avalia o da idade gestacional click aqui l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Avaliação da Idade Gestacional (CLICK AQUI) PowerPoint Presentation
Download Presentation
Avaliação da Idade Gestacional (CLICK AQUI)

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 48

Avaliação da Idade Gestacional (CLICK AQUI) - PowerPoint PPT Presentation


  • 569 Views
  • Uploaded on

Avaliação da Idade Gestacional (CLICK AQUI). Orientador: Dr. Paulo R. Margotto Grupo: Juliana Tepedino Roberta Tallarico Túlio Gama Vinícius Riella Unidade de Neonatologia do HRAS/SES/DF www.paulomargotto.com.br. Avaliação da Idade Gestacional. Objetivo.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Avaliação da Idade Gestacional (CLICK AQUI)' - Sophia


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
avalia o da idade gestacional click aqui

Avaliação da Idade Gestacional (CLICK AQUI)

Orientador: Dr. Paulo R. Margotto

Grupo: Juliana Tepedino

Roberta Tallarico

Túlio Gama

Vinícius Riella

Unidade de Neonatologia do HRAS/SES/DF

www.paulomargotto.com.br

avalia o da idade gestacional
Avaliação da Idade Gestacional

Objetivo

  • Avaliar o risco de morbi-mortalidade afim de proporcionar assistência adequada
  • Identificar e facilitar reconhecimento do RN quanto a relação entre seu peso de nascimento e idade gestacional para avaliar seu crescimento e desenvolvimento intra-uterino.
assist ncia ao rec m nascido
Assistência ao Recém – Nascido

Avaliação da Idade Gestacional

  • Peso / Idade Gestacional (IG)
  • Estima-se o risco de patologia / morte
  • IG : Concepção – Nascimento

( Inferido pela DUM )

Se desconhecida

Na Gestação Ao nascer

Fundo de útero ( Exame clínico-neurológico)

USG

avalia o da idade gestacional4
Avaliação da Idade Gestacional

Métodos de Avaliação da IG

Durante a gestação

  • DUM (regra de Naegele);
  • Medição de fundo uterino
  • Ultrassonografia (até 20 semanas);

Ao nascer

  • Se RN com IG >28 sem: Método de Capurro (subestimação da IG a partir da da 35ª sem);
  • Se RN <1500g: Método de Ballarde col,
  • Se RN for pré termo extremo (IG<26 sem.):

1. Valores do Perímetro Cefálico ao Nascer;

2. Longitude da Espinha Dorsal (LED).

avalia o da idade gestacional5
Avaliação da Idade Gestacional

Cálculo da Idade Gestacional pela DUM

  • Regra de Naegele:

Adicionar a data da DUM sete dias e somar nove meses (ou diminuir 3 meses)

Exemplo:

DUM: 02/08/2004

DPP: 09/05/2005 (40 sem)

Nascimento: 11/03/2005

IG: 29(31-2)+30+31+30+31+31+28+11=221

221 dividido por 7 = 31 semanas e 4 dias

assist ncia ao rec m nascido6
Assistência ao Recém – Nascido

Avaliação da Idade Gestacional

Data da Última Menstruação

- DUM desconhecida ou dúvida

- Ultra - som

( Maior precisão, quanto mais precoce)

- Exame físico neonatal

assist ncia ao rec m nascido7
Assistência ao Recém – Nascido

Avaliação da Idade Gestacional

Ultra - som

-Primeiras 12 semanas: Longitude céfalo- caudal

- 20 - 30 semanas: r = 0,98 +/- 4,2 dias

( DBP ) Campbell, 1969

- 20 - 40 semanas: r = 0,83

( DBP ) Levi e Erbsman, 1975

- 12 - 40 semanas: r = 0,99

( DBP )

- 12 - 29 semanas: 4,9 dias

- 30 - 34 semanas: 7 dias

- > 35 semanas: 9,8 dias

assist ncia ao rec m nascido8
Assistência ao Recém – Nascido

Avaliação da Idade Gestacional

Ao Nascer: Capurro (J Pediatr 1978; 93: 120)

Extremamente fácil

Pode ser realizado na sala de parto ( Método Somático)

Método Somático: 5 caracteres físicos

(r = 0,88 com a DUM) - Textura da Pele

- Forma da Orelha

- Glândula mamária

- Formação do mamilo

- Pregas Plantares

assist ncia ao rec m nascido9
Assistência ao Recém – Nascido

Avaliação da Idade Gestacional

Método Somático-Neurológico: -4 caracteres físicos

(r: 0,90 com a DUM) anteriores exceto formação

do mamilo

-2 caracteres neurológicos

- Sinal do Xale

- Posição da cabeça ao

levantar o RN

(r = 0,90 com Dubowitz -J Pediatr 1970;77:1)

