dicas de preven o de acidentes e doen as no trabalho modelo sesi
Download
Skip this Video
Download Presentation
DICAS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E DOENÇAS NO TRABALHO “MODELO SESI”

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 21

DICAS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E DOENÇAS NO TRABALHO “MODELO SESI” - PowerPoint PPT Presentation


  • 271 Views
  • Uploaded on

DICAS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E DOENÇAS NO TRABALHO “MODELO SESI”. MODELO SESI. Metodologia adequada para introduzir e facilitar a adoção de boas práticas de gestão para prevenção de acidentes e doenças nas micro e pequenas empresas.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' DICAS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E DOENÇAS NO TRABALHO “MODELO SESI”' - kieran-bowman


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
modelo sesi
MODELO SESI
  • Metodologia adequada para introduzir e facilitar a adoção de boas práticas de gestão para prevenção de acidentes e doenças nas micro e pequenas empresas.
  • Voltada para antecipação e a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais que alia a simplicidade da intervenção, própria para atender as micro e pequenas empresas, e a profundidade das ações técnicas necessárias para sua efetividade, eficiência e eficácia.
interven es modelo sesi
INTERVENÇÕES MODELO SESI
  • Redução dos risos de acidentes de trabalho;
  • Prevenção em saúde ocupacional;
  • Prevenção de doenças crônico não-transmissíveis (hipertensão e diabetes);
  • Prevenção ao sedentarismo.
mapa de risco
MAPA DE RISCO
  • É a representação gráfica dos riscos por meio de círculos de diferentes cores e tamanhos, permitindo fácil elaboração e visualização.
  • É um instrumento participativo, elaborado pelos próprios trabalhadores e de conformidade com suas sensibilidades.
  • Serve como um instrumento de levantamento preliminar de riscos, de informação para os demais empregados e de planejamento para ações preventivas que serão adotados pela empresa.
mapa de risco1
MAPA DE RISCO
  • Possui como objetivo reunir informações básicas necessárias para estabelecer o diagnóstico da situação da segurança e saúde do trabalho na empresa, e possibilitar, durante sua elaboração, a troca e a divulgação de informações entre os trabalhadores, bem como estimular sua participação nas atividades de prevenção.
  • São utilizados cores para identificar o tipo de risco, conforme os riscos, sendo a gravidade representada pelo tamanho dos círculos.
mapa de risco2
MAPA DE RISCO
  • Representação:
    • Círculo pequeno: risco pequeno ou risco médio já protegido.
    • Círculo médio: risco que gera relativo incômodo mas que pode ser controlado.
    • Círculo grande: risco que pode matar, mutilar, gerar doenças e que não dispõe de mecanismos para redução, neutralização e controle.
elabora o do mapa de risco
ELABORAÇÃO DO MAPA DE RISCO
  • Conhecer o processo de trabalho do local avaliado.
    • Os trabalhadores: nº, sexo, jornada de trabalho, treinamentos, queixas de saúde;
    • Os equipamentos, instrumentos e materiais de trabalho;
    • As atividades exercidas;
    • O ambiente.
  • Identificar os agentes de riscos existentes no local avaliado, conforme a tabela de classificação dos riscos.
elabora o do mapa de risco1
ELABORAÇÃO DO MAPA DE RISCO

3. Identificar as medidas preventivas existentes:

  • Proteção coletiva;
  • Organização do trabalho;
  • Proteção individual;
  • Higiene e conforto:lavatórios, armários, bebedouros, refeitórios.

4. Identificar os indicadores de saúde:

  • Queixas mais freqüentes dos trabalhadores;
  • Acidentes de trabalho ocorridos;
  • Doenças profissionais diagnosticadas;
  • Causas mais freqüentes de ausência ao trabalho.
elabora o do mapa de risco2
ELABORAÇÃO DO MAPA DE RISCO

5. Elaborar o mapa de risco:

  • O grupo a que pertence o risco, conforme as cores classificadas;
  • O número de trabalhadores expostos ao risco, ao qual deve ser anotado dentro do círculo;
  • A especificação do agente, que deve ser anotado também dentro do círculo;
  • Intensidade do risco, que deve ser representado por tamanhos de círculos diferentes.

OBS: Se houver na empresa a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), esta deverá auxiliar na construção do mapa.

equipamentos de prote o coletiva
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA
  • Equipamento de proteção coletiva (EPC): é toda medida, dispositivo, sinal, imagem, som, instrumento ou equipamento destinado à proteção de uma ou mais pessoas.
equipamentos de prote o individual
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL
  • Equipamento de proteção individual (EPI): é toda dispositivo de uso individual, destinado à proteção de uma pessoa.
uso do equipamento de prote o individual epi
USO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI)
  • Quando não for possível eliminar o risco por outras medidas ou equipamentos de proteção coletiva;
  • Quando for necessário complementar a proteção coletiva;
  • Em trabalhos eventuais ou emergenciais;
  • Em exposição de curto período.
obriga es legais
OBRIGAÇÕES LEGAIS
  • Cabe ao empregador:
    • Adquirir o tipo de EPI adequado ao tipo de empregado;
    • Fornecer gratuitamente o EPI (deve possuir certificado de aprovação do MTE);
    • Orientar o trabalhador sobre seu uso;
    • Tornar obrigatório o seu uso;
    • Substituí-lo, imediatamente, quando danificado ou extraviado;
    • Responsabilizar-se pela sua higienização e manutenção periódica.
obriga es legais1
OBRIGAÇÕES LEGAIS
  • Cabe ao empregado:
    • Usá-lo apenas com a finalidade a que se destina;
    • Responsabilizar-se por sua guarda e conservação;
    • Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para o uso.
ad