Catástrofes Naturais - PowerPoint PPT Presentation

cera
cat strofes naturais n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Catástrofes Naturais PowerPoint Presentation
Download Presentation
Catástrofes Naturais

play fullscreen
1 / 20
Download Presentation
128 Views
Download Presentation

Catástrofes Naturais

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Catástrofes Naturais • Escola Secundária Morgado Mateus

  2. Trabalho realizado por: Dani Vidal Nº6 David Marcelino Nº7 Daniel Varandas Nº10 Luís Lameirão Nº11 • Área disciplinar não Curricular: Área de projecto • Professora: Silvina Guerra

  3. Introdução • Como sabemos, nunca o homem, como hoje, precisou tanto da natureza, e dos recursos, para conseguir satisfazer as suas necessidades. • No entanto, apesar de sabermos que a maioria dos recursos são limitados, continuamos a consumi-los cada vez mais, levando a uma destruição e degradação da natureza e do planeta. • Essa destruição provoca, entre outras coisas: alterações do equilíbrio do planeta, como o aumento da temperatura e o aumento do nível médio das águas do mar. • Assim, cada vez mais assistimos a notícias de catástrofes naturais. O nosso trabalho é sobre essas noticias e as consequências que essas catástrofes trazem para o homem e para os locais onde moram.

  4. O que são catástrofes naturais? • Catástrofes Naturais são fenómenos realizados pela Natureza que, frequentemente, provocam enormes destruições materiais e também a perda de muitas vidas humanas, ainda havendo algumas destruições que alteram a superfície terrestre ( da terra). • Exemplos: Secas Furacões Vulcões Sismos Onda de calor Tsunamis Cheias Onda de frio Terramotos

  5. O que são furacões • O furacão é uma poderosa tempestade que produz ventos extremamente rápidos. Na realidade, o furacão é um ciclone (uma depressão) de forte intensidade. Quando o furacão alcança o continente, ele provoca chuvas torrenciais de grande intensidade num curto intervalo de tempo.


  6. Furacão Katrina • O Furacão Katrina foi um grande furacão, uma tempestade tropical que alcançou a categoria 5 da Escala de Furacões de Saffir-Simpson. Os ventos do furacão alcançaram mais de 280 quilómetros por hora, e causaram grandes prejuízos na região litoral do sul dos Estados Unidos. O furacão passou pelo sul da Flórida, causando dois bilhões de dólares de prejuízo e seis mortes directas. Foi a 11ª tempestade de 2005 a receber nome, sendo o quarto entre os furacões. O Furacão Katrina causou aproximadamente mil mortes, sendo um dos furacões mais destrutivos a ter atingido os Estados Unidos. O furacão paralisou muito da extracção de petróleo e gás natural dos Estados Unidos.

  7. O que são secas • A seca é uma catástrofe natural com propriedades bem características e distintas dos restantes tipos de catástrofes. De uma maneira geral é entendida como uma condição física transitória caracterizada pela escassez de água, associada a períodos extremos de reduzida precipitação, mais ou menos longos, com repercussões negativas significativas nos ecossistemas e nas actividades sócio-económicas.

  8. Secas na Amazonia • Embora o ano ainda não tenha terminado, a seca de 2010 na Amazónia pode ultrapassar a de 2005 como a mais grave da região nas últimas quatro décadas, segundo cientistas do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). • O nível do rio Solimões atingiu a maior baixa histórica no Oeste do Amazonas, enquanto em Manaus, o rio Negro se aproxima do nível de 1963, o mais baixo em um século. Mesmo que a previsão não seja confirmada, a floresta já terá registrado três estiagens extremas em 12 anos: 1998, 2005 e 2010. De acordo com os pesquisadores, a seca actual é diferente de tudo o que já se viu.

  9. O que são sismos • Um sismo é um fenómeno natural resultante de uma rotura mais ou menos violenta no interior da crosta terrestre, correspondendo à libertação de uma grande quantidade de energia, e que provoca vibrações que se transmitem a uma vasta área circundante.

  10. Sismo do Haiti O sismo do Haiti de 2010 foi um terramoto catastrófico que teve o seu epicentro na parte oriental da península de Tiburon, a cerca de 25 km da capital haitiana, Porto Príncipe, e foi registado às 16h53m10s do horário local (21h53m10s UTC), na terça-feira, 12 de Janeiro de2010. O abalo alcançou a magnitude 7,0 Mw e ocorreu a uma profundidade de 13 km (8,1 mi). O Serviço Geológico dos Estados Unidos registou uma série de pelo menos 33 réplicas sismológicas, 14 das quais eram de magnitude 5,0Mw a 5,9Mw.O Comité Internacional da Cruz Vermelha estima que cerca de três milhões de pessoas foram afectadas pelo sismo o Ministro do Interior do Haiti, Paul AntoineBien-Aimé, antecipou em 15 de Janeiro que o desastre teria tido como consequência a morte de 100 000 a 200 000 pessoas.

