plano estrat gico de sistemas de informa o para a cruz vermelha portuguesa n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Plano Estratégico de Sistemas de Informação para a Cruz Vermelha Portuguesa PowerPoint Presentation
Download Presentation
Plano Estratégico de Sistemas de Informação para a Cruz Vermelha Portuguesa

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 1
Download Presentation

Plano Estratégico de Sistemas de Informação para a Cruz Vermelha Portuguesa - PowerPoint PPT Presentation

tehya
132 Views
Download Presentation

Plano Estratégico de Sistemas de Informação para a Cruz Vermelha Portuguesa

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Plano Estratégico de Sistemas de Informaçãopara a Cruz Vermelha Portuguesa  Gonçalo Correia, MSc1 – correia.gm@gmail.com; Henrique O’Neill, PhD2 – henrique.oneill@iscte.pt1 ISCTE-IUL Business School, 2 ISCTE-IUL MÉTODO Metodologia de investigação • Análise documental Apresentaçõesinstitucionaisda Cruz Vermelha Portuguesa e documentos de procedimentos. • Entrevistassemidiretivas Realização de entrevistas com caráterexploratório e entrevistasparaidentificar e levantarosprocessosorganizacionais. • Observaçãodireta Observaçãoda “forma de fazer” paracomplementodainformaçãorecolhidanasentrevistasefetuadas. • Ferramentas de análiseestratégica e de UML Das ferramentas de análiseestratégicadestacam-se a matriz SWOT, a matriz TOWS e a cadeia de valor. Das ferramentas de UM destaca-se o diagrama de atividadepararepresentação dos processosorganizacionais. Método de planeamentoestratégico de sistemas de informaçãoassenteemseteetapas: RESULTADOS Processosorganizacionaisidentificadoscomoprioritários, tendoemconta a capacidade de potenciar a melhoria de desempenhoda Cruz Vermelha Portuguesa. • Entrada/saída de correspondência • Contratação de funcionáriospara as delegaçõeslocais • Aquisição de viaturas RESULTADOS SUMÁRIO Título:Plano Estratégico de Sistemas de Informaçãopara a Cruz Vermelha Portuguesa Enquadramento: No contexto atual, caracterizado pela instabilidade e pela incerteza, as instituições privadas de solidariedade assumem um papel cada vez mais determinante em termos de apoio social e bem-estar para as pessoas. Objetivo: Identificarqual o contributoqueossistemas de informaçãopoderãoprestar à melhoria de desempenhoda Cruz Vermelha Portuguesa e quais as suascaraterísticas. Métodos: Entrevistassemidiretivas, observaçãodireta e análiseestratégicapararecolha de informação. O Plano Estratégico de Sistemas de Informaçãobaseia-se emseteetapas: visão/missão, objetivosestratégicos, fatorescríticos de sucesso, indicadores de desempenho, desenhoorganizacional, oportunidadespara STIC e estratégia e plano STIC. Resultados: A melhoria de desempenhodeveestaralinhada com a estratégiaorganizacional e deve ser efetuadamediante a reengenhariaefetuandomelhoriasaosprocessos. A combinaçãodaestratégiaorganizacional com a reengenhariapermitirá a definiçãodaestratégia de sistemas de informação. É atravésdestaúltimaqueserápossívelmelhorar o desempenho. Conclusões: O Plano Estratégico de Sistemas de Informaçãopossibilitará a melhoria de desempenhoda Cruz Vermelha Portuguesa dado quepermitirámelhoraralguns dos seuseixos de acçãofundamentais. ENQUADRAMENTO • Criseeconómicainternacional e nacional • Deterioração das condiçõeseconómicas e sociais das populações • Aumento das solicitaçõesrecebidaspela Cruz Vermelha Portuguesa • Indefinição a nível de processosorganizacionais • Sistemas de informaçãoredundantes e desintegrados A matriz de prioridadespermiteidentificarosprocessosorganizacionaisquenecessitam de intervençãomaisprioritária. A análise de prioridadesresultadacombinação entre a importância de cadaprocessoparaosfatorescríticos de sucesso e o seudesempenhoatual. Proposta de Solução • Workflow/gestão documental • Trâmite/arquivoeletrónico de documentos • Uniformização de procedimemntos • Consulta de estado de processos • Enterprise Resource Planning • Integraçãodainformação • Eliminação de redundância • Acesso web delegaçõeslocais • Novas funcionalidades extranet CVP • Upload de documentação • Inclusão de formulários online CONCLUSÕES O planoestratégico de sistemas de informaçãoacimaapresentado é adequadoàsnecessidades de melhoria de desempenhoda Cruz Vermelha Portuguesa porquepermitirá: • Simplificação e automatização de processosorganizacionais • Integração de aplicaçõesredundantes e de informaçãodispersaporváriasaplicações • Uniformização de procedimentos, nomeadamente, entre osserviçoscentrais e as delegaçõeslocais • Acessomaisrápido e unívoco à informação A matriz de integraçãopermiteverificar a contribuição das váriasáreasorganizacionaisparacada um dos processos. O problemafoiendereçado de acordo com o seguintemapaconcetual: BIBLIOGRAFIA • Hammer, M. e J. Champy (2003), Reengineering the corporation – A manifesto for business revolution, New York: Harper Collins. • International Federation of Red Cross and Red Crescent Societies (2011), Proceedings of the 23rd Session of the Governing Board, Geneva, Switzerland,13-15 April de 2011. • Martins, A. e H. O’Neill (2011), Gestão de informação e reorganização de processos – Planeamento Estratégico de Sistemas de Informação. 11ª ediçãoCurso Carolina Michaelis, InstitutoNacional de Administração: Lisboa. • Silva, A. e C. Videira (2005), UML Metodologias e Ferramentas Case – Volume 1. Lisboa: Centro Atlântico. OBJETIVO Identificarqual o contributoqueossistemas de informaçãopoderãoprestar à melhoria de desempenhoda Cruz Vermelha Portuguesa e quais as suascaraterísticas. Atravésdaanálise das matrizes de prioridades e de integraçãoconclui-se queosprocessosorganizacionaisidentificadoscomoprioritáriossãoentrada/saída de correspondência, contratação de funcionáriospara as delegaçõeslocais e aquisição de viaturas.