Comparação entre recobrimentos de hidroxiapatita depositados em aços inoxidáveis austeníticos c...
Download
1 / 24

Fabio Augusto Fabozzi Claudia P. O. Ossa André Paulo Tschiptschin - PowerPoint PPT Presentation


  • 112 Views
  • Uploaded on

Comparação entre recobrimentos de hidroxiapatita depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma. Fabio Augusto Fabozzi Claudia P. O. Ossa André Paulo Tschiptschin

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Fabio Augusto Fabozzi Claudia P. O. Ossa André Paulo Tschiptschin' - mauve


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Comparação entre recobrimentos de hidroxiapatita depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

Fabio Augusto Fabozzi

Claudia P. O. Ossa

André Paulo Tschiptschin

Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo – Brasil


Biomateriais
Biomateriais depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • Biocompatibilidade

  • Biofuncionabilidade

  • Bioatividade


Biocompatibilidade
Biocompatibilidade depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • Biodegradabilidade controlada

  • Quimicamente inerte (geralmente)

  • Não causar reação a corpo estranho

  • Não causar prejuízo ao tecido hospedeiro


Bioatividade
Bioatividade depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

Propriedades relacionadas com:

  • Proliferação celular

  • Diferenciação celular


Pr teses ortop dicas
Próteses Ortopédicas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • Adesão

  • Resistência mecânica

  • Resistência à corrosão

  • Preço

  • Alergia a Ni

  • Peso


A o inox aust x ligas de tit nio

Resistência mecânica maior depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

Mais barato

Possui, geralmente, níquel na composição.

Resistência à corrosão maior

Mais leve

Não possui níquel na composição

Aço Inox. Aust. X Ligas de Titânio


A os inox austen com alto teor de nitrog nio

Melhor resistência à corrosão: depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

Generalizada;

Por pite;

Sob tensão;

Sob fadiga.

Alta pureza:

Livres de ferrita delta;

Livres de fase sigma;

Livres de precipitados;

Baixa quantidade de inclusões.

Não-magnéticos;

Aços Inox. Austen. com alto teor de Nitrogênio


Hidroxiapatita
Hidroxiapatita depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • Fosfato de cálcio

  • Frágil

  • Natural ou artificial

  • Biocompatível e bioativa

  • Recobrimento poroso.


Objetivos
Objetivos depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • O objetivo deste estudo foi o de comparar os efeitos dos recobrimentos feitos por aspersão a plasma em diferentes regimes de voltagem/amperagem, a fim de controlar-se propriedades essenciais ao sucesso do recobrimento para o fim proposto.


Materiais e m todos
Materiais e Métodos depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

Hidroxiapatita:

  • Artificial;

  • comercializada em forma de pó;

  • tamanho médio das partículas = 8,5µm.


Materiais e m todos1

Elemento depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

%Cr

% Mn

%Mo

%N

%C

%Si

%Ni

%Nb

F138

17,50

1,69

2,70

0,068

0,01

0,16

14,50

--

F1586

21,06

3,62

2,44

0,37

0,017

0,16

10,60

0,40

P558

16,70

9,90

3,30

0,48

0,16

0,40

0,014

--

Materiais e Métodos

Aços utilizados como substratos.


Materiais e m todos2
Materiais e Métodos depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • Recobrimento utilizando 60V e 300, 400 e 500 A.

  • Microscopia eletrônica de varredura (MEV);

  • Difração de raios-X (DRX);

  • Dissolução em Simulated Body Fluid (SBF);

  • Quantificação de Ca e P nas soluções por espectroscopia de emissão atômica.


Camadas depositadas

1. depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasmaMEV

Não sofrem influência dos diferentes aços.

Porosidade varia com a amperagem.

Camadas Depositadas


Camadas depositadas1
Camadas Depositadas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • P558 - 60V / 300A – 2000X


Camadas depositadas2
Camadas Depositadas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

2. P558 - 60V / 400A – 2000X


Camadas depositadas3
Camadas Depositadas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

3. P558 - 60V / 500A – 1000X


Camadas depositadas4
Camadas depositadas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

2.DRX

  • Hidroxiapatita substituída

  • > amperagem

    > número de fases diferentes

Difratograma representativo com as principais fases formadas na camada depositada sobre o aço P558 com 500A/60V


Camadas depositadas5
Camadas depositadas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

3.Dissolução da camada em SBF

  • Razão 0,05

  • Períodos de 1, 7, 14, 21 e 28 dias

  • 37 ºC

  • pH = 7,25


Camadas depositadas6

Parâmetros depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

1dia Ca-P

7dias Ca-P

14dias Ca-P

21dias Ca-P

28dias Ca-P

300 A/60V

24,6 - 100,6

48,67 - 204,6

55,01 - 285,4

62,04 - 363,46

74,49 - 433,36

500A/60V

21,63 - 98,7

42,24 - 205,5

55,01 - 279,2

80,77 - 365,3

105,69 - 447,2

Camadas depositadas

Concentrações de Ca e P em soluções com amostras recobertas com 300 e 500 A, em ppm, com o tempo de dissolução.

4.Quantificação de Ca e P nas soluções.


Camadas depositadas7
Camadas depositadas depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

5.DRX nas amostras após ensaio de dissolução

Os ensaios de DRX após os ensaios de dissolução mostram o aparecimento de apatita nas superfícies das amostras.


Conclus es
Conclusões depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • A microscopia eletrônica de varredura mostra que recobrimentos em regimes de maior amperagem resultam em camadas mais irregulares; com maior superfície de contato e maior porosidade.


Conclus es1
Conclusões depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • Por difração de raios-X observa-se que, com o aumento da amperagem, mais fases diferentes da hidroxiapatita aparecem na camada de recobrimento.


Conclus es2
Conclusões depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

  • A análise das concentrações de Ca e P revelam que as amostras com mais fases diferentes da hidroxiapatita (recobertas usando-se maior amperagem) têm menor taxa de dissolução nos primeiros 7 dias, embora a diferença seja muito pequena; e que este resultado se inverte a partir dos 21 dias.


Agradecimentos
Agradecimentos depositados em aços inoxidáveis austeníticos com alto teor de nitrogênio por aspersão a plasma

Ao Prof. Dr. André Paulo Tschiptschin e a Cláudia P.O. Ossa pelo apoio, amizade, suporte e ensinamentos.

Ao CNPQ e ao PIBIC.


ad