  11. Sismo de 4,1próximo de Souzel “Portugal registou hoje, sábado, um tremor de terra de 4,1 na escala de Richter, com epicentro a cerca de seis quilómetros a Leste da vila alentejana de Sousel, no distrito de Portalegre, informou o Instituto de Meteorologia. Segundo o comunicado do Instituto de Meteorologia (IM), o sismo foi registado às 13:37. O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora afirmou à Lusa que o sismo foi sentido em várias localidades do distrito, nomeadamente em Évora, Estremoz, Vila Viçosa, Arraiolos e Borba. • Na passada segunda feira, Portugal registou um sismo de 3,5 graus na escala de Richter, sentido em Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Leiria, Coimbra, Guarda, Évora, Viseu  e Setúbal.”

  12. O que são vulcões • Vulcões são pequenas estruturas, ou aberturas que uma montanha tem, e que em alguns momentos saem gases, fogo (em estado sólido) e lavas. 

  13. Nuvem de cinzas do vulcão da Islândia. • “Depois de seis dias de erupção, a nuvem de cinzas do vulcão na Islândia provocou um cenário desolador na região. Os enviados especiais Flavio Fachel e Orlando Moreira mostram como está a vida dos moradores do local. • O vento forte voltou. E o povoado, mais uma vez, teve que enfrentar a nuvem gigante de cinzas que sai sem parar da boca do vulcão. Flávio Fachel foi até o único caminho que leva ao lugar. E, de perto, a nuvem é assustadora. A estrada quase que desaparece, de repente. O cheiro é forte, e não é possível ficar muito tempo fora do carro. • A nuvem de cinzas vulcânicas cobriu a maior parte da Europa e atingiu o Canadá, no continente americano. • A quantidade de fumaça começa a dar sinais de que está diminuindo. Nesta segunda-feira (19), a nuvem que sai do topo da montanha atingiu três mil metros, bem mais baixo do que na semana passada, quando chegou a quase dez mil metros de altitude.”

  14. O que são cheias • As cheias são fenómenos naturais extremos e temporários, provocados por precipitações moderadas e permanentes ou por precipitações repentinas e de elevada intensidade. Este excesso de precipitação faz aumentar o caudal dos cursos de água, originando o extravase do leito normal e a inundação das margens e áreas circunvizinhas.

  15. Cheias na Madeira • “No dia 20/02/10 terríveis cheias assolaram a Região Autónoma da Madeira, causando vários mortes, dezenas de desalojados e milhares de euros em prejuízo. O Presidente do Governo Regional da Madeira, o eterno Alberto João Jardim, afirmou que a prioridade é “tratar dos vivos” e “alojar quem perdeu a casa” no temporal que assolou a ilha, quase que citando o Marquês de Pombal aquando do terramoto de 1755.”

  16. O que são tsunamis • Tsunami são ondas gigantes, com um poder devastador, pois trata-se de um deslocamento maciço de água do oceano para o espaço territorial. Ela invade em questão de minutos a costa e, desse modo, não permite que as pessoas se salvem. A velocidade da onda é tão grande, que é capaz de destruir casas e muitas outras construções.

  17. Tsunami na Indonésia • A República da Indonésia é um país situado no sudeste asiático, próximo da Austrália e demais ilhas da Oceânia. O país é composto por arquipélagos e parte ocidental da Nova Guiné. Em 2004, o país já havia sofrido um grande tsunami, catástrofe natural que se repetiu em Outubro de 2010. • No dia 26 de Outubro de 2010, um terramoto havia atingido o país numa magnitude de 7,7, seguido, posteriormente, de novos tremores na escala de 6,2. Os tremores geraram um alerta de tsunami que atingiu as Ilhas Mentawai.

  18. O que são terramotos • O terremoto é um abalo violento do solo que dura de 1 a 2 minutos. O chão começa a tremer e provoca o desmoronamento de casas, os móveis caem e os vidros das janelas quebram. Em casos mais violentos os prédios desmoronam e as pontes são destruídas.

  19. Terremoto no Chile • “O terramoto de magnitude 8,8 que sacudiu o Chile no dia 27/02/2010 causou a morte de mais de 300 pessoas, informou a diretora do Escritório Nacional de Emergência. • Mais cedo, a presidente chilena MichelleBachelet, havia dito que o desastre afetou de alguma maneira 2 milhões de pessoas. • O tremor foi sentido nos países vizinhos, inclusive no Brasil. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de São Paulo informaram que receberam chamados para verificar pequenos tremores em vários bairros da capital paulista.”

  20. Conclusão • A Catástrofe ambiental não é apenas uma vaga ameaça. • As catástrofes são tão ameaçadoras que todas as pessoas começam a compreender que têm de ajudar se quiserem salvar-se