farmacoeconomia em bronquiectasias impacto do tratamento em centros especializados n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Farmacoeconomia em Bronquiectasias – Impacto do tratamento em centros especializados PowerPoint Presentation
Download Presentation
Farmacoeconomia em Bronquiectasias – Impacto do tratamento em centros especializados

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 22

Farmacoeconomia em Bronquiectasias – Impacto do tratamento em centros especializados - PowerPoint PPT Presentation


  • 103 Views
  • Uploaded on

Farmacoeconomia em Bronquiectasias – Impacto do tratamento em centros especializados. Oliver Nascimento Centro de Reabilitação Pulmonar Disciplina de Pneumologia Unifesp /AACD. Bronquiectasias.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Farmacoeconomia em Bronquiectasias – Impacto do tratamento em centros especializados' - tania


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
farmacoeconomia em bronquiectasias impacto do tratamento em centros especializados

FarmacoeconomiaemBronquiectasias – Impacto do tratamentoemcentrosespecializados

Oliver Nascimento

Centro de ReabilitaçãoPulmonar

Disciplina de Pneumologia

Unifesp/AACD

bronquiectasias
Bronquiectasias
  • Na práticaclínica a maioria dos pacientes com bronquiectasias é manejada de forma empírica
  • Nãoháensaiosclínicosvoltadosparapacientes com BQTS
  • Faltamevidênciasfarmacoeconômicasadequadas
bronquiectasias import ncia dos centros especializados
BronquiectasiasImportância dos CentrosEspecializados
  • Necessita tratamento multiprofissional
    • Pneumologistas/Pediatras
    • Fisioterapeutas
    • Nutricionista
    • Enfermeiros
    • Assistente social
    • Psicólogos
    • Cirurgião torácico

Otimizar o tratamento ambulatorial

  • Reduzir:
  • Exacerbações
  • Internações
  • Utilização de recursos
  • Impacto da doença

Custos adequados

fatores associados a maior impacto econ mico em qualquer doen a
Fatoresassociados a maiorimpactoeconômicoemqualquerdoença
  • Maiorprevalência
  • Presença de comorbidades
  • Evolução natural da doença (cronicidade)
  • Custo do tratamento basal
  • Frequência e tratamento das agudizações (hospitalizações, infecções, emergência)
  • Usoincorreto dos recursos
preval ncia de bronquiectasias estados unidos
Prevalência de bronquiectasiasEstadosUnidos

Média 25/100.000 habitantes

50.000 pacientes no Brasil

WeyckerD. ClinPulm Med 2005; 12:205–209

slide6

Exacerbação

Antibióticos adequados

Aumento custos indiretos

Hospitalização

Custos diretos e indiretos

impacto econ mico
Impactoeconômico
  • Fibrosecística x Nãofibrocística
  • Tratamentosdiferentes
  • Evidênciasdiferentes
  • Certasterapias da FC nãopodemserextrapoladaspara BQTS nãofibrocísticaporfalta de evidências: Alfa Dornase, Tobramicinainalatória
custos com pacientes com fibrose c stica eua
Custos com pacientes com FibroseCística - EUA
  • 77% com Alfa Dornase
  • 37,2% com antibióticoinalatório (96,2% Tobramicina)
  • 45,2% com Pseudomonas aeruginosa
  • Custos:
    • Diretos: US$ 38.493
    • Indiretos: US$ 1.180
  • Fatoresassociados a maiorescustos:
    • Pseudomonas aeruginosa (47.586 x 33.154)
    • Sexofeminino (44.776 x 34.853)
    • Alfa dornase (45.958 x 18.648)
    • Antibióticoinalatório (58.799 x 28.336)

85% atribuídos a medicações

DeWitt EM. Value in Health. 2012; 15: 277–283

custos com pacientes com fibrose c stica alemanha
Custos com pacientes com FibroseCística - Alemanha

HeimeshoffM. Pharmacoeconomics. 2012 Jun 13. Epud ahead of print

custos com pacientes com fibrose c stica alemanha1
Custos com pacientes com FibroseCística - Alemanha

HeimeshoffM. Pharmacoeconomics. 2012 Jun 13. Epud ahead of print

custos com pacientes com fibrose c stica alemanha2
Custos com pacientes com FibroseCística - Alemanha

HeimeshoffM. Pharmacoeconomics. 2012 Jun 13. Epud ahead of print

tratamento prescrito para os pacientes com bronquiectasias
Tratamentoprescritoparaospacientes com bronquiectasias

Não fibrocísticos

Fibrose cística

Athanazio RA. J BrasPneumol. 2010;36(4):425-431

utiliza o de recursos nos eua bqts x controles
Utilização de recursosnos EUABQTS x Controles

WeyckerD. ClinPulm Med 2005;12: 205–209

gastos nos eua bqts x controles
Gastosnos EUABQTS x Controles

WeyckerD. ClinPulm Med 2005;12: 205–209

Custosmédicosanuaisestimados: US$1,4 bilhão

O’Donnell AE. Bronchiectasis. Chest 2008;134:815–823

interna es por bqts brasil
Internaçõespor BQTSBrasil

www.datasus.gov.br. Acessado em 14/06/2012

valores das interna es por bqts brasil
Valores das internações por BQTSBrasil

www.datasus.gov.br. Acessado em 14/06/2012

custos com o uso de macrol deo em bqts n o fibroc stica
Custos com o uso de macrolídeoem BQTS nãofibrocística
  • CustosAzitromicina: £ 123,11
  • CustosPiperacilina/Tazobactan: £ 157,28
  • Custos da internação de BQTS
    • Nãocomplicada: £ 1.618,00 (5,48 dias)
    • Complicada: £ 2.274,00 (7,67 dias)
  • EUA: US$ 7.827,00

Davies G. Thorax. 2004;59:540–541.

Berry MPR. ClinPulm Med 2012;19:62–70

antibi tico inalat rio bqts n o fibroc stica
AntibióticoinalatórioBQTS nãofibrocística
  • Tobramicinainalatória:
    • Estudocruzado
    • Semalteraçõesna taxa de exacerbações
    • Efeitoscolaterais
  • Custos
    • Tobramicina: £ 21.958,00/ano
    • Sorofisiológico: £ 254,00/ano

Drobnic ME. Ann Pharmacother. 2005;39:39–44.

Berry MPR. ClinPulm Med 2012;19:62–70

conclus es
Conclusões
  • BQTS causagrandeimpactoeconômico, principalmentefibrosecística
  • Impactoeconômicomaiorqueoutrasdoençascrônicas
  • Avaliaçãofarmacoeconômicalimitada:
    • Prevalênciaaindanãoestabelecida
    • Faltamensaiosclínicos e estudosfarmacoeconômicos com medicaçõesnospacientesnãofibrocísticos
conclus es1
Conclusões
  • Osmaiorescustossão com:
    • Medicações
    • Internações
  • Valores brasileiros são subestimados
  • Pacientes mais graves e com infecção crônica das vias aéreas por Pseudomonas implicam em maiores custos