documenta o comercial gest o econ mica de compras n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Documentação Comercial Gestão Económica de Compras PowerPoint Presentation
Download Presentation
Documentação Comercial Gestão Económica de Compras

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 18

Documentação Comercial Gestão Económica de Compras - PowerPoint PPT Presentation


  • 129 Views
  • Uploaded on

Método. Documentação Comercial Gestão Económica de Compras. Método ABC. O método ABC foi desenvolvido com o objectivo de responder a uma problemática recente que todas as empresas enfrentam.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Documentação Comercial Gestão Económica de Compras' - nellis


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
documenta o comercial gest o econ mica de compras

Método

Documentação Comercial Gestão Económica de Compras

m todo abc
Método ABC

O método ABC foi desenvolvido com o objectivo de responder a uma problemática recente que todas as empresas enfrentam.

O modelo ABC foca-se nas actividades que compõem o processo de "fabrico". Os custos são atribuídos aos produtos a partir das actividades, com base nos consumo dessas mesmas actividades durante o processo produtivo.

O ABC é um método de custeio projectado para a tomada de decisão da gerência, dando-lhes informações sobre o custo. É utilizado como um elemento de gestão por actividade uma vez que tem como foco as actividades.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

origens da abordagem abc e seus antecedentes
Origens da abordagem ABC e seus antecedentes

Na década de 80 foi diagnosticada uma crise dos sistemas de custos e dos sistemas de controlo de gestão tradicionais, por Kaplan. Nesta altura surgiu o modelo Japonês de melhoria contínua, nomeadamente o aparecimento do JIT, qualidade total e existências nulas. Passou-se da estabilidade para a turbulência, onde a globalização impera. As empresas vivem assim em ambientes dinâmicos, aos quais precisam dar respostas imediatas. A agressividade da concorrência obriga a uma adaptação permanente a um processo constante de aprendizagem, que valorize mais o cliente.

JIT- Método Just in Time

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide4

Alguns métodos, em particular de avaliação económica, foram postos em causa nos países anglo-saxónicos (custo, orçamento, escolha de investimentos, etc.), quer por razões internas quer por razões externas

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide5

O conhecimento dos custos associados aos produtos é agora mais importante. Outro aspecto interno é a substituição rápida do trabalho pelo capital, em que a mão-de-obra humana vem sendo substituída por máquinas de alta tecnologia. Externamente, há um aumento da incerteza que implica a alteração da estrutura das empresas, uma vez que para definir um preço de equilíbrio para o produto é necessário ter como base a referência do mercado. Assim, «o valor é cada vez mais volátil e multidimensional para que possa ser medido pela simples adição de custos.» Neste contexto, em 1987, surge nos Estados Unidos, o método de custeio baseado nas actividades ABC (ActivityBasedCosting) também conhecido por ABM (ActivityBasedManagement), pelas mãos de R.S. Kaplan.

Actividades - Este conceito é comum a todas as definições de ABC que se encontram na literatura.

Assume-se portanto e indubitavelmente como o seu pilar conceptual

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

caracteriza o do m todo abc
Caracterização do Método ABC

O ABC não é somente um método de cálculo do custo de produção, mas sim um método de controlo de gestão, uma vez que orienta os gestores, para as verdadeiras causas ou factos geradores de custos – as actividades. Da forma como essas actividades forem desempenhadas (maior ou menor eficácia), resultará o nível de performance da empresa, fundamental para a reflexão sobre o posicionamento concorrencial da empresa.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide7

O sistema de custeio com base no método ABC é extremamente importante para qualquer empresa. Além de fornecer informação fidedigna sobre a abrangência dos seus custos, apresenta também os reais consumos das actividades da organização.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide8

A utilização do método ABC permite pois, a obtenção de alguns benefícios, tais como:

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

a) Custos dos produtos mais fidedignos, o que permite definir melhores estratégias em relação ao:

1. Preço do produto,  

2. "Mix" de produtos,  

3. Produzir versus comprar,  

4. Investimentos, automação de processos, promoções, etc.

b) Visibilidade acrescida das actividades realizadas, o que permite que a empresa:

1. Se foque mais em actividades de gestão, como sejam a melhoria da eficiência das actividades de elevados custos,

2. Identifique, reduza ou mesmo elimine actividades sem valor acrescentado.

slide9

Desta forma, e porque os custos são resultado do consumo e utilização de recursos, eles devem ser atribuídos primeiro às actividades e só depois aos produtos ou segmentos que utilizam essas actividades.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

s ntese do modelo abc
Síntese do Modelo ABC

Objectos de custo

(Por exemplo, produtos e clientes)

Actividades

Consumo de Recursos

Custo

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

fases e etapas do m todo abc
Fases e Etapas do Método ABC

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

actividade e cost driver
Actividade e Cost Driver

Uma actividade é “um conjunto de acções ou tarefas cujo fim, a curto prazo, é acrescentar valor, ou permitir esse acréscimo de valor, a um objecto”.

Uma das traduções possíveis para cost driver é a unidade de obra, embora se possa também apelidar de indutor de custo ou gerador de custo Cost Driver - são portadores de custos traduzindo relações de causa e efeito, de tal modo que a situação de maiores utilizações de actividades sejam atribuídas maiores custos , e o inverso.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide13

A atribuição dos custos aos produtos deve ser feita em função das actividades consumidas por cada produto individual;

  • As unidades de medida dos consumos a utilizar nessa atribuição devem ser aquelas que determinam a dimensão dos custos de cada actividade: os cost-drivers.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

diferen as entre os sistemas tradicionais e o abc
Diferenças entre os Sistemas Tradicionais e o ABC

As diferenças entre os Sistemas Tradicionais e o ABC podem ter impactos significativos sobre o custo dos produtos e sua rentabilidade. Com o ABC as decisões de preço poderão ser tomadas de forma mais consciente.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide16

Vantagens:

  • A melhoria na imputação dos Custos Gerais;
  • Identificação de custos a reduzir;
  • Análise crítica das actividades (eliminando assim as que não geram valor acrescentado);
  • Proporciona um nível superior de informação para a gestão em termos de segmentação dessa mesma informação;
  • Proporciona uma análise crítica das respectivas actividades, análise que deve responder a questões tão pertinentes como: Quais as causas das alterações do volume das actividades? Será que esta actividade se justifica? Ela gera valor acrescentado

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide17

Desvantagens:

  • Exige um maior investimento em sistemas de informação;
  • O sistema é muito pormenorizado e só se faz sentir a médio prazo;
  • O levantamento exaustivo de todas as actividades bem como a quantificação da relação entre outputs gerados e inputs consumidos o que representa uma sobrecarga de recursos uma vez que exige recurso a auditores de gestão com experiência adequada;
  • Necessidade de revisão constante;
  • Leva em consideração muitos dados;
  • Informações de difícil extracção;
  • Dificuldade de envolvimento e comprometimento dos empregados da empresa;
  • Necessidade de reorganização da empresa antes de sua implantação;
  • Dificuldade na integração das informações entre departamentos;
  • Necessidade de formulação de procedimentos padrões.

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição

slide18

FIM

FIM

FIM

Trabalho Elaborado Por: Célia Conceição