qu mica dos n o metais n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Química dos não-metais PowerPoint Presentation
Download Presentation
Química dos não-metais

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 32

Química dos não-metais - PowerPoint PPT Presentation


  • 103 Views
  • Uploaded on

Química dos não-metais. Hanneli Carolina Andreazzi Tavante – 14449 Antonio Ribeiro Alves Júnior – 13305. Introdução. Esta apresentação visa à introdução de alguns aspectos da química descritiva para o estudo sistemático de elementos não-metálicos.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Química dos não-metais' - gad


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
qu mica dos n o metais

Química dos não-metais

Hanneli Carolina Andreazzi Tavante – 14449

Antonio Ribeiro Alves Júnior – 13305

introdu o
Introdução
  • Esta apresentação visa à introdução de alguns aspectos da química descritiva para o estudo sistemático de elementos não-metálicos.
  • A importância do estudo de tais elementos dá-se pelo fato de os mesmos formarem compostos comercialmente importantes e indispensáveis à vida.
t picos a serem abordados
Tópicos a serem abordados
  • 1. Conceitos gerais;
  • 2. Hidrogênio;
  • 3. Os gases nobres (Grupo 8A);
  • 4. Elementos do grupo 7A - halogênios
  • 5. Elementos do grupo 6A - calcogênios
  • 6. Nitrogênio;
  • 7. Elementos do grupo 5A;
  • 8. Elementos do grupo 4A;
  • 9. Boro;
  • 10. Referências bibliográficas;
conceitos gerais
Conceitos gerais
  • A divisão dos elementos em metais, metalóides e não-metais relaciona-se com as tendências das propriedades de cada elemento.
  • Dentre os não-metais, a habilidade de um átomo formar ligações π é um fator importante na determinação de sua estrutura.
slide5
Por exemplo,

SiO2 possui apenas ligações simples, enquanto CO2 possui ligações duplas.

hidrog nio
Hidrogênio
  • O nome hidrogênio foi designado ao respectivo elemento pelo químico francês Lavoisier. Do grego, hydro (água), gennao (produzir) “aquele que produz água”.
  • De fato, o hidrogênio é o elemento mais abundante do universo. Porém, constitui apenas 0,87% da massa da Terra. A maior parte encontra-se associada ao oxigênio.
  • Possui três isótopos: prótio, deutério e trítio.
algumas propriedades do hidrog nio
Algumas propriedades do hidrogênio
  • Não é membro de família alguma na tabela periódica.
  • À temperatura ambiente, existe na forma de H2, um gás incolor. A molécula é rapidamente ativada por calor, irradiação ou catálise.
  • Átomos de hidrogênio são muito reativos, podendo formar ligações covalentes fortes com muitos elementos.
  • Uma pequena quantidade de H2 é suficiente para tornar o ar explosivo. O hidrogênio pode ser usado como combustível para foguetes.
slide8
Quando se necessita de H2 em pequenas quantidades, geralmente pode-se obtê-lo através da reação:
  • Sendo H2 insolúvel, ele pode ser coletado como no esquema abaixo:
slide9
O hidrogênio também é indispensável para o processo de Haber (síntese da amônia):
  • O hidrogênio reage podendo formar:
    • Hidretos iônicos (hidrogênio reage com metais alcalinos e alcalino-terrosos mais pesados);
    • Hidretos metálicos (H reage com metais de transição);
    • Hidretos moleculares (H reage com não metais ou semimetais);
os gases nobres grupo 8a
Os gases nobres (Grupo 8A)
  • Os elementos do grupo 8A são quimicamente não reativos. São todos gases à temperatura ambiente e possuem altas energias de ionização.
  • Sendo estáveis, apenas reagirão sob condições rigorosas. A formação de ligações covalentes necessitará de um nível de valência expandido. A tabela a seguir traz alguns exemplos:
elementos do grupo 7a halog nios
Elementos do Grupo 7A - halogênios
  • A maioria dos halogênios apresenta afinidade eletrônica muito negativa, existindo do estado de oxidação -1. Outros podem exibir nox até +7, combinando-se com O, por exemplo.
  • Em condições normais, existem como moléculas diatômicas, mantidas por forças de London.
  • A tabela a seguir traz algumas informações:
slide13
Na prática, por exemplo, F2 não pode ser feito por oxidação eletrolítica de soluções aquosas porque a água é oxidada mais rapidamente do que F-. O que se faz é oxidar-se KF em HF anidro:
utiliza o dos halog nios
Utilização dos halogênios
  • O flúor é importante na composição de fluorcarbonetos (refrigerantes, lubrificantes e plásticos).
  • Grande parte da produção de Cl2 é utilizada na fabricação de compostos orgânicos, tais como o cloreto de vinila,C2H3Cl, essencial para a fabricação do polivinil (PVC).
  • O sal iodado fornece a pequena quantidade de iodo indispensável à alimentação.
slide15
Todos os halogênios são estáveis formando ligações com o hidrogênio. A maneira mais importante para prepará-los é através da reação de um sal do mesmo haleto com um ácido não-volátil forte:
  • Os haletos de hidrogênio formam soluções halídricas com a água. Essas exibem propriedades características dos ácidos.
slide16
Compostos inter-halogênios são aqueles formados por átomos de halogênios diferentes, como o CIF.
  • Tais compostos terão como átomos centrais Cl, Br ou I, circundados por 3, 5 ou 7 átomos de flúor.
elementos do grupo 6a calcog nios
Elementos do Grupo 6A - calcogênios

