Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Isabela Heineck (CIM-RS- UFRGS /CRF-RS) Outubro 2005 PowerPoint Presentation
Download Presentation
Isabela Heineck (CIM-RS- UFRGS /CRF-RS) Outubro 2005

Isabela Heineck (CIM-RS- UFRGS /CRF-RS) Outubro 2005

138 Views Download Presentation
Download Presentation

Isabela Heineck (CIM-RS- UFRGS /CRF-RS) Outubro 2005

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Centros de Informação sobre Medicamentos: estratégia para o uso racional de medicamentos Isabela Heineck (CIM-RS- UFRGS /CRF-RS) Outubro 2005

  2. A informação sobre medicamentos e o uso racional O uso racional de medicamentos é definido pela OMS como sendo a administração de fármacos apropriados ao paciente conforme suas necessidades clínicas, em doses que satisfaçam suas características individuais, por um período de tempo adequado com o menor custo para ele e para a comunidade. • OMS. Promoción del uso racional de medicamentos: componentes centrales. Perspectivas políticas sobre medicamentos de la OMS, p. 1-6, [septiembre] 2002

  3. A informação sobre medicamentos e o uso racional Entre as deficiências do sistema de atenção à saúde, está a indisponibilidade de informações adequadas para aqueles que prescrevem, dispensam, administram e consomem os medicamentos, resultando no uso inapropriado. AMERSON, A.B. et al. Introduction to the concept of medication information. In: MALONE, P.M.et al. Drug information: a guide for pharmacists.2 ed. Stanford: Appleton & Lange, 2001. Cap. 1.

  4. SELEÇÃO UTILIZAÇÃO PROGRAMAÇO DISTRIBUIÇÃO AQUISIÇÃO ARMAZENAMENTO APOIO ÀS AÇÕES DE SAÚDE E PROMOVER O ACESSO DA POPULAÇÃO AOS MEDICAMENTOS ESSENCIAISE SEU USO RACIONAL. CICLO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

  5. Desafio no manejo das informações: • elevado número de medicamentos; • aumento crescente na quantidade e complexidade das informações; • tempo para busca e análise das informações; • deficiências na formação; • idioma; • alto custo; • domínio de novas tecnologias. Tecnologia da computação facilita acesso e armazenamento das informações.

  6. Centro de Informações sobre Medicamentos Objetivo Promover o uso racional dos medicamentos por meio de informação técnico-científica objetiva, atualizada, devidamente processada e avaliada.

  7. Histórico • 1962 - Universidade de Kentucky • 1970 - Hospital de la Santa Cruz y San Pablo - Espanha • 1971 - Hospital Geral de Leeds - Inglaterra • década de 80 - Hospital Universitário no Rio Grande do Norte • 1992 - CEBRIM • SISMED - Sistema Brasileiro de Informações sobre Medicamentos ( ± 25 centros no país)

  8. CIM no Brasil Região Norte: 2 (BIG CIM, CIM BELEM) Região Centro-oeste: 2 (CEBRIM, HUB) Região Nordeste: 5 (HC-PE, GPUIM, CIM/UFPB, CIM/UFBA, CIMPLAM/) Região Sudeste: 7 (CEMED, SOBRAVIME, CRIM, CIM/HIAE, CEIMES, CEATRIM, CIM/SMS) Região Sul: 8 (CESUMAR, UNIVALI, LONDRINA, CRF/PR, UEM, UJIPAR, CIM-RS, CIM/HCPA,)

  9. Funções de um Centro • informação passiva – responder questões dos usuários • informação ativa – boletins, alertas, etc. • participar da elaboração de guias farmacoterapêuticos • assessorar a Comissão de Farmácia e Terapêutica • atividades docentes e de investigação • sessões bibliográficas/farmacoterapêuticas • participação em “rounds” • estágio • pesquisa • participar de atividades de farmacovigilância • participar de Estudos de Utilização de Medicamentos.

  10. Atividades indicadas pela Política Nacional de Medicamentos que CIM podem apoiar • revisão permanente de relações de medicamentos; • elaboração de formulário terapêutico; • atualização e padronização de protocolos de intervenção terapêutica e dos respectivos esquemas de tratamento; • execução de campanhas educativas dos usuários sobre a importância da adesão ao tratamento, dos riscos da automedicação, da troca da medicação prescrita, ...;

  11. Atividades indicadas pela Política Nacional de Medicamentos que CIM podem apoiar • programas de farmacoepidemiologia; • promoção da educação continuada dos profissionais de saúde • disseminação de informações objetivas e atualizadas • fundamentação da retirada de medicamentos do mercado • fundamentação do controle da propaganda dos medicamentos

  12. Rosenberg, JM et al.Am J Health-Syst Pharm – Vol 61 Oct 1, 2004.

  13. Rosenberg, JM et al.Am J Health-Syst Pharm – Vol 61 Oct 1, 2004.

  14. Rosenberg, JM et al.Am J Health-Syst Pharm – Vol 61 Oct 1, 2004.

  15. Para que os CIM colaborem mais... • Maior divulgação; • Maior profissionalização: Contratação de profissionais Capacitação dos profissionais Organização e padronização das atividades • Melhorias no espaço físico e equipamentos; • Atualização de fontes; • Maior participação na formação de estudantes e capacitação de profissionais; • Maior articulação com projetos a nível local, regional e nacional que visam o uso racional.

  16. CIM-RS • Parceria UFRGS/FFAR e CRF-RS • Início das atividades  novembro de 1999 • Estrutura Organizacional • Conselho Diretor = 1 coordenador, 4 professores da Faculdade de Farmácia e 1 representante do CRF/RS. • Corpo Executivo = 3 farmacêuticas, 1 secretária e 1 estagiário. • Corpo de Consultores = professores da UFRGS e técnicos indicados pelo CRF-RS.

  17. Estatísticas do atendimento de solicitações de informação pelo CIM-RS Número de consultas atendidas até o momento: 3.699 Média de consultas atendidas / mês: 53 Número de profissionais cadastrados: 1.004

  18. Profissão do Solicitante

  19. Instituição de Origem do Solicitante

  20. Tema Solicitado

  21. Via de Recebimento da Solicitação

  22. Via de Fornecimento da Resposta

  23. Tempo para o Fornecimento da Resposta

  24. Outras atividades: • 29 estágios • 2 disciplinas (colaboração) • 12 palestras • visitas • publicações 6 artigos de divulgação 2 artigos científicos 1 livreto 3 boletins informativos 8 trabalhos em congressos • 2 cursos • 2 projetos de extensão

  25. CIM-RS ENDEREÇO: Faculdade de Farmácia – UFRGS Av. Ipiranga, 2752 2° andar CEP 90610-000 Porto Alegre – RS CONTATO: Tel./Fax: (51) 3316-5281 cimrs@farmacia.ufrgs.br BOLETIM INFORMATIVO DO CIM-RS www.ufrgs.br/boletimcimrs HORÁRIO: Segunda à sexta-feira Das 9 h às 17 h CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA – CRF-RS www.crfrs.org.br FACULDADE DE FARMÁCIA – UFRGS www.ufrgs.br/farmacia