slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTE PowerPoint Presentation
Download Presentation
COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTE

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 59

COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTE - PowerPoint PPT Presentation


  • 167 Views
  • Uploaded on

COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTE. CIPA. Contexto Histórico. A Segurança começou a se desenvolver a partir da Revolução Industrial, na Inglaterra. A era das máquinas visando aumentar a produtividade. Aumento do índice de ocorrência de acidentes.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTE' - JasminFlorian


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

COMISSÃO INTERNA DE

PREVENÇÃO DE ACIDENTE

CIPA

slide2

Contexto Histórico

A Segurança começou a se desenvolver a partir da

Revolução Industrial, na Inglaterra

A era das máquinas visando aumentar a produtividade

Aumento do índice de ocorrência de acidentes

Baixa na produção devido a má adaptação do homem

ao trabalho

Além da adaptação do homem ao trabalho, o trabalho

deverá adaptar-se ao homem

Necessidade de um grupo que pudesse apresentar

sugestões para a correção de possíveis riscos de acidentes

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

legisla o trabalhista

Normas Regulamentadoras de

Segurança e Saúde no Trabalho

Legislação Trabalhista

São estas 33 NRs que compõem a portaria do MTE n.º 3214 vigente desde 06.07.78, relativas a Segurança e Medicina do Trabalho. Estas normas estão previstas no Cap V da CLT.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide4

Normas Regulamentadoras

NR.1 Disposições Gerais

NR.4 Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT

NR.5 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA

NR.6 Equipamento de Proteção Individual - EPI

NR.7 Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional PCMSO

NR.9 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais PPRA

LEGISLAÇÃO

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide5

NR.15 Atividades e Operações Insalubres

Normas Regulamentadoras

NR.16 Atividades e Operações Perigosas

NR.17 Ergonomia

NR.23 Proteção Contra Incêndios

NR.26 Sinalização de Segurança

LEGISLAÇÃO

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide6

Conscientização de SegurançA

Quantas vezes você pensa em segurança ao realizar um trabalho?

Quantas vezes você procura ver coisas que possam causar acidentes?

Você está disposto a investir um

pouco do seu tempo em segurança?

Conscientização de Segurançaé algoque se aprende. Significa tomar o tempo para analisar como tudo que está ocorrendo afeta a sua segurança e a saúde dos demais.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide7

O que é SESMT ?

Serviço Especializado em Medicina do Trabalho

É um Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho composto por um conjunto de medidas técnicas, educacionais, médicas e psicológicas, que objetiva a prevenção de acidentes, pela eliminação dos atos e condições inseguras encontradas no ambiente.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

dimensionamento do sesmt
Dimensionamento do SESMT

O dimensionamento do SESMT vincula-se ao Grau de Risco da Atividade Principal e ao número total dos empregados da empresa

Integram o SESMT

  • Engenheiro de Segurança do Trabalho
  • Médico do Trabalho
  • Enfermeiro do Trabalho
  • Técnico de Segurança do trabalho
  • Auxiliar de Enfermagem do Trabalho

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

atividades do sesmt
Atividades do SESMT

Suporte técnico a CIPA.

Avaliar e controlar riscos ambientais.

Inspecionar locais de trabalho.

Controle estatístico.

Aplicar NR

Prevenção

de

acidentes

Analisar e investigar acidente.

Realizar exames.

Especificar EPI

Emitir CAT

Palestras e treinamentosde conscientização de segurança

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

equipamento de prote o individual epi
Equipamento de Proteção Individual - EPI

Conforme NR-6, são equipamentos de uso pessoal, cuja finalidade é proteger, atenuar ou evitar lesões no trabalhador.

Obrigação do Empregador

Adquirir o tipo adequado à atividade

Adquirir o EPI aprovado pelo MTE

Fornecer gratuitamente

Substituí-lo quando danificado

Treinar o trabalhador sobre o seu uso adequado.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide11

Obrigação do Empregado

Usá-lo para a finalidade a que se destina

Responsabilizar-se por sua guarda e conservação

Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio ao uso

Obrigação do Fabricante

Responsabilizar-se pela manutenção da qualidade

Comercializar somente o EPI portador de CA

Cadastrar-se junto ao MTE

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide12

Proteção para cabeça

Capacete

Protege contra choque elétrico, quedas de objetos e outros.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide13

Proteção Auditiva

- Abafador atenua 25 dB. - Plug atenua 18 dB.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide14

Proteção Respiratória

O ar é composto por:

78% de Nitrogênio; 21% de Oxigênio e 01% de outros gases.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide15

Proteção para o Tronco

Avental / Jaleco

Protege contra respingos de substâncias químicas materiais quentes e etc.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide16