O oxigênio

  • Oxigênio significa “formador de ácido”. É o elemento mais abundante na crosta terrestre e também no corpo humano.
  • Possui dois alótropos: O2 e O3 (ozônio).
  • Um método comum para preparar O2 consiste em:
slide18
O ozônio é um gás azul claro que pode causar irritação aos olhos e vias respiratórias dos seres humanos.
  • Atualmente vem sendo usado para o tratamento de água, em substituição ao cloro.
  • Também é utilizado no preparo de medicamentos e para romper ligações duplas entre dois carbonos.
slide19
O estado de oxidação -2 é o mais comum ao oxigênio. Os não-metais formam ácidos covalentes. Geralmente combinam-se com a água formando oxiácidos. Por exemplo:
  • A reação acima é responsável pela formação de chuva ácida.
  • Os óxidos que reagem com água para formar ácidos são denominados anidridos ácidos. Ao contrário destes, os muitos óxidos metálicos, que reagem em água formando hidróxidos, são denominados anidridos básicos.
slide20
Ainda no grupo 6A, há os elementos enxofre, selênio, telúrio e polônio. O estado de oxidação -2 permite que atinjam a configuração eletrônica de um gás nobre. Com níveis de valência expandidos, podem ser encontrados até em estados de oxidação positivos de +6 (SF6, por exemplo).
  • Para obtenção de enxofre, utiliza-se o processo Frasch, dado o baixo ponto de fusão e a baixa densidade do elemento. Água superaquecida funde o S, e ar comprimido força o enxofre para cima até que chegue à superfície:
nitrog nio

Descoberto em 1772 pelo escocês Daniel Ruthenford

78% do volume da atmosfera terrestre é N2

Ponto de fusão -210C

Ponto de ebulição -196C

Configuração eletrônica : [He]2s2 2p3

Nitrogênio
nitrog nio1
Nitrogênio
  • NaNO3 e KNO3

Outras formas de se encontrar o nitrogênio são os compostos naturais salitre da Índia (KNO3), e salitre do Chile (NaNO3)

C12H22O11 + KNO3 CO2 + H2O + N2 + K2CO3 + KOH

nitrog nio2
Nitrogênio

N2H4

N2

NH3

amônia

NO

NO2

HNO3

NH4+

NO2-

NO3-

carbono

Elementos do Grupo 4A

Carbono
  • Constituinte de

apenas 0,027% da

crosta terrestre

  • Grande parte

como CaCO3

  • Apresenta-se em

três alótropos:

    • Grafite
    • Diamante
    • Fulerenos
slide27
Óxidos de Carbono
  • Monóxido de Carbono – CO
    • 2 CO + O2 → 2 CO2
    • Fe3O4 + 4 CO → 3 Fe + 4 CO2
  • Dióxido de carbono – CO2
    • Grande uso como refrigerante
    • Outro uso importante na fabricação de soda (carbonato de sódio) e bicarbonato de sódio
slide29
Silício
  • Segundo elemento mais abundante na crosta terrestre
  • Encontrado na forma SiO2 e outros mineirais silicatos
  • Características semicondutoras

Silício elementar

slide30
Silício – Silicatos
  • São compostos constituídos de um átomo de Si rodeados por átomos de O
  • Compõem mais de 90% da crosta terrestre
  • Exemplos:
    • Si2O76-, SiO44-

Mg3Al(SiO4)3

slide31
Boro
  • Único não-metal de seu Grupo 3A
  • Ponto de fusão: 2.300oC
  • Configuração eletrônica: [He] 2s2 2p2
  • Boranos: BH3, B2H6

Amostra de Boro

refer ncias bibliogr ficas
Referências bibliográficas
  • BROWN. Química, a ciência central. Pearson, Prentice Hall. São Paulo, 2007.
  • http://www.quimlab.com.br/
  • http://www.nakka-rocketry.net/