assessoria de comunica o n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Assessoria de Comunicação PowerPoint Presentation
Download Presentation
Assessoria de Comunicação

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 28
Download Presentation

Assessoria de Comunicação - PowerPoint PPT Presentation

anthony-cabrera
96 Views
Download Presentation

Assessoria de Comunicação

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Assessoria de Comunicação Clipping Impresso Terça-feira, 17 de abril de 2012

  2. 17.04.2012 – O ESTADO DO MARANHÃO– Política – pag. 03 • Desabafo O deputado Marcos Caldas (PRB) fez um forte desabafo, ontem, na tribuna da Assembleia, recebendo solidariedade de praticamente todos os colegas. Em discurso na tribuna, ele considerou que parte da imprensa - local e nacional - pegou pesado apenas pelo fato de ele ter assumido interinamente o Governo do Estado. - Defendo a liberdade de imprensa, mas o que fizeram comigo foi covardia, porque divulgaram calúnias graves contra mim - desabafou o parlamentar. • Calúnias Caldas ficou mais sensibilizado com matéria da revista Isto É, baseado apenas em informação de terceiros, que o apontou até como autor de homicídio de trânsito em São Luís. Segundo Caldas, nenhum repórter da revista ligou para ouvi-lo na matéria, preferindo usar informações "passadas por má-fé e covardia". Ele leu da tribuna a abertura do processo que decidiu abrir contra o covarde e irresponsável informante. • Na moita Acuado por duas denúncias graves, o líder da oposição, Marcelo Tavares (PSB), passou quase duas semanas ausente da Assembleia Legislativa. Aproveitou-se do escândalo dos 18 salários para submergir e evitar dar explicações. Somente ontem reapareceu na Casa, e ainda assim não com a mesma desenvoltura de outrora. • Explicações Tavares tem explicações a dar sobre dois casos graves que o envolvem diretamente. Ainda não explicou como um assessor de seu gabinete conseguiu comprar R$ 10 mil em mercadorias e pagou com tíquetes-alimentação que deveriam ser distribuídos aos servidores da Assembleia. Segundo, e mais grave: precisa dizer como conseguiu se aposentar como deputado, aos 31 anos, e sem sequer estar no exercício do mandato na época da concessão do benefício. • Da viúva O suplente Othelino Neto (PPS) assume hoje mandato de Rubens Júnior (PCdoB) na Assembleia Legislativa. Vai passar quatro meses como deputado, fruto de acordo para que assumisse o afastamento do PPS da administração João Castelo (PSDB). Tradução óbvia: o grupo do ex-deputado Flávio Dino (PCdoB) faz mais um acordo político para o povo maranhense pagar.

  3. 17.04.2012 – O ESTADO DO MARANHÃO– Geral– pag. 06 Ricardo Murad explica lei que trata sobre liberação de recursos para municípios Em reunião com dirigentes da Famem e deputados, secretário de Estado de Saúde fala sobre a transferência de recursos. A importância da estruturação dos conselhos municipais de Saúde para que eles possam exercer o controle social previsto na Lei Complementar 141/2012 foi destacada, na manhã de ontem, pelo secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, em reunião com dirigentes da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) e da Assembleia Legislativa. No encontro, foram discutidos os principais artigos da nova legislação que regulamenta o financiamento da saúde no Brasil. Além dos técnicos da SES, estavam presentes à reunião o secretário de Estado de Articulação Política, Hildo Rocha, e os prefeitos de Gonçalves Dias, Vadilson Dias; de Loreto, Germano Martins Coelho; e de Poção de Pedra, Gildásio da Silva. Transferência - Ricardo Murad explicou que a Lei Complementar 141/2012 estabelece que a transferência de recursos será feita diretamente para os municípios, de forma mais rápida e com total controle social. “Caberá aos conselhos de saúde deliberar sobre as diretrizes para o estabelecimento das prioridades. Por isso, estamos chamando a atenção dos gestores para a estruturação dos conselhos municipais”, declarou o secretário. Na conversa com o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado César Pires, com o presidente da Comissão de Saúde do Legislativo estadual, deputado André Fufuca; do presidente da Famem, Júnior Marreca; e de outros dirigentes da federação, Ricardo Murad propôs a realização de uma reunião ampliada com os demais prefeitos para que eles tenham a exata noção de como os recursos públicos serão aplicados anualmente pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios na área da saúde. Esse encontro acontecerá na próxima terça-feira (24), em São Luís. De acordo com a Lei 141/12, para as entidades federativas receberem recursos deverão contar com fundo, plano e conselho de saúde em funcionamento. Também há novas definições sobre o que pode ou não ser considerado como gastos com a saúde. “É fundamental o conhecimento das exigências da LC para que os recursos da saúde não sejam suspensos e os gestores não tenham complicações futuras. A partir de agora, os financiamentos passam a ser atrelados a unidades de saúde e metas, que devem ser informados de forma verdadeira e honesta dentro da rede pública para que as unidades de saúde possam receber pelos procedimentos realizados”, enfatizou Ricardo Murad. Os detalhamentos dos principais temas da LC 141/12 foram feitos pelo subsecretário de Estado da Saúde, José Márcio Leite.

  4. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Política – pag. 03

  5. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Política– pag. 03

  6. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Política– pag. 03

  7. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Política– pag. 03

  8. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Política– pag. 03

  9. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Política– pag. 03

  10. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Geral pag. 04

  11. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Atos Fatos e Baratos pag. 02

  12. 17.04.2012 – JORNAL PEQUENO– Atos Fatos e Baratos pag. 02

  13. 17.04.2012 – O IMPARCIAL– Política – pag. 02

  14. 17.04.2012 – O IMPARCIAL– Política – pag. 03

  15. 17.04.2012 – O IMPARCIAL– Política – pag. 03

  16. 17.04.2012 – O IMPARCIAL– Giro – pag. 10

  17. 17.04.2012 – EXTRA– Política – pag. 03

  18. 17.04.2012 – EXTRA– Política – pag. 03

  19. 17.04.2012 – EXTRA– Política – pag. 03

  20. 17.04.2012 – A Tarde– Geral– pag. 02

  21. 17.04.2012 – A Tarde– Público e Privado – pag. 04

  22. 17.04.2012 – A Tarde– Público e Privado – pag. 04

  23. 17.04.2012 – Atos e Fatos– Geral – pag. 10

  24. 17.04.2012 – Atos e Fatos– Política – pag. 03

  25. 17.04.2012 – Atos e Fatos– Blog Udes Filho – pag. 02

  26. 17.04.2012 – Atos e Fatos– Diretas – pag. 03

  27. 17.04.2012 – Atos e Fatos– Politicando– pag. 03

  28. 17.04.2012 – Atos e Fatos– Espaço aberto– pag. 05