Proteção para Membros

Superiores

Inferiores

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide17

Proteção para o corpo inteiro

São roupas especiais usadas em locais de trabalho onde haja exposição a agentes químicos, absorvíveis pela pele, vias respiratória e digestivas, prejudiciais à saúde.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide18

Proteção para a pele

Creme

Forma uma película química protetora sobre a pele impedindo o contato direto da pele com produtos químicos, água, óleo e etc.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide19

Proteção contra Queda

Cinto de Segurança tipo pára-quedista

Deverá ser usado nos trabalhos acima de 2,00 metros de altura.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide20

Equipamento de Proteção Coletiva - EPC

São Equipamentos instalados nos locais de trabalho, com objetivo de dar proteção a todos que ali executam suas tarefas.

  • Caixa coletora;
  • Exaustores;
  • Ventiladores;
  • Barreira de proteção
  • contra luminosidade.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide21

Quando usar EPI ?

  • Quando a exposição ao agente agressivo estiver acima limite de tolerância estabelecido na NR-15 (Atividades e operações insalubres).
  • Quando o ambiente, operação, produto químico
  • for agressivo a saúde do trabalhador.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide22

Acidente do Trabalho

  • Conceito Legal
  • Conceito Prevencionista

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide23

Tipos de Acidente

  • Acidente Típico
  • Acidente de Trajeto
  • Doença Ocupacional

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide24

Não Serão Considerados

Como Doença do Trabalho

Doença degenerativa

A inerente a grupo etários

A que não produz incapacidade laborativa

Doença endêmica adquirida por

segurados habitantes de região

em que ela é desenvolvida

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide25

Conseqüência dos Acidentes

Todo acidente quando acontece obedece a uma seqüência rígida:

Causa

Acidente

Conseqüência

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide26

Causas dos Acidentes

Ato Inseguro

Toda forma incorreta de trabalhar, desrespeito as normas de segurança, ou seja, ações consciente ou inconsciente que possa causar acidente ou ferimento.

São falhas no local de trabalho que podem levar a um acidente

Condição Insegura

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide27

Classificação dos Acidentes

  • Acidente sem Afastamento
  • Acidente com Afastamento

Os acidentes com afastamento podem gerar :

Incapacidade Temporária Total

Incapacidade Permanente Parcial

Incapacidade Permanente Total

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

conseq ncias dos acidentes
Conseqüências dos Acidentes

Nação

Empresa

Perde elemento produtivo na força de trabalho; é levada a aumentar taxas e impostos para manutenção de acidentados.

Trabalhador

e Família

Perde mão-de-obra, tempo com paralisação de

máquinas e pessoal.

Pode morrer, ficar mutilado, sentir dores.

Decrescimento do padrão familiar

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide29

Exercício:Atos e Condições fora do padrão

C

Máquinas com dispositivos de segurança defeituosos

A

Limpar máquinas em movimento

A

Trabalhar com ferramenta defeituosa ou improvisada

C

Falta de limpeza no local de trabalho

Equipamento Individual inadequado

C

A

Realizar movimentos que acarretem fadiga desnecessária

Armazenamento descuidado

C

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide30

Relatório de Investigação e Análise de Acidentes do Trabalho RIAT

Auxilia na investigação do evento, reunindo todos os dados importantes que ajudarão na análise dos fatos que desencadearam o acidente. Este relatório visa estabelecer medidas de segurança para prevenir outros acidentes iguais e/ou semelhantes.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

comunica o de acidente do trabalho cat
Comunicação de Acidente do Trabalho - CAT

É uma obrigação legal. A empresa deverá comunicar todo e qualquer acidente até o primeiro dia útil após sua ocorrência. Pode ser preenchida pelo acidentado, família do acidentado, sindicato da classe.

INSS

DRT

Sindicato

Segurado

Destino da CAT

SUS

Empresa

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide32

Norma Regulamentadora – Nr 5

  • DO OBJETIVO
  • DA CONSTITUIÇÃO
  • DA ORGANIZAÇÃO
  • DAS ATRIBUIÇÕES
  • DO FUNCIONAMENTO
  • DO TREINAMENTO

DO PROCESSO ELEITORAL

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide33

Exercício

SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes

Monte uma série de atividades que divulguem a Segurança do Trabalho para os trabalhadores.

EVENTOS e TEMAS

SLOGAN da SIPAT: Faça desenho ou Crie um tema

BRINDES QUE DIVULGUEM O TEMA

DIVULGAÇÃO

Lembrem-se que a SIPAT é uma semana inteira!!

inspe o de seguran a
Inspeção de Segurança

É a observação cuidadosa dos ambientes de trabalho, com a finalidade de identificar riscos existentes no mesmo.

