
  • que precisamos
  • 39
slide41

AS 5 FASES

  • DO TRANSE
  • MEDIÚNICO DE
  • EDGARD ARMOND
slide42

Percepção de Fluidos

  • Aproximação
  • Contato
  • Envolvimento
  • Manifestação
slide43

1ª FASE

  • PERCEPÇÃO
  • DE FLUIDOS
slide44

“Estimular a capacidade de

  • ‘sentirfluidos’, permitindo
  • ao médium determinar, no
  • próprio organismo, os pontos
  • de sensibilidade”.
  • Therezinha Oliveira
slide45

“Fora do centro também é possível sentir fluidos, porque vivemos rodeados de Espíritos e a sensibilidade não está restrita

  • à casa espírita.”Therezinha Oliveira
slide46

COMO

  • OCORRE
slide48

Os instrutores espirituais

  • estudam o médium
  • e identificam seus
  • pontossensíveis
slide49

Os instrutores espirituais

  • projetam sobre o médium
  • jatosdefluidos
slide51

Quem se mediunizar deve interromper o exercício,

  • desconcentrando-se,
  • abrindo os olhos
  • e voltando a atenção
  • para o ambiente físico
slide52

O QUE

  • O MÉDIUM
  • PODE SENTIR?
slide53

Taquicardia

  • Arrepio
  • Frio/Calor
  • Falta de ar
  • Tremor
  • Mãos transpirando
  • Pálpebras pesadas
  • Emoções
  • Bocejos
  • Sono
  • Formigamento nas mãos, braços ou pernas
slide54

PREPARANDO-SE

  • PARA O EXERCÍCIO
slide55

BIBLIOGRAFIA

  • Luiz, André: Missionários da Luz. Psicografia de Chico Xavier.
  • Oliveira, Therezinha: Mediunidade. 13.ed.Campinas, SP: Allan Kardec, 2006.
  • Nilson, Teddy e Oliveira, Therezinha: Orientação Mediúnica. Campinas, SP: Centro Espírita “Allan Kardec” - Dep. Editorial, 2001.
  • CRÉDITOS
  • Pesquisa e Elaboração: Aníbal Jorge Oliveira Albuquerque
  • Direção de Arte: Weyne Vasconcelos
  • Revisão: José Roberto Alves de Albuquerque
  • Colaboradores: Antônio Alfredo de Sousa Monteiro, Lisboa, Regina Célia Mesquita Gondim, Sônia Ponte
  • 55