slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Teoria Organizacional M ódulo 6 – Cultura Organizacional Prof Doutor Rodrigo Magalhães

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 34

Teoria Organizacional M ódulo 6 – Cultura Organizacional Prof Doutor Rodrigo Magalhães - PowerPoint PPT Presentation


  • 521 Views
  • Uploaded on

Teoria Organizacional M ódulo 6 – Cultura Organizacional Prof Doutor Rodrigo Magalhães. Indice. Características e definição de cultura organizacional Níveis de cultura organizacional Nível transcultural Nível organizacional O relativismo cultural: estilos de cultura

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Teoria Organizacional M ódulo 6 – Cultura Organizacional Prof Doutor Rodrigo Magalhães' - Ava


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1
Teoria Organizacional

Módulo 6 – Cultura Organizacional

Prof Doutor Rodrigo Magalhães

slide2
Indice
  • Características e definição de cultura organizacional
  • Níveis de cultura organizacional
    • Nível transcultural
    • Nível organizacional
  • O relativismo cultural: estilos de cultura
  • A teia cultural das organizações
  • Caso prático
slide8
Características e Definição

As duas formas de ver o organização segundo a analogia do iceberg

VISÃO FUNCIONALISTA

VISÃO CONSTRUTIVISTA

HIERARQUIA, NORMAS e REGRAS decorrentes da ESTRUTURA FORMAL

CULTURA, PODER e MUDANÇAS EMERGENTES que constituem a ESTRUTURA INFORMAL

slide9
Características e Definição

FORMAL

INFORMAL

CULTURA ORGANIZACIONAL É, PORTANTO, UM CONCEITO “SOFT” COM CONSEQUÊNCIAS “HARD”

slide11
Níveis de Cultura Organizacional

Os níveis principais para análise da cultura são:

slide12
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Transcultural

De grande importância dado que as diferenças inter-culturais devem ser tomadas em linha de conta quando se visa transpor uma técnica de gestão para um contexto cultural diferente daquele onde emergiu e/ou se revelou eficaz .

Esta tónica transcultural não desmente as especificidades das culturas organizacionais, mas procura enquadrá-las na cultura da sociedade em que as organização se inserem

Dos estudos transculturais, o mais popularizado foi desenvolvido por Geert Hofstede (1980). Este ex-director da IBM sugeriu que as diversas culturas nacionais podem ser caracterizadas de acordo com quatro dimensões:

slide13
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Transcultural: as dimensões de Hofstede

slide14
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Transcultural: as dimensões de Hofstede

slide15
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Transcultural: as dimensões de Hofstede

slide16
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Transcultural: as dimensões de Hofstede

slide17
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Transcultural: as dimensões de Hofstede

A = Alto (situado no terço superior da amostra)

M = Médio (no terço intermédio)

B = Baixo (no terço inferior)

slide18
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Organizacional: Definição

(Segundo SCHEIN, 1985)

É um conjunto de pressupostos básicos que um dado grupo inventou, descobriu ou desenvolveu no processo de aprendera lidar com os desafios da adaptação à envolvente externa e da integração na envolvente interna e que funcionaram suflcientemente bem para serem considerados válidos e, portanto, para serem ensinados aos novos membros do grupo, como a forma correcta de pensar, sentir e actuar 

slide19
Níveis de Cultura Organizacional

Nível Organizacional: Definição (Segundo HOFSTEDE, 1991)

É o “software da mente” ou a programação mental colectiva que distingue os membros de uma organização de outra (...) Esta programação começa na família e continua na escola, no bairro, no local de trabalho e na comunidade (...) A cultura é aprendida e não herdada; ela deriva da nossa envolvente social e não dos nosso genes

slide20
Níveis de Cultura Organizacional

O nível organizacional

  • Ao nível da organização, a cultura é entendida como uma estrutura de referência comum e partilhada por uma quantidade significativa dos membros dessa mesma organização
  • É conceptualizada como sendo composta de várias camadas, umas mais periféricas e visíveis e outras mais profundas e invisíveis
  • O modelo mais significativo é o modelo da cebola.A analogia com a cebola significa que a parte interior é a menos acessível, sendo as camadas exteriores as mais fáceis de mudar
slide21
Níveis de Cultura Organizacional

O modelo da cebola

Atributos Organizacionais

Clima Organizacional

Atributos Individuais

Simbolos/ Artefactos

Práticas Organizacionais

Padrões/ Normas

VALORES

Valores

Pressupostos

Básicos

slide25
O Relativismo Cultural

Claude Lévi-Strauss, um dos pais da antropologia cultural criou a expressão “relativismo cultural”, dizendo que nenhuma cultura detem critérios absolutos, que lhe permitam julgar as actividades de uma outra cultura como “baixas e pobres” ou “nobres e ricas”.

O mesmo se passa em relação às organizações.

slide26
O Relativismo Cultural

As quatro culturas de Charles Handy (1978)

Formalização alta

APOLLO

ATHENA

Cultura de Funções

Cultura de Tarefas

Metáfora: rede

Centralização alta

Centralização baixa

Metáfora: templo

ZEUS

DIONYSUS

Cultura de Pessoas

Cultura de “Club”

Metáfora: teia

Metáfora: grupos

Formalização baixa

slide27
O Relativismo Cultural

Uma tipologia clássica de culturas organizacionais

APOLLO = CULTURA BUROCRÁTICA

ATHENA = CULTURA DE REALIZAÇÃO

Orientação: externa

Atributos: Competitividade, alcance de objectivos

Estilo de liderança: Decidido, orientado para a realização

Ligações: Foco nos objectivos, produção, competição

Ênfase estratégica: Superioridade no mercado, vantagem competitiva

Orientação: interna

Atributos: Ordem, regras e regulamentos, uniformidade

Estilo de liderança: Coordenador, administrador

Ligações: Regras, políticas, procedimentos

Ênfase estratégica: Estabilidade, previsibilidade, funcionamento regular

ZEUS = CULTURA TIPO CLÂ

DIONYSUS = CULTURA DO TIPO ADAPTATIVO

Orientação: interna

Atributos: Coesão, participação, trabalho em equipa, sentimento de familia

Estilo de liderança: Mentor, facilitador, figura parental

Ligações: Lealdade, tradição, coesão

Ênfase estratégica: Desenvolvimento humano, moral, implicação/empenhamento

Orientação: externa

Atributos: Empreendorismo, criatividade, renovação

Estilo de liderança: Empresário, inovador

Ligações: Flexibilidade, espirito empresarial

Ênfase estratégica: Inovação, crescimento, novos recursos

slide29
A teia cultural da organização

Porque é difícil mudar a cultura?

Porque a cultura organizacional tem um guardião ...

slide30
A teia cultural da organização

Guardião da cultura: a teia

MECANISMOS

E SISTEMAS

DE CONTROLE

ESTRUTURAS

TIPOS DE

LIDERANÇA

... não um gorila mas uma teia complicadíssima que cria um paradigma à prova de mudança

O paradigma

cultural

da nossa

organização

ROTINAS E

RITUAIS

HISTÓRIAS

E MITOS

SIMBOLOS

slide33
Conclusão
  • Resumindo,a cultura organizacional:
  • É um fenómeno holístico
  • É determinada historicamente
  • É ligada a rituais e simbolos
  • É criada por interação social
  • É constituída por valores partilhados
  • Prescreve o relacionamento entre individuos e a organização
  • Descreve o que é comportamento legítimo e ilegítimo
  • Dita a forma como os membros da organização se devem tratar uns aos outros
  • É dificil de mudar
ad