conhecimento e inova o nas empresas renata l bre la rovere n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Conhecimento e Inovação Nas Empresas Renata Lèbre La Rovere PowerPoint Presentation
Download Presentation
Conhecimento e Inovação Nas Empresas Renata Lèbre La Rovere

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 18

Conhecimento e Inovação Nas Empresas Renata Lèbre La Rovere - PowerPoint PPT Presentation


  • 71 Views
  • Uploaded on

Conhecimento e Inovação Nas Empresas Renata Lèbre La Rovere. Conceitos para aglomerações espaciais (Markusen 1996). Distritos italianos: distritos industriais com um elevado nível de cooperação e competição por diferenciação

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Conhecimento e Inovação Nas Empresas Renata Lèbre La Rovere' - edana


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
conceitos para aglomera es espaciais markusen 1996
Conceitos para aglomerações espaciais (Markusen 1996)
  • Distritos italianos: distritos industriais com um elevado nível de cooperação e competição por diferenciação
  • Distritos centro-radiais: ocorrem quando uma ou várias empresas de grande porte estabelecem relações com grupos de MPMEs

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

conceitos para aglomera es espaciais
Conceitos para aglomerações espaciais
  • Plataformas satélite: aglomerações de filiais de empresas transacionais que produzem para exportar
  • Distritos ancorados pelo Estado: aglomerações de empresas dominadas por grandes empresas e instituições públicas, onde a decisão de localização segue critérios políticos

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

compara o entre aglomera es espaciais
Comparação entre aglomerações espaciais

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

compara o entre aglomera es espaciais1
Comparação entre aglomerações espaciais

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

aprendizado em arranjos produtivos locais britto
Aprendizado em Arranjos Produtivos Locais (Britto)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

aprendizado em arranjos produtivos locais britto0
Aprendizado em Arranjos Produtivos Locais (Britto0

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

conclus es britto 2004
Conclusões Britto (2004)
  • Diferentes tipos de arranjos produtivos locais envolvem diferentes processos de aprendizado
  • Elementos a considerar: Características do arranjo; conformação institucional; desenvolvimento de recursos humanos; aprendizado formal e informal
  • Importância de mais estudos empíricos

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

mytelka e farinelli
Mytelka e Farinelli
  • Clusters podem ser: informais ou espontâneos; organizados; e inovativos
  • Clusters inovativos têm presença de empresas grandes
  • Grau de cooperação varia de acordo com o tipo
  • Cultura de cooperação não é suficiente para desenvolvimento do cluster
  • Instituições não podem ser criadas da noite para o dia, têm trajetória específica

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

mytelka e farinelli1
Mytelka e Farinelli

Clusters geram sistemas de inovação na presença das seguintes condições:

  • Ampliação da base de conhecimento local
  • Diversificação dos ativos de conhecimento dentro das empresas
  • Transformar conhecimento tácito em vantagem competitiva

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 1999 2000
Paci e Usai (1999,2000)

Objetivos:

Estimar o impacto da aglomeração espacial na capacidade de inovação, da indústria local considerando as externalidades envolvidas tanto pelo grau de especialização quanto pela diversidade

Discutir economias de especialização e economias de diversidade, utilizando análise empírica econométrica a partir da base de dados sobre distritos industriais italianos (fonte: wwww.crenos.unica.it)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 1999 20001
Paci e Usai (1999,2000)
  • Externalidades podem ser divididas em externalidades ligadas à produção e externalidades tecnológicas (Paci e Usai, 2000)
  • Externalidades ligadas à produção:
  • De localização: compartilhamento de infra-estrutura comum
  • Pecuniárias: associadas a preços de insumos, equipamentos e mão de obra

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 1999 20002
Paci e Usai (1999,2000)
  • Externalidades tecnológicas: advêm do compartilhamento de tecnologia
  • Externalidades tecnológicas mais importantes para o processo de criação e difusão de conhecimento: economias de especialização e economias de diversidade
  • Economias de especialização: quando a especialização de uma região favorece o desenvolvimento de competências para a inovação
  • Economias de diversidade: quando a diversidade do ambiente de uma região estimula a criatividade

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 2000
Paci e Usai (2000)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 20001
Paci e Usai (2000)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 20002
Paci e Usai (2000)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 20003
Paci e Usai (2000)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ

paci e usai 20004
Paci e Usai (2000)

Grupo Inovação – Instituto de Economia da UFRJ