(10 critérios neurológicos/11 critérios físicos)

avalia o da idade gestacional m todo de ballard
Avaliação da Idade GestacionalMétodo de Ballard
  • Para os RN com peso de nascimento abaixo de 1500 g, utiliza-se o método de Ballard e cl. modificado por Constantine e cl.
  • Constantine e cl. correlacionaram com a DUM 3 métodos clínicos na determinação da idade gestacional dos RN de baixo peso (critérios físicos, neurológicos e físicos e neurológicos, pelo método de Ballard e cl). Os autores observaram melhor correlação (0,81) com a idade gestacional obtida por critérios físicos.
avalia o da idade gestacional valores do per metro cef lico ao nascer
Avaliação da Idade GestacionalValores do Perímetro Cefálico ao nascer

CLAP- Centro

Latino Americano de Perinatologia e Desenvolvimento Humano

(OPS/OMS), 1991.

slide16

Avaliação da Idade Gestacional Longitude da Espinha Dorsal (LED) em mm (margem superior 1a vert. e margem inferior 12a vert. torácica)

Martell M e cl, 1997

avalia o da idade gestacional new ballard score nbs
Avaliação da Idade Gestacional: New Ballard Score (NBS)

O NBS é um método de avaliação da idade gestacional (IG) de recém-nascido (RN) através da análise de 6 parâmetros neurológicos (postura, ângulo de flexão do punho, retração do braço, ângulo poplíteo, sinal do xale, calcanhar-orelha) e 6 parâmetros físicos (pele, lanugo, superfície plantar, glândula mamária, olhos/orelhas, genital masculino, genital feminino), a cada um dos quais se atribui uma pontuação que na somatória determinará a estimativa da idade gestacional. Este é um método modificado da versão original sendo agregados alguns itens, permitindo assim a avaliação de RN com IG a partir de 20 semanas. A correlação entre o NBS e a IG calculada pela amenorréia é de 0,97; para o RN < 26 semanas, esta correlação foi mantida quando o método foi aplicado nas primeiras 12 horas de vida.

slide19

New Ballard

Critérios

Físicos (6)

avalia o da idade gestacional22
Avaliação da Idade Gestacional

Conceitos de Prematuridade

  • OMS – WHO 1950:

Todo RN vivo com peso de nascimento menor ou igual a 2500 g;

  • OMS – Comitê de Especialistas em Saúde Materno-infantil 1961:

RN de baixo peso é todo RN vivo com peso de nascimento inferior a 2500g;

  • Academia Americana de Pediatria(AAP) 1970:

RN vivo que nasce antes da 38ª semana de idade gestacional;

  • OMS atual:

Todo RN que nasce antes da 37ª

avalia o da idade gestacional23
Avaliação da Idade Gestacional

Classificação atual dos RN

  • Pré termo: nascidos vivos antes da 37ª semana;
  • Termo: nascidos vivos entre 37ª e 41ª semana e 6 dias;
  • Pós termo: nascidos vivos com 42ª semanas ou mais.
avalia o da idade gestacional24
Avaliação da Idade Gestacional

Classificação relacionando Peso e Idade Gestacional

  • PIG: abaixo do percentil 10;
  • AIG: entre os percentis 10 e 90;
  • GIG: acima do percentil 90.

Exemplo 01:

RN, 31 semanas e 4 dias, peso 1610g, 45 cm.

Conclusão: RN AIG

Assistência ao recém-nascido de risco, P.R. Margotto, 2002.

assist ncia ao rec m nascido25
Assistência ao Recém – Nascido

Classificação do RN

Importância:

  • Antecipação de problemas clínicos
  • Prognóstico de crescimento desenvolvimento
  • Busca inteligente de anomalia congênita inaparente

Qualifica o risco de morbimortalidade

assist ncia ao rec m nascido26
Assistência ao Recém – Nascido

Classificação do RN

AIG/PIG

Deprivação crônica intra-útero afeta a atividade oligodendrócita

Prematuros PIG< 1500g prognóstico favorável

se adequado suporte nutricional (2 primeiros anos)

RN de baixo peso PIG: menores e menos pesados aos 10 anos

AIG: supera desvantagens aos 5 anos

RN a termo PIG x AIG: diferença de peso, estatura, perímetro

cefálico desaparecem aos 18 meses

assist ncia ao rec m nascido27
Assistência ao Recém – Nascido

Classificação do RN

Importância

  • Disfunção hepatocelular nos primeiras 3 semanas (PIG)
  • Menor conteúdo mineral ósseo (PIG < percentil 3)
  • Menor percentagem de perda e menor tempo de perda de peso
slide28
Colestase associada a nutrição parenteral (CANP) em recém-nascidos pequenos para a idade gestacionalAutor(es): Daniel T. Robinson and Richard A. Ehrenkranz. Apresentação:Cynthia Bettini L. de C. Monteiro, Clarice de Menezes, Alberto Guerra Dias, Paulo R. Margotto
resultados
Resultados

Daniel T. Robinson and Richard A. Ehrenkranz, 2008

A Odds Ratio para o desenvolvimento de colestase quando o RN foi PIG foi de 3,3 (IC a 95%:

1,6-6,6)

assist ncia ao rec m nascido30
Assistência ao Recém – Nascido

Classificação do RN

Importância

- Aos 3 anos – PIG: peso e comp < p10 : 2 x

perimetro cefálico < p 10: 4x

- Aos 2 anos – 34% PIG < P3 – peso / comprimento

- 21% PIG sequela neurológica ( asfixia)

  • Idade Escolar – 30% PIG Deficiências de

linguagem e visumotor

9% AIG

Margotto,PR.Unid Neonatol HRAS/ESCS

avalia o da idade gestacional31
Avaliação da Idade Gestacional

Classificação relacionando Peso e Idade Gestacional

  • PIG: abaixo do percentil 10;
  • AIG: entre os percentis 10 e 90;
  • GIG: acima do percentil 90.

