Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Radiologia Odontol gica PowerPoint Presentation
Download Presentation
Radiologia Odontol gica

Radiologia Odontol gica

454 Views Download Presentation
Download Presentation

Radiologia Odontol gica

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

    1. Radiologia Odontolgica Prof. Gustavo Arajo Rezende gustavoaraujor@netsite.com.br www.odontologiainfantil.odo.br

    2. Wilhelm Conrad Rntgen Descobridor do raio x Nascido em 27 de maro de 1845 na pequena provncia de Lennep Faleceu em 1923 vtima de um tumor maligno no duodeno, possivelmente devido a grande quantidade de radiao recebida nesta regio em virtude de seus estudos com raio x

    4. A primeira radiografia foi realizada no dia 08 de novembro de 1895. Neste dia, Roentgen ps a mo esquerda de sua esposa Anna Bertha Roentgen no chassi, com filme fotogrfico, fazendo incidir a radiao oriunda do tubo, por cerca de 15 minutos. Revelado o filme, l estavam, para confirmao de suas observaes, a figura da mo de sua esposa e seus ossos dentro das partes moles menos densas.

    6. 1 Radiografia Odontolgica Em 22 de novembro de 1895 o Dr Otto Walkhoff realizou a primeira radiografia dentria da sua prpria boca, utilizando uma placa fotogrfica de vidro envolta em papel preto; submeteu-se a uma exposio de 25 minutos.

    7. Filme Odontolgico Em 1896 o Dr W.J. Morton (NY) fez a primeira radiografia dentria com filme radiogrfico em rolo. Em 1913 foi criado o primeiro filme emulsionado em uma s face com nitrato de celulose (Kodak). Em 1919 surge um filme com folha de chumbo, envelope e cantos arredondados.

    8. 1923 filme com duas velocidades: regular e extra-rpido 1924 - foi introduzida a base de acetato de celulose. 1926 filme bite-wing. 1960 filme com base de polister. 1967 Poly-Soft X-Ray Film Packed (envelope confortvel).

    9. Produo de Raio X Os raios x so produzidos pela energia de converso, quando um eltron com alta energia cintica, proveniente de um filamento, colide com o nodo.

    10. Propriedades dos Raios X Propaga em linha reta Velocidade de 300.000 km/s divergente No sofre influncia de campos eltricos e magnticos Sensibiliza chapas fotogrficas

    11. Propriedades dos Raios X Penetra em corpos opacos No sofre em condies normais reflexo e refrao Produz ionizao nos sistemas biolgicos Produz fluorescncia e fosforescncia em diversas substncias

    12. Aparelhos de Raio X Raios X so produzidos, quando eltrons so acelerados, num meio no qual feito o vcuo e so freados bruscamente contra um alvo ou anteparo Gerador de eltrons Acelerador de eltrons Alvo ou anteparo

    13. Gerador de Eltrons A passagem de corrente eltrica de altas-tenses, atravs de tubos ou ampolas de vidro contendo no seu interior diferentes gazes produzia efeitos luminosos, quando se conseguia uma atmosfera cada vez mais rarefeita. A ionizao parcial dos restos de gs propiciava os eltrons necessrios para a produo de raio x.

    14. Gerador de Eltrons Os ons positivos eram atrados para o plo negativo e, com suficiente energia, liberavam eltrons do metal do ctodo.

    15. Acelerador de eltrons Nos aparelhos de raio x os transformadores de tenses criam um campo eltrico entre o ctodo e o nodo (alvo) fazendo com que os eltrons se acelerem em direo ao alvo.

    16. Alvo ou Anteparo O alvo (rea focal) a regio onde os eltrons iro se chocar para serem freados, originando assim o raio x. A rea focal deve ter 3 requisitos: Alto nmero atmico Alto ponto de fuso Bom condutor de calor

    17. O tungstnio satisfaz os dois primeiros requisitos. z= 74 Pf= 3.370C Para conduzir o calor utilizou-se um bloco de cobre e na face angular foi colocado uma pastilha de tungstnio.

    19. Aparelho de Raio X odontolgico Os aparelhos odontolgicos encontrados no mercado so fabricados visando principalmente menor custo e adaptao s salas onde sero instalados os consultrios. No geral so de quilovoltagem e miliamperagem fixas KVp 50 70 mA 7 10

    20. So dotados de um marcador de tempo eletrnico, cujo painel de comando apresenta uma chave seletora, atravs do qual feito a seleo do tempo de exposio. Possuem um dispositivo sonoro que permanece em funcionamento durante a exposio indicando ao profissional que o aparelho est em funcionamento.

    21. Componentes do Aparelho Base: Fixa ou mvel Corpo: Autotransformador Estabilizador de corrente Regulador de voltagem Regulador de miliamperagem Marcador de tempo Voltmetro Ampermetro Seletores de KV e mA

    22. Brao articular: Permite os movimentos do cabeote Cabeote: Transformadores de alta e baixa-tenso Filtro adicional de alumnio Diafragma de chumbo Localizadores (cilindros)