slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ELETRONICA ANALOGICA I – EA I Prof. Rômulo Oliveira Albuquerque PowerPoint Presentation
Download Presentation
ELETRONICA ANALOGICA I – EA I Prof. Rômulo Oliveira Albuquerque

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 24

ELETRONICA ANALOGICA I – EA I Prof. Rômulo Oliveira Albuquerque - PowerPoint PPT Presentation


  • 160 Views
  • Uploaded on

ELETRONICA ANALOGICA I – EA I Prof. Rômulo Oliveira Albuquerque. romulo.oliveira@gmail.com. www.eletronica24h.com.br. CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO. MEDIA=(0,4.P1+0,6.P2).0,8 + 0,2.T. P1 E P2 são PROVAS BIMESTRAIS. T : LISTAS DE EXERCICIOS (LE) E RELATÓRIOS (R) T=media de LE e R.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ELETRONICA ANALOGICA I – EA I Prof. Rômulo Oliveira Albuquerque' - nhi


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

ELETRONICA ANALOGICA I – EA I

Prof. Rômulo Oliveira Albuquerque

romulo.oliveira@gmail.com

www.eletronica24h.com.br

slide2

CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO

MEDIA=(0,4.P1+0,6.P2).0,8 + 0,2.T

P1 E P2 são PROVAS BIMESTRAIS

T : LISTAS DE EXERCICIOS (LE) ERELATÓRIOS (R)

T=media de LE e R

P3>> PROVA SUBSTITUTIVA (substitui a nota mais baixa somente para aluno que não alcançou media)

FatecSBC Prof Rõmulo Automação Industrial

slide3

CONTEUDO PROGRAMATICO

Introdução – Semicondutor extrínseco

Semicondutor intrínseco tipo N e tipo P – Junção PN – Diodo de junção

Retificador de meia onda carga resistiva – retificador de onda completa com

CT carga resistiva.

Retificador em ponte com carga resistiva – retificadores com filtro capacitivo

Aplicações de diodos: limitador – grampeador – multiplicador –

Diodo Emissor de Luz (LED).

Fotodiodo – Diodo Zener – Regulador Zener – Regulador de três terminais.

Transistor bipolar – princípios de funcionamento – curvas características –

reta de carga – regiões de operação – transistor na saturação e corte –

O par Darlington - Fototransistor.

Polarização do transistor: por corrente constante de base

por divisor de tensão na base.

Capacitores de acoplamento

Modelo simplificado do transistor para pequenos sinais

Amplificador emissor comum sem realimentação.

Amplificador emissor comum com realimentação.

Amplificador coletor comum e regulador serie.

Amplificadores de potencia

slide4

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

[1]SEDRA, A; SMITH, R. Microeletrônica. 5ª Ed. Prentice-Hall, 2007.

[2]SWART, J W. Semicondutores Fundamentos, Técnicas e Aplicações.

UNICAMP, 2008.

[3]CAPUANO, F. G. ; MARINO, M. A. P. Laboratório de Eletricidade e Eletrônica. 24.

Ed. São Paulo: Érica, 2008.

[4]BOYLESTAD, R.; NASHELSKY, L.; Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos.

8.Ed. São Paulo: Prentice-Hall, 2007.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

[5]PERTENCE JR, A. Eletrônica Analógica - Amplificadores Operacionais e

Filtros Ativos. Bookman, 2003.

[6]MALVINO, A. P.; Eletrônica Vol1. 4.ed. São Paulo: Makron Books, 2009. V.1

[8]NAHVI, M.; EDMINISTER, J.A.;Teoria e Problemas de Circuitos Elétricos.

4.Ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

slide5

Circuitos Elétricos

São constituídos de componentes passivos conectados entre si por fios

Circuito Eletrônico

São constituídos por dispositivos,

chamados de ativos que

de alguma forma controlam o fluxo de corrente

Semicondutores

A eletrônica é fundamentada em dispositivos semicondutores, isto é,

dispositivos construídos a partir de um tipo de material chamado semicondutor

slide6

Semicondutores

Em eletricidade os materiais se classificam em

condutores (Ex: cobre , alumínio, ferro, ouro, prata, etc)

e isolantes (Ex: madeira, borracha, ar, vidro, etc),)

