slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Educação para a saúde - Álcool - PowerPoint Presentation
Download Presentation
Educação para a saúde - Álcool -

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

Educação para a saúde - Álcool - - PowerPoint PPT Presentation


  • 126 Views
  • Uploaded on

Cidadania e empregabildade. Educação para a saúde - Álcool -. Mara Pereira. História.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Educação para a saúde - Álcool -' - kaemon


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Cidadania e empregabildade

Educação para a saúde

- Álcool -

Mara Pereira

slide2

História

Acredita-se que a bebida alcoólica teve origem na Pré-História, mais precisamente durante o período Neolítico quando houve a aparição da agricultura e a invenção da cerâmica. A partir de um processo de fermentação natural ocorrido há aproximadamente 10.000 anos o ser humano passou a consumir e a atribuir diferentes significados ao uso do álcool. Os celtas, gregos, romanos, egípcios e babilônios registaram de alguma forma o consumo e a produção de bebidas alcoólicas.

slide3

A Embriaguez de Noé

Numa passagem do Antigo Testamento da Bíblia (Gênesis 9.21)  Noé, após o dilúvio, plantou vinha e fez o vinho. Fez uso da bebida a ponto de se embriagar. Reza a bíblia que Noé gritou, tirou a roupa e desmaiou. Momentos depois seu filho Cam encontrou-o "tendo à mostra as suas vergonhas". Foi a primeiro relato que se tem conhecimento de um caso de embriaguez. Miguel Ângelo, famoso pintor renascentista (1475-1564), inspirou-se nesse episódio para pintar o teto da Capela Sistina, no Vaticano. Nota-se, assim, que não apenas o uso de álcool, mas também a sua embriaguez, são aspectos que acompanham a humanidade desde seus primórdios.

slide4

Álcool

O álcool é um depressor do Sistema Nervoso Central e age directamente em diversos órgãos, tais como o fígado, o coração, vasos e na parede do estômago.

slide5

Em pequenas quantidades o álcool promove uma desinibição, mas com o aumento desta concentração o indivíduo passa a apresentar uma diminuição da resposta aos estímulos, fala pastosa, dificuldade na marcha entre outros. Em concentrações muito altas, ou seja, maiores do que 0.35 gramas/100 mililitros de álcool o indivíduo pode ficar comatoso ou até mesmo morrer.

slide6

Efeitos do álcool

Os efeitos do álcool variam de intensidade de acordo com as características pessoais.

Por exemplo, uma pessoa acostumada a consumir bebidas alcoólicas sentirá os efeitos do álcool com menor intensidade quando comparada com uma outra pessoa que não está acostumada a beber.

Um outro exemplo está relacionado a estrutura física; uma pessoa com uma estrutura física de grande porte (considerando altura, massa muscular e gordura) terá uma maior resistência aos efeitos do álcool.

slide7

Doenças causadas pelo alcoolismo

1 - Esteatose Hepática (acumular de gordura no fígado): Pode acontecer em pessoas que fazem uso constante de bebidas alcóolicas e não são obrigatoriamente alcoólicos.

2 - Hepatite: É uma doença grave, que se caracteriza pela fraqueza, febre, perda de peso, náusea, vómitos e dor sobre a área do fígado. O fígado fica inflamado, causando a morte de múltiplas células hepáticas. A doença pode oferecer risco de vida e requer hospitalização.

slide8

3. Cirrose Hepática: É o estágio final de doença pelo álcool ao fígado.

Esta fibrose leva a uma destruição da passagem do sangue pelo fígado, impedindo o fígado de realizar funções vitais como purificação do sangue e depuração dos nutrientes absorvidos pelo intestino. O resultado final é uma falência hepática.

slide9

Proibição de beber álcool

A OMS ainda esclarece que em algumas situações, o uso do álcool não é recomendado nem em pequenas quantidades. São o caso de:

.  Mulheres grávidas ou a tentar engravidar ,

.  Pessoas que vão conduzir ou que estão a realizar tarefas que exijam alerta e atenção como a operação de uma máquina ,

.  Pessoas a usar medicação, 

.  Pessoas com condições clínicas que podem ser pioradas com o uso do álcool como a hipertensão e o diabetes ,

.  Alcoólicos em recuperação 

.  Menores de 18 anos

slide10

Estatísticas

A Europa possui a maior percentagem de consumidores de bebidas alcoólicas do mundo, os níveis mais elevados de consumo de bebidas alcoólicas per capita e um nível elevado de danos relacionados com o consumo de álcool. O consumo nocivo e perigoso de bebidas alcoólicas é responsável por 7,4% de todos os problemas de saúde e morte precoce na UE. Além disso, está na origem de um número considerável de acidentes mortais nas estradas da União Europeia, tem graves repercussões sociais que se traduzem em actos de violência, vandalismo, crime, problemas familiares e exclusão social, e é uma das causas da baixa produtividade.