Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Vigilância dos padrões dos Serviços de Proteção Social Especial PowerPoint Presentation
Download Presentation
Vigilância dos padrões dos Serviços de Proteção Social Especial

Vigilância dos padrões dos Serviços de Proteção Social Especial

80 Views Download Presentation
Download Presentation

Vigilância dos padrões dos Serviços de Proteção Social Especial

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Vigilância dos padrões dos Serviços de Proteção Social Especial Mesa 6 - Encontro Nacional de Monitoramento e Vigilância Socioassistencial Brasília, 28 a 30 de agosto de 2013

  2. Centro de Referência Especializado em Assistência Social - CREAS

  3. Quantidade de CREAS Municipal e Regional Fonte: Censo SUAS 2012 – Questionário CREAS

  4. Percentual de Municípios com mais de 20 mil hab. com a quantidade mínima recomendada de CREAS por porte e região Fonte: Censo SUAS 2012 – Questionário CREAS

  5. Quantidade de CREAS Regionais por Unidade da Federação e Ano Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  6. Quantidade de CREAS Regional segundo mecanismo de repasse de recurso Quantidade de CREAS Regional segundo ente responsável pela gestão 13 20 4 2 2 1 7 Fonte: Censo SUAS 2012 – Questionário CREAS

  7. Compartilhamento das unidades CREAS por porte e região Fonte: Censo SUAS 2012 – Questionário CREAS

  8. Tipos de unidade com os quais os CREAS são compartilhados N= 607 CREAS Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  9. Número de salas disponíveis Fonte: Censo SUAS 2012 – Questionário CREAS

  10. Quantidade de computadores por porte Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  11. Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos

  12. Quantidade e Percentual de CREAS segundo público que atende Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  13. Situação atendida segundo público Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  14. Quantidade de casos (famílias ou indivíduos) que ingressaram no acompanhamento do PAEFI no ano de 2012, por porte do município Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  15. Quantidade de casos (famílias ou indivíduos) que ingressaram no acompanhamento do PAEFI no ano de 2012, por região Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  16. Perfil das famílias inseridas no acompanhamento do PAEFI, por região Rever forma de apresentação Tentei tornar o gráfico mais limpo, diminuindo ou aumentando algumas dimensões Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  17. Número médio de casos (famílias ou indivíduos) que ingressam no PAEFI por mês, segundo o porte dos municípios - 2012 Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  18. Média de casos (famílias ou indivíduos) em acompanhamento pelo PAEFI no ano de 2012, por porte do município Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  19. Média de casos (famílias ou indivíduos) em acompanhamento pelo PAEFI no ano de 2012, por região Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  20. Tempo médio de duração (em meses) dos acompanhamentos do PAEFI no ano de 2012, por porte do município Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  21. Número médio de casos (famílias ou indivíduos) que ingressam no PAEFI por mês, segundo as regiões - 2012 Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  22. Número médio de crianças ou adolescentes que ingressam no PAEFI por mês, segundo a Região e o tipo de violência/violação - 2012 Rever forma de apresentação Apesar do gráfico estar poluído, acho mais claro deixar as barras com a distribuição da variável dependente. Ou seja, sugiro deixar como esta. Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  23. Número médio de idosos que ingressam no PAEFI por mês, segundo a Região e o tipo de violência/violação - 2012 Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  24. Número médio de mulheres que ingressam no PAEFI por mês, segundo a Região e o tipo de violência/violação - 2012 Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  25. Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medias Socioeducativas

  26. Quantidade de CREAS que executam Medida Socioeducativa segundo Porte e Região Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  27. Percentual de CREAS segundo tipo de Medida Socioeducativa na possuía adolescentes em acompanhamento em agosto de 2012 1404 CREAS realizam Liberdade Assistida 1430 CREAS realizam Prestação de Serviço à Comunidade

  28. Se a equipe técnica responsável pelo Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa (LA e PSC) é exclusiva deste serviço Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  29. Quantidade de CREAS segundo frequência em que, em média, cada adolescente é atendido N (LA) = 1404 N (PSC) = 1430 58,1 47,3 Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  30. Quantidade de CREAS segundo frequência em que, em média, cada adolescente é atendido N (LA) = 1404 N (PSC) = 1430 Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  31. Média mensal, por CREAS, de adolescentes em cumprimento de MSE no ano de 2012, por porte do município Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  32. Média mensal, por CREAS, de adolescentes em cumprimento de MSE no ano de 2012, por região Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  33. Média mensal por unidade de adolescentes em cumprimento de LA e PSC no ano de 2012, por porte do município Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  34. Média mensal por CREAS de adolescentes em cumprimento de LA ou PSC no ano de 2012, por região Fonte: MDS/SNAS/CGVIS – Registro Mensal de Atendimentos do SUAS (RMA)

  35. Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua - Centro POP Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua

  36. Quantidade de Centros POP, por porte do município e região

  37. Qtd. de municípios com maisde 100 mil hab ou municípios de RM com 50 mil hab ou mais, SEM Centro POP, por região Qtd de municípios com mais de 100 mil hab ou municípios de RM com 50 mil hab ou mais, SEM Centro POP, por porte do município * Belém é a única metrópole que não possui Centro POP

  38. Quantidade de Centros POP que funcionam em imóvel compartilhado Do total de 105 Centros POP, somente 53 deles (50,5) declaram que NÃO funcionam em imóvel compartilhado. Os outros 52 Centros POP compartilham o imóvel com diferentes tipos de unidade, conforme mostra o gráfico abaixo * A categoria "Outros" também engloba as unidades que declararam compartilhar o seu imóvel com outra unidade pública de serviços socioassistenciais .

  39. Quantidade de Centros POP que funcionam em imóvel compartilhado, por região

  40. Espaços físicos disponíveis no Centro POP

  41. Quantidade de salas utilizadas nos Centros POP Quantidade de salas utilizadas para atendimento e para atividades administrativas Quantidade de salas utilizadas para Atendimento Individual ou Coletivo

  42. Percentual de Centros POP que acessam o Cadastro Único

  43. Quantidade de trabalhadores atuando nos Centros POP De acordo com o Censo SUAS 2012, atualmente há 1.636 trabalhadores atuando nos Centros POP, de tal forma que as equipes dessas unidades são compostas, em média, por 16 trabalhadores.

  44. Presença de Assistentes Sociais e Psicólogos nas equipes dos Centros POP

  45. Estratégias existentes na localidade para assegurar acesso à alimentação aos usuários do Centro Pop 2012 2011

  46. Percentual de Centros que oferecem refeição aos usuários, por tipo de refeição * Apesar do percentual de centros que oferecem almoço e jantar aos usuários ter sido menor em 2012, os valores absolutos aumentaram: Em 2011, 61 centros ofereciam almoço e 26 ofereciam jantar; em 2012 esses números aumentaram para 67 (almoço) e 28 (jantar).

  47. Serviço Especializado em Abordagem Social (Dados CREAS)

  48. Realização do Serviço Especializado em Abordagem Social pelo CREAS, por porte do município Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  49. Realização do Serviço Especializado em Abordagem Social pelo CREAS, por Grandes Regiões Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS

  50. A abordagem social é realizada pela equipe do CREAS Fonte: Censo SUAS 2012 – CREAS