rede do modelo osi n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Rede do Modelo OSI PowerPoint Presentation
Download Presentation
Rede do Modelo OSI

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 9
leila-marsh

Rede do Modelo OSI - PowerPoint PPT Presentation

68 Views
Download Presentation
Rede do Modelo OSI
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Rede do Modelo OSI Trabalho elaborado por: -Daniel Nº26 -André Nº3

  2. A camada de rede do modelo OSI é responsável por controlar a operação da rede de um modo geral. As suas principais funções são o roteamento dos pacotes entre fonte e destino, mesmo que estes tenham que passar por diversos nós intermediários durante o percurso, o controlo de congestionamento e a contabilização do número de pacotes ou bytes utilizados pelo usuário, para fins de tarifação. • O principal aspecto que deve ser observado nessa camada é a execução do roteamento dos pacotes entre fonte e destino, principalmente quando existem caminhos diferentes para conectar entre si dois nós da rede. Definição da camada de rede de OSI

  3. Essa camada é usada quando a rede possui mais de um segmento e, com isso, há mais de um caminho para um pacote de dados percorrer da origem ao destino. • Em redes de longa distância é comum que a mensagem chegue do nó fonte ao nó destino passando por diversos nós intermediários no meio do caminho e é tarefa do nível de rede escolher o melhor caminho para essa mensagem.

  4. IP-Recebe segmentos de dados da camada de transporte e os encapsula em datagramas, é um protocolo não confiável por não exigir confirmação. Alguns protocolos utilizados

  5. ICMP-é um protocolo integrante do Protocolo IP, definido pelo RFC 792, e utilizado para fornecer relatórios de erros à fonte original. Qualquer computador que utilize IP precisa aceitar as mensagens ICMP e alterar o seu comportamento de acordo com o erro relatado. Os gateways devem estar programados para enviar mensagens ICMP quando receberem datagramas que provoquem algum erro.

  6. ARP- é um protocolo usado para encontrar um endereço da camada de enlace (Ethernet, por exemplo) a partir do endereço da camada de rede (como um endereço IP). O emissor difunde em broadcast um pacote ARP contendo o endereço IP de outro host e espera uma resposta com um endereço MAC respectivo. Cada máquina mantém uma tabela de resolução em cache para reduzir a latência e carga na rede. O ARP permite que o endereço IP seja independente do endereço Ethernet, mas apenas funciona se todos os hosts o suportarem.

  7. RARP-associa um endereço MAC conhecido a um endereço IP. Permite que os dispositivos de rede encapsulem os dados antes de enviá-los à rede. Um dispositivo de rede, como uma estação de trabalho sem disco, por exemplo, pode conhecer seu endereço MAC, mas não seu endereço IP. O RARP permite que o dispositivo faça uma solicitação para saber seu endereço IP. Os dispositivos que usam o RARP exigem que haja um servidor RARP presente na rede para responder às solicitações RARP.

  8. IGMP-é um protocolo participante do protocolo IP e sua função é controlar os membros de um grupo de multicast IP, gerenciando os grupos de multicast controlando a entrada e a saída de hosts deles. • Este protocolo pode ser utilizado para aproveitar melhor os recursos de uma rede de modo a informar roteadores a enviar o multicast apenas para os hosts pertencentes aos grupos. Pode ser usado para jogos em rede ou distribuição de vídeo pela rede. • Por questões de segurança, pode ser desativado pois pode permitir alguns ataques.

  9. Tráfego direção ao destino final • Dirigindo; lógico endereços de rede e serviços endereços • Encaminhamento de funções; descoberta e seleção de rotas • Comutação de pacotes • Controle de sequencia de pacotes • Detecção de erro End-to-end dos dados (a partir do emissor para o receptor de dados). • Controle de congestionamento • Controle de fluxo • Portal de serviços Exemplos de aplicação