perspectiva de investiga o em psicologia das emerg ncias e dos desastres na am rica latina n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Perspectiva de Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres na América Latina PowerPoint Presentation
Download Presentation
Perspectiva de Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres na América Latina

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 20

Perspectiva de Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres na América Latina - PowerPoint PPT Presentation


  • 104 Views
  • Uploaded on

Perspectiva de Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres na América Latina. Prof. Dr. Pitágoras José Bindé Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN – Natal - RN Email: pitagorasjosebinde@hotmail.com. o que leva a mídia a ter interesse em simular um desastre ?.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Perspectiva de Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres na América Latina' - parmida


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
perspectiva de investiga o em psicologia das emerg ncias e dos desastres na am rica latina

Perspectiva de Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres na América Latina

Prof. Dr. Pitágoras José Bindé

Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN – Natal - RN

Email: pitagorasjosebinde@hotmail.com

o que leva a m dia a ter interesse em simular um desastre
o que leva a mídia a ter interesse em simular um desastre ?

Local: zona sul da cidade do Rio de Janeiro RJ - Brasil

2100 ?

2006

* Simulação realizada com dados topográficos cedidos pela Prefeitura do RJ e confrontados com o cenário traçado pela ONU. Fonte: Revista ÉPOCA, 22/05/2006

slide6

Desastre como Área de Interface de Diferentes Disciplinas

Física

Engenharia

Economia

Medicina

Política

Administração

Geografia

Sociologia

Psicologia

Etc.

D

E

S

A

S

T

R

E

slide7
Classificação do Estudo dos Desastres na Psicologia (Ketterer & Spada, 1993; Bindé, P.J. & Carneiro, C. , 1996, 1997, 2001)
  • Pesquisa Aplicada

Situação Anterior a um Desastre (p.ex. comunicação, percepção e aceitação do risco; credibilidade da informação e conteúdo da mesma na situação de alarme);

Situação Durante um Desastre (p.ex. pânico, motivação/ desmotivação para seguir ou contrariar as medidas de evacuação, comportamento durante a evacuação; possibilidades de transporte e de abrigo temporário);

Situação Pós-Desastre(tratamento psicossocial dos envolvidos, stress pós-traumático).

slide8
Classificação do Estudo dos Desastres na Psicologia (Ketterer & Spada, 1993; Bindé, P.J. & Carneiro, C. , 1996, 1997, 2001)
  • Pesquisa Básica

Homem enquanto Vítima de Desastre (p.ex., comunicação, percepção e aceitação do risco, o papel da mídia);

Homem enquanto Co-autor de Desastres através dos Efeitos de suas Intervenções em Sistemas Ecológicos (p.ex., consciência ambiental e comportamento ecológico, processos de decisão em cenários complexos).

desafios para a constru o de um programa de forma o investiga o em psicologia dos desastres
Desafios para a Construção de um Programa de Formação/Investigação em Psicologia dos Desastres
  • Primeiro Desafio: desenvolver uma cultura preventiva e de aplicabilidade dos saberes psicológicos, pois deste profissional será exigido uma visão ampla dos setores da vida de uma sociedade, bem como conhecimento específico sobre desastres;
  • Segundo Desafio: transitar em diferentes áreas da psicologia, tais como Psicologia Comunitária, Psicologia Clínica, Psicologia do Trânsito, Psicologia Ambiental, Psicopatologia, Psicotraumatologia, Saúde Mental, confrontando-o com suas limitações de ação e inabilidade em tomadas de decisão sob stress, bem como frente a diferentes interesses e prioridades sócio-político-econômico antes, durante e depois da ocorrência de um desastre;
  • Terceiro Desafio: trabalhar em equipe com paradigmas, geralmente, diferentes ou desconhecidos pelo psicólogo;
desafios para a constru o de um programa de forma o investiga o em psicologia dos desastres1
Desafios para a Construção de um Programa de Formação/Investigação em Psicologia dos Desastres
  • Quarto Desafio: adotar uma flexibilidade metodológica, visando buscar respostas práticas e adequadas, sustentadas em um planejamento estratégico* orientado para desenvolver algum suporte metodológico consistente e participativo para a construção de um plano de formação de psicólogos na área;
  • Quinto Desafio: gerenciar crise junto à população e aos profissionais envolvidos no complexo cenário de combate e prevenção de desastres;
  • Sexto Desafio: implementar uma Rede Nacional para o Desenvolvimento da Psicologia das Emergências e dos Desastres no país, ao nível de graduação e pós-graduação.