Exemplo 02:

RN, 40 semanas, peso 2000g, 45 cm.

Conclusão: RN PIG

Assistência ao recém-nascido de risco, P.R. Margotto, 2002.

avalia o da idade gestacional32
Avaliação da Idade Gestacional

Exemplo:

RN, 40 semanas, peso 2000g, 45 cm

Índice Ponderal:

IP= 2000 = 0,0219 x 100 = 2,19

(45)3

A

Conclusão: RN PIG Assimétrico

Assistência ao recém-nascido de risco, P.R. Margotto, 2002.

rn pig sim trico ip 2 40 ip para 38 semanas 2 39
RN PIG simétrico (IP=2,40)(IP para 38 semanas:2,39)

Aspecto clínico de PIG assimétrico

avalia o da idade gestacional37
Fatores de Risco:

Tabagismo;

HA crônica ou gestacional;

Gestação Múltipla;

Antecedentes de RCIU;

Infecções perinatais crônicas;

Anomalias Congênitas;

Ganho Ponderal Materno insuficiente;

Sangramento persistente no 2º trimestre;

Consumo de álcool;

Desnutrição Materna;

Avaliação da Idade Gestacional

Retardo do crescimento intra-uterino

slide38

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO FETAL

  • Crescimento da Placenta
avalia o da idade gestacional39
Avaliação da Idade Gestacional

Crescimento da placenta

  • Crescimento da placenta acontece até que seu peso chegue 300g (considerando

placenta sem cordão e membranas) e o feto pese 2300g, o que acontece após 36ª semana de gestação.

avalia o da idade gestacional40
Avaliação da Idade Gestacional

Crescimento da Placenta

RCIU e Peso da placenta

Placenta Adequada Placenta Grande

(P10 e P90) (>P 90)

Malformações Infecção congênita

Placenta Pequena

(<P10)

Insuficiência Placentária

assist ncia ao rec m nascido41
Assistência ao Recém – Nascido

Crescimento da Placenta

  • Margotto PR e cl ( 1999)

Anemia Materna e Placenta PIG (RR=3,90)

RN PIG com placenta PIG e DHEG ( RR=4,16)

RN GIG com placenta GIG e hipoglicemia ( RR= 10,2)

RN PIG com placenta AIG/GIG e infecção inespecífica (RR=1,6)

avalia o da idade gestacional42
Avaliação da Idade Gestacional

Exemplo:

IG 29 sem ao nascer

Depois de 12 semanas

IGpc: 41 semanas

IGc: 1 semana

Idade Gestacional Pós-Concepcional (IGpc)

e Corrigida (IGc)

consultem
Consultem:
  • TESE DE DOUTORADO (Centro Latinoamericano de Perinatologia e Desenvolvimento Humano-CLAP/ OPS / OMS, Montevideo, Uruguai) CRESCIMENTO INTRA-UTERINO: Percentis de peso, estatura e perímetro cefálico ao nascer de recém-nascidos únicos de gestações normais eAutor(es): Paulo R. Margotto
slide44
Margotto PR. (Click aqui)
  • [Intrauterine growth curves: study of 4413 single live births of normal pregnancies]
  • J Pediatr (Rio J). 1995 Jan-Feb;71(1):11-21. Portuguese.
slide45
Margotto PR.(Click aqui)
  • [Intrauterine growth curves: the use of local growth charts]
  • J Pediatr (Rio J). 2001 May-Jun;77(3):153-5. Portuguese. No abstract available.
slide46

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO FETAL

  •  Morbimortalidade Perinatal
  • (O reconhecimento pré-natal do desvio do crescimento )
  • Pré-requisito para reduzir a mortalidade fetal e neonatal
  • Prevenção ou redução do retardo físico ou mental
  • Ótimo peso ao nascer :
  • é aquele associado com a menor mortalidade
  • Curvas de crescimento aplicados a nossa população
  • (Social, cultural, ambiental que variam de uma sociedade a outra e de uma geração a outra ).
slide47

“ Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a influência libertadora da beleza do reino do espírito, para seu próprio prazer pessoal e para proveito da comunidade à qual seu futuro trabalho pertencer”

(Albert Einstein)

assist ncia ao rec m nascido48
Assistência ao Recém – Nascido

OBRIGADO PELA ATENÇÃO!