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide35

As Inspeções podem alcançar

outros resultados...

Favorecem a formação e o fortalecimento do espírito prevencionista que os empregados precisam ter

Servem de exemplo para que os próprios trabalhadores exerçam, em seus serviços, controle de segurança

Proporcionam uma cooperação mais aprofundada entre o SESMT e a CIPA e os diversos setores da empresa

Dão aos empregados a certeza de que a direção da empresa têm interesse na segurança do trabalho

Produzem efeitos que estimulam a colaboração de todos

SERVIÇO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

slide36

Causas de Incêndio

Cerca de 75% dos Incêndios são causados por:

Equipamentos elétricos defeituosos

Descuido dos fumantes

Brincadeiras de crianças com fogo

slide37

Causas de Incêndio

Os outros 25% dos Incêndios são causados por:

Causa natural

Causa proposital

Causa acidental

slide38

Formação do Fogo

Comburente

Combustível

Temperatura de Ignição

Reação em Cadeia

.

slide39

Classes de Incêndios

Classe A

Madeira, papel, tecido, papelão, algodão, lixo...

slide40

Classes de Incêndios

Classe B

Gasolina, óleo, querozene, tintas, graxas...

slide41

Classes de Incêndios

Classe C

Instalações Elétricas Energizadas

slide42

Métodos de

Extinção do Fogo

Abafamento

Resfriamento

Isolamento

slide43

Extintores de Incêndio

Extintor Água Pressurizada

Extintor de incêndio

Efeito

RESFRIAMENTO

slide44

Extintores de Incêndio

Extintor Pó Químico

Extintor de incêndio

Efeito

ABAFAMENTO

D

slide45

Extintores de Incêndio

Extintor Gás Carbônico

Extintor de incêndio

Efeito

ABAFAMENTO e RESFRIAMENTO

c

procedimentos de escape
Procedimentos de Escape

Chame o Corpo de Bombeiros

Tente apagar o fogo

procedimentos de escape48
Procedimentos de Escape

Desligar aparelhos elétricos e

registro de gás

procedimentos de escape49
Procedimentos de Escape

Em ambiente com fumaça, use um lenço

molhado, cubra a boca e o nariz

procedimentos de escape50
Procedimentos de Escape

Use as

escadas. Não Suba!

procedimentos de escape51
Procedimentos de Escape

Verifique com a mão a temperatura da porta

procedimentos de escape52
Procedimentos de Escape

Livre-se de tudo que possa queimar. Peça socorro pela janela

procedimentos de escape53
Procedimentos de Escape

Molhe suas roupas para se proteger

procedimentos de escape54
Procedimentos de Escape

Coloque-se onde possa ser visto. Mantenha a calma. O socorro chegará a qualquer momento

slide55

Mapa de Riscos

Definição

É uma representação gráfica decorrente de uma avaliação dos riscos ocupacionais existentes nos locais de trabalho, baseado no lay-out da empresa

Objetivo

Reunir informações necessárias para conscientizar os trabalhadores sobre os riscos a que estão expostos no setor e/ou estabelecimento. Os Mapas de Riscos devem estar em local visível de modo que conscientize os trabalhadores

slide56

Etapas da Elaboração

Conhecer o processo de trabalho no local analisado

Identificar os riscos existentes no local de trabalho, conforme classificação da tabela I, anexo IV

Identificar as medidas preventivas existentes e sua eficácia

Identificar os indicadores de saúde

Conhecer os levantamentos ambientais já realizados no local

Elaborar o Mapa de Riscos, sobre o lay-out da empresa, conforme especificações da tabela, mencionada acima

slide57

Gradação de Riscos

GRANDE

MÉDIO

PEQUENO

slide58

Ruído

Vírus

Arranjo físico Inadequado

Vibrações

Bactérias

Umidade

Protozoários

Iluminação inadequada

Riscos Físicos

Riscos Biológicos

Riscos de Acidentes

Radiações

Fungos

Máquinas e equipamentos sem proteção

Frio/ Calor

Parasitas

Bacilos

Poeiras

Esforço físico Intenso

Fumos

Exigência de postura inadequada

Névoas

Riscos Químicos

Neblinas

Riscos

Ergonômicos

Monotonia e repetitividade

Gases

Vapores

Subst. químicas

em geral

Imposição de ritmos excessivos

exerc cio

Desenhar os círculos e pintar de acordo com o risco e

local encontrado

Realizar vistoria p/ identificar os riscos

Exercício

A

Elaboração do Mapa de Riscos