Download
avalia o institucional n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Avaliação Institucional PowerPoint Presentation
Download Presentation
Avaliação Institucional

Avaliação Institucional

219 Views Download Presentation
Download Presentation

Avaliação Institucional

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Avaliação Institucional Prof. Dr. Cláudia Medianeira Cruz Rodrigues Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Ciências Administrativas

  2. A Complexidade de Avaliar “A Avaliação formula um juízo de valor que auxilia a tomada de decisão e atua como um instrumento de auto-educação. É um processo através do qual a organização/instituição, via estabelecimento, e cada um de seus membros, produzem um conhecimento sobre si próprios e sobre cada um”. “...acontece como um processo de reflexão sistemático, intencional, metodológico e organizado. Promove a análise, apreciação, a medição e a comparação de dados e indicadores.” Avaliar, formular juízos deve começar pelo esforço de colocar-mo-nos no lugar do outro. Firmeza de princípios éticos e coragem moral. BELONI, Isaura. Considerações sobre a avaliação nacional de cursos- PROVÃO. (UNB, 1996, p.56)

  3. A Complexidade de Avaliar Avaliar uma organização/ instituição, formular e expressar juízos com tais implicações requer: 1 - CONHECIMENTO DO OBJETO: deve ser de domínio tão amplo e profundo quanto possível, para que todos os aspectos envolvidos componham o campo de análise.

  4. A Complexidade de Avaliar 2 - ORIENTAÇÃO ÉTICA: Avaliar é um ato humano sobre questões que envolvem homens. Implica: • Auto-conhecimento. • Experiência de vida e de relações humanas e suas questões. • Maturidade e generosidade. • Capacidade de olhar e escutar. • Capacidade de comunicação.

  5. A Complexidade de Avaliar 3. COMUNICAÇÃO • Tornar comum • Empatia • Dialogar • É o “adesivo”ou “cimento”que mantém as pessoas e sociedades juntas. Ganha-Ganha.

  6. A Complexidade de Avaliar 4 - RESPONSABILIDADE SOCIAL • Conhecimento do contexto e da missão organizacional. • Postura ideológica que contemple o caráter público - coletividade da organização e fora dela, implicadas.

  7. A Complexidade de Avaliar DO CONHECIMENTO, DA MORAL E DA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMANAM CRITÉRIOS QUE DEVEM SER : • CLAROS • LEGÍTIMOS • EXPLÍCITOS • ABRANGENTES • COMPETENTES PARA SUAS FINALIDADES.

  8. Avaliação Institucional • Projeto de avaliação que permite um balanço dos rumos da instituição em busca da qualidade (missão e funções); como processo, a avaliação institucional constitui um serviço prestado à sociedade na medida em que os participantes da instituição podem repensar seus compromissos e metas, modos de atuação, finalidades e resultados de suas práticas institucionais. • MOROSINI, Marília Costa (Org.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária: glossário. INEP/ RIES, 2006, p. 465.

  9. AVALIAÇÃO NO BRASIL Estado Avaliador ou Estado Regulador PG (1977) PAIUB (1993) PAIUNG (1994) COND. OFERTA (1996) ENC (1996) GED (1998) CRUB (2001) PAIUB (2000) O Contexto da Avaliação no Brasil SINAES (2004) Lei n.10861 14/04/04

  10. Dimensões de Avaliação

  11. Os 3 olhares do Sinaes • Instituição • Curso • Estudante

  12. Prédio (Instituição)

  13. Apartamento (Curso)

  14. Morador (estudante)

  15. SINAES Fundamenta-se: • Na melhoria da qualidade da educação superior • Na orientação da expansão de sua oferta • no aumento permanente da sua eficácia institucional e efetividade acadêmica e social • No aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais das instituições de educação superior, por meio da valorização de sua missão pública, da promoção dos valores democráticos, do respeito à diferença e à diversidade, da afirmação da autonomia e da identidade institucional. (http://www.inep.gov.br)

  16. Avaliação Institucional - Princípios • Responsabilidade social com a qualidade da educação superior • Reconhecimento da diversidade do sistema • Respeito à identidade, missão e à história da instituição • Globalidade (ver indicadores conjuntos) • Continuidade do processo avaliativo

  17. Instrumentos do SINAES • Avaliação Institucional (AI) 2. Avaliação de Cursos de Graduação (ACG) – visitas in loco 3. Enade 1.1 auto-avaliação 1.2 avaliação institucional externa

  18. ACG: Grandes Dimensões Corpo docente Instalações Físicas Organização Didático- Pedagógica Dados do Enade Dados da IES

  19. SINAES como Sistema • É uma atividade complexa que envolve: • Múltiplos instrumentos; • Diferentes momentos; • Diferentes agentes. • Integra os diversos instrumentos, momentos e espaços avaliativos com base em uma concepção global; • Propicia as bases para uma maior coerência da concepção geral da avaliação com os objetivos e a política para a educação superior.

  20. CENSO 2006 - Sinopse Instituições por categoria administrativa 2.270 Instituições 248 Públicas 2.022 Privadas 105 Federais 1.583 Particulares 83 Estaduais 439 Com/Conf./Fil 60 Municipais

  21. Instituições por Organização Acadêmica 2.092 178 92,2% 7,8% Faculdades, Centros, Escolas e Centros de Educação Tecnológica Universidades

  22. Número de IES por Região Geográfica TOTAL 2.270 100,0% NORTE 135 5,9% NORDESTE 412 18,2% SUDESTE 1.09348,2% SUL 387 17,0% CENTRO OESTE 243 10,7%

  23. Evolução das Matrículas

  24. Dimensões de Avaliação 5. As Políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho 20

  25. Dimensão 5 As Políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho

  26. Núcleo Básico e Comum • Planos de carreiras regulamentados para funcionários técnico-administrativos e docentes com critérios claros de admissão e progressão • Programas de qualificação profissional e de melhoria da qualidade de vida • Clima institucional, inter-relações pessoais, estruturas de poder, graus de satisfação pessoal e profissional

  27. Grupo de Indicadores • 5.1 – Perfil do docente • 5.2 – Condições institucionais para os docentes • 5.3 – Corpo técnico-administrativo e suas condições institucionais

  28. 5.1 Perfil docente - Indicadores a serem avaliados

  29. Condições institucionais para os docentes

  30. Condições institucionais para os docentes

  31. Condições institucionais para os docentes

  32. Condições institucionais para os docentes

  33. Corpo técnico-administrativo e suas condições institucionais

  34. Corpo técnico-administrativo e suas condições institucionais

  35. Corpo técnico-administrativo e suas condições institucionais

  36. Corpo técnico-administrativo e suas condições institucionais

  37. Funções da Avaliação Formativa Definição de políticas Prestação de contas Psicológica ou Sócio-política Administrativa Tomada de decisões Estabelecimento de prioridades Somativa

  38. Obrigada! claudiacruz@smail.ufsm.br