plat o 428 347 a c n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Platão (428-347 a.C.) PowerPoint Presentation
Download Presentation
Platão (428-347 a.C.)

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

Platão (428-347 a.C.) - PowerPoint PPT Presentation


  • 202 Views
  • Uploaded on

Platão (428-347 a.C.). Família aristocrática ateniense Aluno de Sócrates nos últimos anos Obra: diálogos Criador da Academia (387 a.C.) Busca justificativa ontológica para Sócrates: teoria das idéias. O que é a alma? Platão fala em três partes da alma:. 1. Impressões Sensoriais.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

Platão (428-347 a.C.)


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
    Presentation Transcript
    1. Platão (428-347 a.C.) • Família aristocrática ateniense • Aluno de Sócrates nos últimos anos • Obra: diálogos • Criador da Academia (387 a.C.) • Busca justificativa ontológica para Sócrates: teoria das idéias

    2. O que é a alma?Platão fala em três partes da alma: 1 Impressões Sensoriais Elementos e princípios de vida 2 Apetites, Luxúria Paixões e sensações irracionais ALMA Emoções 3 3 Racionalidade, Inteligência Reflexão racional

    3. Platão – Alma Tripartida Razão (+ sentidos) Dirige e ordena Vontade (+ emoções elevadas) Executa e freia os apetites Apetites (emoções inferiores, faculdade sensual)

    4. A Biga de Platão Cavalo Abdome Desejo Cocheiro Cabeça Razão Cavalo Tórax Moral

    5. Alma com duas substâncias Nutritiva Substância material Alma Sensitiva Intelectiva Substância imaterial Concepção ontológica O que é a alma

    6. Sendo a alma o psique, de que modo se alcança o conhecimento verdadeiro? Sim Não Reflexão racional Impressões sensorias Aparências Busca a permanência que está fora da mente Equívocos Memória, razão, memória inata Não leva ao conhecimento Leva ao conhecimento Via epistemológica da Platão.

    7. Conhecimento verdadeiro de uma realidade que não é apenas sensível, material, mutável Formula lógica: Regra+Resultado=Caso Opinião apenas dá conta do caráter convencional da linguagem, através de uma falsa unidade Dedução das formas Estruturas eternas Procurar pelas permanências. Como sustentar esse conhecimento racional, ou por que é assim? Platão trabalha com uma lógica dedutiva.

    8. Busca da definição daquilo que é a natureza essencial de algo; essencial = forma, ou idéia Conhecimento (verdade) = saber a natureza essencial da coisa Racionalismo Método = razão, inteligência, reminiscência Reminiscência (anamnese): hipótese inatista – o conhecimento é inato em cada um, cumpre fazê-lo ser “relembrado” Exemplo: Escravo deduz teorema de Pitágoras no Ménon Teoria do conhecimento de Platão

    9. Para quê? (Ética) • Interesse prático da filosofia está voltado para a dimensão ética e política da existência humana • Alcançar uma vida virtuosa • Alcançar a via de libertação da alma • Alcançar o bem absoluto

    10. Implicações do pensamento de Platão • Conflito entre corpo e alma: como explicar uma relação externa? • Recomendações: temperança • Como ficam as diferenças individuais? • Na República, Platão defendia a distribuição das funções no Estado conforme os talentos inatos dos indivíduos