*O método “ZOPP” - Planejamento de Projetos Orientado por Objetivos, auxilia na construção de um programa de formação em psicologia dos desastres, bem como estratégias de combate e prevenção de catástrofes sustentados em uma metodologia já muito testada e aprovada em diferentes países em desenvolvimento, servindo de apoio ao estudo do cenário dos desastres. www.zopp.com.br

objetivos para um programa de forma o investiga o em psicologia das emerg ncias e dos desastres
Objetivos para um Programa de Formação/Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres
  • Formar e capacitar psicólogos instrutores na área de prevenção e resposta aos desastres, através da transmissão sistemática de informação e desenvolvimento de novos saberes, para que este profissional se atualize sobre os conceitos, metodologias e aplicabilidades de conhecimentos específicos dos desastres;
  • Fomentar a aptidão do sujeito em identificar elementos teóricos de diferentes áreas da psicologia que sirvam para elaborar programas de ajuda para vítimas de desastres e para os profissionais que atuam e estão inseridos em estruturas sociais abaladas pelo evento, bem como para desabrigados e para o fortalecimento da estrutura e funcionamento das funções vitais de uma comunidade;
  • Desenvolver metodologias adequadas e participativas para um trabalho de suporte psicológico antes, durante e depois de desastre;
objetivos para um programa de forma o investiga o em psicologia das emerg ncias e dos desastres1
Objetivos para um Programa de Formação/Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres
  • Oferecer ao psicólogo treinamento em equipes multi- e interdisciplinares, ajudando a melhorar a eficiência dos programas de prevenção e resposta aos desastres, diminuindo a vulnerabilidade das comunidades;
  • Capacitar o psicólogo a formar instrutores em todos os níveis da sociedade, servindo este como agente multiplicador para o gerenciamento de crises na área de prevenção e resposta aos desastres.
compet ncias
Competências
  • Exercitar um saber psicológico científico aplicado de natureza multidimensional;
  • Apresentar características de formação generalista, com base no enfoque da prevenção da saúde em contextos psicossociais, clínico-hospitalar, como em contextos organizacionais para a minimização do impacto dos desastres;
  • Promover a recuperação, fortalecimento e manutenção da qualidade de vida das comunidades;
  • Utilizar capacidade emocional, cognitiva e técnica para desenvolver certas habilidades na área de Psicologia das Emergências e dos Desastres.
habilidades necess rias
Habilidades Necessárias
  • Identificar e analisar as necessidades de natureza psicológica, diagnosticar e desenvolver projetos, planejar e intervir adequadamente, com base teórica e de acordo com a população-alvo;
  • Selecionar e utilizar métodos psicológicos para a prevenção e combate dos efeitos dos desastres;
  • Avaliar, diagnosticar e atender aos problemas humanos de ordem cognitiva, comportamental, afetivo-emocional e de somatização, em diferentes contextos;
  • Dominar procedimentos técnicos e utilizar modelos de intervenção psicológica (individual-grupal);
habilidades necess rias1
Habilidades Necessárias
  • Coordenar e manejar processos grupais, considerando as diferenças de cultura, formação e de valores de seus integrantes;
  • Desenvolver análises multidimensionais sistematizadas;
  • Analisar o campo de atuação profissional e seus novos desafios;
  • Cooperar profissionalmente com equipes nas atividades relacionadas à recuperação do cenário afetado, a curto-médio e longo prazo, para reduzir o impacto futuro de um desastre.
slide18

Perspectivas de Formação/Investigação em Psicologia das Emergências e dos Desastres

  • História da Psicologia dos Desastres
  • Ética profissional
  • Estudo sobre Grupos (cultura)
  • Teoria de Campo de Kurt Lewin
  • Teoria de Behavior Setting
  • Training: Simulação x Realidade
  • Mapeamento, Análise e Comunicação do Risco
  • Análise e Processamento de Informação
  • Mecanismos de Defesa
  • Teorias de Estresse e de Coping
  • Estresse Pós-traumático
  • Debriefing, Defusing
  • Mapeamento Comportamental
  • Tomada de Decisão
  • Teoria da Ação
  • Comportamento Seguro
  • Psicopatologias
  • Psicotraumatologia
  • Psicoterapia Integrativa de Atenção às Vítimas
  • Metodologias Qualitativa e Quantitativa
slide19

Sugestões de Temas Interdisciplinares

  • Definições de Emergência e Desastre
  • Taxonomia dos Desastres
  • Aparato de Combate e Prevenção de Desastres
  • Vulnerabilidade
  • Trânsito: Transporte de Cargas Perigosas
  • Sistemas Redundantes de Vigilância
  • Sistema de Saúde
  • Sistema Brasileiro de Defesa Civil
  • Emergências Sociais: Intervenções na Vida Diária e nos Eventos
  • Comunidades mais Seguras e Cultura Preventiva
  • Planejamento Estratégico: Método ZOPP
  • Políticas de Desenvolvimento Sustentável
  • Políticas Públicas de Prevenção e Atendimento à Situações de Emergência e Desastre
  • Rede Nacional para Desenvolvimento da Psicologia das Emergências e dos Desastres
  • Perspectivas de Investigação na área dos Desastres na América Latina
slide20

Prof. Dr. Pitágoras José Bindé

Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN – Natal – RN

Email: pitagorasjosebinde@hotmail.com

Endereço para Correspondência:Caixa Postal 1564 (Campus UFRN)

CEP: 59078-970 Natal – RN – Brasil.