Capital Intelectual Disciplina: Psicologia 3ª série - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Capital Intelectual Disciplina: Psicologia 3ª série PowerPoint Presentation
Download Presentation
Capital Intelectual Disciplina: Psicologia 3ª série

play fullscreen
1 / 21
Capital Intelectual Disciplina: Psicologia 3ª série
130 Views
Download Presentation
tilden
Download Presentation

Capital Intelectual Disciplina: Psicologia 3ª série

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Capital Intelectual Disciplina: Psicologia 3ª série Profª. Juliana Helmara

  2. Conhecimentos: saber o que fazer. Habilidades: saber como fazer. Atitudes: fazer.

  3. Uma marca é uma entidade viva e é enriquecida ou arruinada ao longo do tempo, produto de mil pequenos gestos Michael Eisner. A Marca ...

  4. CONCEITOS CENTRAIS Segundo Levitt (1990:89), “a diferença entre dados e informações é que, enquanto os dados são coletáveis de fatos brutos, as informações representam a organização seletiva e a interpretação imaginativa desses fatos”.

  5. CONCEITOS CENTRAIS Informação: satisfaz um objetivo imediato. Comunicação: é a transferência de informação entre duas ou várias pessoas (Décio Pignatari), alterando ou influenciando comportamentos (David Berlo), gerando reações.

  6. IMAGEM X IDENTIDADE IDENTIDADE: Idem (origem latina): igual, semelhante. Ligado à individualidade, personalidade. Age no plano real. IMAGEM: Representação, cópia, figuração mental. Aquilo que passa, que transfere, simbolicamente, para a opinião pública.

  7. Refletindo ... Como nos vemos? (a percepção pelo público interno) Como somos vistos? (a percepção pelos públicos externos)

  8. AUTOCONHECIMENTO AUTO-AVALIAÇÃO: componentes importantes para o alcance de suas metas futuras: • seus pontos fortes  • seus pontos fracos • identificação de áreas a serem desenvolvidas McCall

  9. “A maioria das pessoas pensam que sabemem quesão realmente boas .... têm uma noção de aspectos em que não são boas MAS..... em ambos os casos costumam estar enganadas!” Drucker

  10. FORÇAS E FRAQUEZAS FRAQUEZAS “Todas as pessoas, até mesmo os profissionais mais talentosos, têm pontos fracos ou aspectos a desenvolver.” MacCall • Alvo de freqüentes feedbacks • Áreas onde você deverá ter uma atenção redobrada nos casos de mudanças em seu cenário de trabalho. • Qual a “utilidade” deste ponto fraco? De que forma ele lhe traz vantagens?

  11. FORÇAS E FRAQUEZAS FORÇAS  • Atitudes • Características pessoais • Conhecimentos • Experiências • Competências

  12. PERCEPÇÃO É o processo pelo qual as pessoas selecionam, organizam e interpretam informações para formarem uma imagem significativa do mundo.

  13. PESSOAS • “O ser humano será, cada vez mais, o verdadeiro diferencial competitivo das empresas triunfadoras”. Marco Aurélio F. Vianna • “TODOS OS PROBLEMAS EMPRESARIAIS SÃO PROBLEMAS COM PESSOAS”.

  14. PESSOAS • “Pessoas são instáveis, pensam e fazem com freqüência o contrário do que se espera que façam. • Elas erram, ultrapassam as expectativas, decepcionam, são encantadoras e vivem em constante mudança”.

  15. E O EMPREGO? • “Temos que sair do velho paradigma da “criação de mais empregos”, como o único meio para viver uma vida digna. • O ato de trabalhar e ser útil pode assumir muitas formas, não só na forma de empregos”.

  16. “O discurso de “mais emprego, mais emprego, mais emprego”é conservador. Caminhamos para uma sociedade com trabalho sim, mas pouco emprego”. • “A empresa atuando como grande “mãe”, gera filhos dependentes, trabalhadores inseguros e sem vida pessoal"

  17. EMPREGABILIDADE • É a competência de estar disponível no mercado e ser absorvido por ele. • Ter segurança profissional decorre da capacidade de gerar trabalho e renda permanente.

  18. A empregabilidade centraliza a responsabilidade pelo emprego no indivíduo e não na empresa. Reforça a visão de competência permanente, atualizada e de responsabilidade da própria pessoa. • Os profissionais em geral tem que sair do “plano do choro” e entrar no “plano da ação”. • Deixar de “lastimar” e agir. • Realizar. Fazer acontecer. Independente de ser ou não solicitado. Esta é a única forma de assegurar sua empregabilidade.

  19. O mercado de trabalho... • O MERCADO AGORA VALORIZA E DÁ PREFERÊNCIA A PROFISSIONAIS COM MÚLTIPLAS HABILIDADES E INICIATIVAS. • Ser produtivo e útil à sociedade é um valor intrínseco do ser humano, que não quer se tornar um “peso” para aqueles com quem convive.

  20. PESSOAS • “O ser humano será, cada vez mais, o verdadeiro diferencial competitivo das empresas triunfadoras”. Marco Aurélio F. Vianna

  21. Portanto... • Os profissionais em geral tem que sair do “plano do choro” e entrar no “plano da ação”. • Deixar de “lastimar” e agir. • Realizar. Fazer acontecer. Independente de ser ou não solicitado estabelecer um plano, indo em busca de resultados que é a única forma de assegurar sua empregabilidade. M. Lúcia