Em eletrônica existe uma classe de material chamada de Semicondutor

Principal característica:

  • Resistividade é alterada quando é fornecida algum tipo de radiação.
  • Tem dois tipos de portadores de carga.
  • tem resistividade intermediaria entre condutor e isolante

Principais semicondutores: Silicio (Si) e Germanio (Ge)

slide8

Semicondutor Intrínseco

É o semicondutor em estado puro (só atomos de semicondutor)

Estrutura simplificada do átomo de Si

slide9

Estrutura do Si

O Si é um cristal: arranjo geométrico dos átomos é feito de forma regular

Ligação covalente: cada átomo se liga com quatro átomos vizinhos

Compartilhando os elétrons da ultima camada

Ligação covalente

Estrutura cristalina do Si a 0ºK ( -273ºC) - O material se comporta como

Isolante (não tem portadores de carga)’

slide10

Energia é fornecida

Geração de Portadores

A ausência do elétron na ligação covalente é chamada de lacuna ou buraco e se comporta como portador de carga positiva

Estrutura do Si a uma temperatura acima de 0ºK

slide11

Concentração Intrínseca

Se n é o numero de elétrons por unidade de volume (por cm3 )

e p o numero de lacunas por unidade de volume então:

n=p=ni= concentração intrínseca do semicondutor que no caso vale:

ni=2,5x1013 cm-3 para o Ge

à temperatura ambiente de 27ºC

ni=1,5x1010 cm-3 para o Si

slide12

Mecanismo de Condução de Lacunas

A condução de lacunas não tem elétrons livres!!!

slide15

Recombinação

É o mecanismo pelo qual um elétron livre ao encontrar uma lacuna passa a fazer parte da ligação covalente, desaparecendo o par eletron-lacuna

Se a temperatura do cristal está aumentando a taxa de geração é maior do

que a de recombinação e, portanto o numero de pares eletron lacuna aumenta.

Se a temperatura do cristal está diminuindo, a taxa de recombinação é maior do que

a de geração e, portanto o numero de pares eletron lacuna diminui.

Se a temperatura é constante o numero de elétrons livres e de lacunas permanece

constante pois a taxa de recombinação é igual à de geração dos pares eletron lacuna.

slide16

Semicondutor Extrínseco Tipo N

A adição controlada de pequenas quantidades de outra substancia, chamada

de impureza, ao semicondutor puro permite modificar suas características

elétricas, como por exemplo, a resistividade, permitindo aplicações praticas

Impureza Pentavalente: tem 5 eletrons na camada de valencia.Ex: Fosforo (P)

slide17

Semicondutor tipo N com T<Ti

Se T<Ti o quinto eletron permanece ligado o material de comporta como isolante

Ti = temperatura de ionização da impureza

slide18

Semicondutor tipo N com Ti<T<Tg

Se Ti<T<Tg o quinto será liberado sem geração de lacuna

slide19

Semicondutor tipo N com T>Tg

Se ND é a concentração de átomos da impureza doadora (pentavalente), a  

concentração de elétrons livres no equilíbrio térmico (taxa de geração de pares 

elétron-lacuna = taxa de recombinação de pares), nn0 , será dada por:

nn0ND 

a concentração de lacunas será calculada aproximadamente por:

slide20

Conclusões: Material N

Nesse material o numero de elétrons livres é maior do que o numero de

lacunas, daí o nome semicondutor tipo N, mas o material continua neutro

(numero de cargas negativas igual ao numero de cargas positivas).

Se ND=concentração de átomos da impureza doadora (pentavalente)

No material N os elétrons livres são chamados de portadores majoritários

enquanto as lacunas são chamadas de portadores minoritários.

slide21

Semicondutor Extrínseco Tipo P com T<Ti

A impureza nesse caso é trivalente (3 átomos na ultima camada) exemplo o Boro (B) que se liga com 4 atomos de Si, ficando uma ligação incompleta.

slide22

Semicondutor Extrínseco Tipo P com Ti<T<Tg

Quando a temperatura for maior do que a de ionização, um elétron de valencia

de um átomo vizinho terá energia suficiente para ocupar a ligação faltante.

Ao fazer isso esse elétron deixa uma vaga que se comportará como lacuna

e ioniza o átomo de boro. Foi gerado lacuna sem aparecimento de elétron livre.