slide1 n.
Download
Skip this Video
Download Presentation
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSO DE MEDICINA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 17

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSO DE MEDICINA - PowerPoint PPT Presentation


  • 110 Views
  • Uploaded on

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSO DE MEDICINA. DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES. Profa. Dra. Eloísa da Graça do Rosário Gonçalves. SÃO LUÍS – MA, 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSO DE MEDICINA DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSO DE MEDICINA' - ozzie


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

Profa. Dra. Eloísa da Graça do Rosário Gonçalves

SÃO LUÍS – MA, 2012

slide2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA (Omran, AR, 1971, 1977, 1983)

1980 – Surgimento da AIDS nos Estados Unidos

1989 – Primeira Conferência Sobre Viroses Emergentes – Instituto Nacional

de Alergia e Denças Infecciosas - USA

1990 – Comitê Multidisciplinar para o estudo das “ameaças microbianas à

saúde” – Instituto de Medicina da Academia Nacional de Ciências –

USA

1992 – Primeira publicação sobre “Doenças Emergentes e Reemergentes”

slide3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

CARACTERÍSTICAS

  • Surgimento recente ou ressurgimento após controle prévio
  • Sintomas divergentes daqueles conhecidos anteriormente
  • Disseminação de doença local
  • Doença rara se torna comum
  • Agravamento de doença leve ou moderada
  • Identificação de agente etiológico por nova técnica diagnóstica
  • Ocorrência em um grupo de pessoas numa área específica
  • Maior prevalência devido a maior expectativa de vida

Fonte: Harvard Working Group on New and Resurgent Diseases

(Levins et al, 1994)

slide4

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

  • MÚLTIPLOS FATORES DETERMINANTES
  • Fatores biológicos – mutações genéticas do agente etiológico
  • Fatores ambientais – alterações climáticas
  • Fatores demográficos – aumento na expectativa de vida; redução da mortalidade infantil
  • Fatores socioculturais, econômicos e políticos – baixo nível sócioeconômico; práticas culturais; migração
  • Infraestrutura de serviços de saúde – condições sanitárias precárias
slide5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

  • IDENTIFICAÇÃO DE NOVOS AGENTES ETIOLÓGICOS
  • Doença de Lyme – Borrelia burgdorferi (1975)
  • Legionelose – Legionella pneumophila (1976)
  • Vírus Ebola (1976)
  • Síndrome do Choque Tóxico – toxina de S. aureus (1978)
  • AIDS - Retrovirus HTLV III (1983)
  • Erlichiose - Ehrlichia sp (1986)
  • Virus da Hepatite C (1989)
  • Virus da Hepatite E (1990)
  • AÇÕES ANTRÓPICAS
  • Calazar na Ilha de São Luis (1982)
  • Malária na Amazônia – garimpos e desmatamento (1970 / 1980)
  • RESSURGIMENTO DE CASOS
  • Tuberculose / AIDS (1980)
  • Cólera pandêmica (1991)
  • Febre Amarela (1993)
  • Dengue (1986)
slide6

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

Fonte: www.virtual.epm.br/material/tis/curr-med/temas/med3/t2a_2000/doenças/index.htm-2k

slide7

AIDS

  • Primeiros casos nos Estados Unidos - 1978 / 1980:
    • Homossexuais
    • Hemofílicos
    • Usuários de drogas
    • injetáveis
    • Haitianos
  • Primeiro caso no Brasil - 1980
slide8

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

CÓLERA

crisisboom.com

cholera1.wikispaces.com

slide9

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

CÓLERA

perequilha.blogspot.com

pt.domotica.net

izzym.hubpages.com

slide10

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES NO BRASIL

Fontes: Momem, 1998; Gattás, 2000

slide11

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

CALAZAR NA ILHA DE SÃO LUÍS

PRIMEIROS CASOS EM 1982

DESMATAMENTO E MIGRAÇÃO NO EIXO ITAQUI-BACANGA

slide12

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

Período de Estado

(2 até 4 meses)

Febre, palidez, emagrecimento, Fígado palpável, Baço Grau II / III.

Período inicial

(< 15 até 60 dias)

Febre, palidez, emagrecimento

Fígado palpável, Baço Grau I / II.

Reservatório / fonte de infecção doméstica

Leishmaniose Visceral (Calazar) - CREDIP

slide13

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

slide14

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

DOENÇA DE CHAGAS

Ambiente clássico de transmissão

slide15

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE MEDICINA

DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

Ciclo do Trypanosoma cruzi entre os barbeiros e os animais que servem como fonte de alimentação sanguínea, nos ambientes silvestre (mata) e peridomiciliar (abrigos animais e palmeiras).

Adaptado de Neves, 1995.

universidade federal do maranh o curso de medicina doen as emergentes e reemergentes
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃOCURSO DE MEDICINA DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

DOENÇA DE CHAGAS

Transmissão por via oral

slide17

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃOCURSO DE MEDICINA DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES

É POSSÍVEL EVITAR ?

COMO LIDAR ?

COMO CONTROLAR?

Melhorias das Condições Gerais de Vida

Políticas Públicas de Controle das Doenças

Políticas de Cuidados com o Meio Ambiente

Inovação Tecnológica – Imunobiológicos

Cooperação internacional