REVISÃO: LÍNGUA PORTUGUESA - PowerPoint PPT Presentation

etan
revis o l ngua portuguesa n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
REVISÃO: LÍNGUA PORTUGUESA PowerPoint Presentation
Download Presentation
REVISÃO: LÍNGUA PORTUGUESA

play fullscreen
1 / 7
Download Presentation
REVISÃO: LÍNGUA PORTUGUESA
432 Views
Download Presentation

REVISÃO: LÍNGUA PORTUGUESA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. REVISÃO: LÍNGUA PORTUGUESA

  2. 6º ANO - COMUNICAÇÃO - Código e linguagens A comunicação ocorre quando interagimos com outras pessoas utilizando linguagem. Para que haja comunicação, podem ser utilizados gestos, palavras, expressõescorporais e faciais (código). Tudo isso também é linguagem. Linguagemé um processo comunicativo pelo qual as pessoas interagem entre si. Código– conjunto de sinais que nos permite estabelecer comunicação com os outros indivíduos.

  3. Linguagem Verbal e Não Verbal Dependendo do tipo de sinal utilizado, a linguagem pode ser: Verbal – é uso da escrita ou da fala como meio de comunicação. Não verbal - é o uso de imagens, figuras, desenhos, símbolos, dança, postura corporal, pintura, música,  escultura e gestos como meio de comunicação Mista - é o uso simultâneo da linguagem verbal e da linguagem não-verbal, usando palavras escritas e figuras ao mesmo tempo.

  4. Variedade Linguística Variedades linguísticas são as variações que uma língua apresenta em razão das condições sociais, culturais e regionais nas quais é utilizada. Sabemos que a variedade regional reproduz a fala ou o modo de dizer dos habitantes de uma determinada região.

  5. Samba do ArnestoAdoniran Barbosa O Arnesto nos convidou pra um samba, ele mora no BrásNós fumos não encontremos ninguémNós voltermos com uma baita de uma reivaDa outra vez nós num vai maisNós não semos tatu!No outro dia encontremo com o ArnestoQue pediu desculpas mais nós não aceitemosIsso não se faz, Arnesto, nós não se importaMas você devia ter ponhado um recado na portaUm recado assim ói: "Ói, turma, num deu pra esperáAduvido que isso, num faz mar, num tem importância,Assinado em cruz porque não sei escrever" Arnesto

  6. Intencionlidade Discursiva Estamos encerrando a discussão sobre as diferentes facetas da comunicação. Nosso último assunto tem sido o discurso, ou seja, o estudo da comunicação no momento em que ela ocorre, procurando observar então a intenção de cada frase, de cada escolha de linguagem (é a tal “intecionalidade discursiva”).

  7. Intencionalidade Discursiva Leia a piada a seguir. O mendigo se aproxima de uma madame cheia de sacolas de compras, no centro da cidade, e diz: — Senhora, estou sem comer faz quatro dias… — Meu Deus! Gostaria de ter sua força de vontade!