slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PROGRAMA TECENDO LEITURAS Justificativas e Características Maria José Nóbrega PowerPoint Presentation
Download Presentation
PROGRAMA TECENDO LEITURAS Justificativas e Características Maria José Nóbrega

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 21
Download Presentation

PROGRAMA TECENDO LEITURAS Justificativas e Características Maria José Nóbrega - PowerPoint PPT Presentation

weston
160 Views
Download Presentation

PROGRAMA TECENDO LEITURAS Justificativas e Características Maria José Nóbrega

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. PROGRAMA TECENDO LEITURAS Justificativas e Características Maria José Nóbrega 2004 / 2005

  2. SARESP 2003 – Habilidades de Leitura Comuns às Provas de 3a a 8a do Ensino Fundamental Habilidades Localizar informação explícita no texto. Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Inferir uma informação implícita no texto. Identificar o tema de um texto. Interpretar, integrando texto e recursos gráfico-visuais. Identificar a finalidade de um texto de acordo com o seu gênero. Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. Estabelecer relação entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a sua continuidade. Estabelecer a relação causa/conseqüência entre as partes e elementos de um texto.

  3. SARESP 2003 – Ensino Fundamental Desempenho de 3a a 8a séries considerando apenas as habilidades comuns a todas as matrizes

  4. O ENSINO DA LEITURA Leitor DURANTE a leitura ANTES da leitura Contexto Texto

  5. SARESP 2003 – Habilidades de Leitura Comuns às Provas de 3a a 8a do Ensino Fundamental Habilidades Localizar informação explícita no texto. Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Inferir uma informação implícita no texto. Identificar o tema de um texto. Interpretar, integrando texto e recursos gráfico-visuais. Identificara finalidade de um texto de acordo com o seu gênero. Identificaro conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. Estabelecer relação entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a sua continuidade. Estabelecer a relação causa/conseqüência entre as partes e elementos de um texto.

  6. Programa “Tecendo Leituras” – Domínios de Leitura Explorados 5a a 8a do Ensino Fundamental • Identificação e recuperação de informação: questões que envolvem reconhecimento literal. LER NAS LINHAS • Interpretação: questões que envolvem inferência e integração de segmentos do texto. LER ENTRE AS LINHAS • Reflexão: questões que envolvem avaliação e julgamento. LER POR TRÁS DAS LINHAS

  7. O rei e o sapateiro Conto popular recontado por Figueiredo Pimentel “Histórias da baratinha” Livraria Garnier

  8. O rei e o sapateiro Eu para pobre o criei.Tu rico fazê-lo queres.Agora aí o tens morto...Dá-lhe a vida, se puderes. PIMENTEL, Figueiredo. Histórias da baratinha. Rio de Janeiro, Livraria Garnier, 1994.

  9. O rei e o sapateiro Eu para pobre o criei.Tu rico fazê-lo queres.Agora aí o tens morto...Dá-lhe a vida, se puderes. PIMENTEL, Figueiredo. Histórias da baratinha. Rio de Janeiro, Livraria Garnier, 1994.

  10. O rei e o sapateiro Eu para pobre o criei.Tu rico fazê-lo queres.Agora aí o tens morto...Dá-lhe a vida, se puderes. PIMENTEL, Figueiredo. Histórias da baratinha. Rio de Janeiro, Livraria Garnier, 1994.

  11. O rei e o sapateiro Ribeiros correm pro rio,Os rios correm pro mar.Quem nasceu para ser pobreNão lhe vale trabalhar. PIMENTEL, Figueiredo. Histórias da baratinha. Rio de Janeiro, Livraria Garnier, 1994.

  12. PERGUNTAS DE RECONHECIMENTO LITERAL: ler nas linhas Para onde correm os ribeiros? Para onde correm os rios? O que acontece a quem nasceu para ser pobre?

  13. SEQÜÊNCIAS TEXTUAIS / GÊNEROS / DOMÍNIOS DISCURSIVOS SELECIONADOS NO SARESP 2003 Ensino Fundamental – 3ª a 8ª série • Narrativo • Informativo • Notícia • Propaganda • Instrucional • HQ • Gráfico

  14. PERGUNTAS QUE ENVOLVEM INFERÊNCIA / INTEGRAÇÃO DE SEGMENTOS DO TEXTO: ler entre as linhas Que paralelismo é possível estabelecer entre os dois primeiros versos? Identifique a gradação presente na primeira parte da trova. Como relacionar os dois primeiros versos da trova aos dois últimos?

  15. PERGUNTAS QUE ENVOLVEM AVALIAÇÃO E JULGAMENTO: ler por trás das linhas O texto relaciona fenômenos da natureza a fenômenos de ordem social.Que visão de mundo essa associação revela? Você concorda com essa visão de mundo? Justifique sua opinião. Mário de Andrade afirmou em um de seus artigos que não havia nada mais estagnado em uma sociedade do que os provérbios. Comente a afirmação do autor, relacionando-a com a trova.

  16. “PROGRAMA TECENDO LEITURAS” – DOMÍNIOS DISCURSIVOS SELECIONADOS / GÊNEROS Ensino Fundamental – 3ª a 8ª série

  17. PNLD 2005 – MÓDULO: CLÁSSICOS Ensino Fundamental – 5ª e 6ª séries Alexandre e Outros Heróis de Graciliano Ramos – Record O Cão dos Baskerville de Arthur Conan Doyle – Companhia das Letrinhas Fábulas de La Fontaine de Marc Chagall – Estação Liberdade Histórias ou Contos de Outrora de Charles Perrault – Landy Nariz de Vidro de Mario Quintana – Moderna O Doente Imaginário de Moliere – Global O Violino Cigano de Regina Machado – Cia das Letras Tchau de Lygia Bojunga – Editora Casa Lygia Bojunga

  18. PNLD 2005 – MÓDULO: CLÁSSICOS Ensino Fundamental – 7ª e 8ª séries As 100 Melhores Histórias da Mitologia de A. S. Franchini e Carmen Seganfredo (seleção) – L&PM 13 dos Melhores Contos de Amor da Literatura Brasileira de Rosa Amanda Strausz (seleção) – Ediouro A Ilha do Tesouro de Robert Louis Stevenson – Companhia Editora Nacional Contos de Oscar Wilde – Nova Fronteira Para gostar de ler (v.35): Gente em Conflito de António de Alcântara Machado e outros – Ática Novas Seletas – João Cabral de Melo Neto de C. Azevedo, L. Sandroni e L. R. Machado (seleção) – Nova Fronteira O Noviço de Martins Pena – Ediouro O Quinze de Rachel de Queiroz – José Olympio

  19. Responsabilidade do professor compartilhada do aluno Tornar o processo transparente Favorecer a utilização autônoma Orientar os alunos