Cirurgia pré-protética - PowerPoint PPT Presentation

cirurgia pr prot tica n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Cirurgia pré-protética PowerPoint Presentation
Download Presentation
Cirurgia pré-protética

play fullscreen
1 / 37
Cirurgia pré-protética
1421 Views
Download Presentation
jaser
Download Presentation

Cirurgia pré-protética

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Cirurgia pré-protética

  2. Cirurgia Pré Protética • Definição: A reposição protética de dentes perdidos ou ausentes envolve uma preparação cirúrgica dos tecidos orais de suporte remanescente para suportar a reposição protética da melhor forma possível.

  3. Objetivo: Criação de estruturas ósseas e de tecidos moles de suporte, adequadas para a utilização de próteses funcionais e estéticas (fixas ou removíveis)

  4. A área ideal de suporte de uma prótese: -Nenhuma evidência de condições patológicas intra- e extra-orais. -Relação apropriada dos maxilares nas dimensões ântero-posterior, transversa e vertical. -Processo alveolar tão espesso quanto possível e de configuração apropriada. -Ausência de tecido ósseo ou de tecido mole protuberante ou com áreas pontiagudas. -Mucosa queratinizada adequada na área de suporte da prótese. -Profundidade vestibular adequada. -Tecidos de revestimento com forma e quantidade adequadas para uma possível inserção de implantes.

  5. Avaliação do paciente • Exame Físico • Histórico Clinico • Objetivos estéticos e funcionais • Exame intra e extra- oral

  6. Avaliação do tecido ósseo de suporte • Inspeção visual e palpação • Exame Radiográfico • Modelos de estudo • Na maxila: crista alveolar, vestíbulo bucal ou abobada palatina • Na mandíbula: crista óssea, forame mentoniano, inserção muscular • Relação Maxilo- Mandibular

  7. Avaliação do tecido mole de suporte • Área Vestibular: presença de inflamações, cicatrizações, tecido flexível e irregularidades, perda de selamento periférico. • Face Lingual da Mandíbula: inserção do m. milo- hioideo e genioglosso.

  8. Plano de Tratamento • Com base em achados clínicos e radiográficos será proposto seus possíveis tratamentos.

  9. Plastia Das Irregularidades Da Crista Alveolar • Irregularidades do osso alveolar encontradas na época da extração dentaria ou após um período inicial da cicatrização da cirurgia de plastia alveolar antes da construção protética final. • Objetivo: propiciar o melhor contorno de tecido para suporte da prótese, conservando o máximo possível de tecido ósseo e de tecido mole.

  10. Alveoloplastia Simples Associada com Remoção de múltiplos Dentes • Compressão das paredes laterais do alvéolo dentário apos a remoção simples do dente. • Dependendo do grau de irregularidade do rebordo: pinça goiva, lima para osso ou broca para osso em peça de mão, individualmente ou juntas. • pressão digital, irriga-se, aparam-se as margens do retalho para remover o excesso de tecido Figura 1

  11. Alveoloplastia Intra- Septal • Remoção do osso intra- septal e o reposicionamento do osso cortical vestibular • Indicação: áreas com rebordo irregular no fundo de vestíbulo labial devido à configuração do rebordo alveolar. • pinça goiva e usada para a remoção da porção intra-septal do osso alveolar • Depois de feita a remoção do osso, a pressão digital deve ser forte o suficiente para quebrar a tábua cortical labial do rebordo alveolar no sentido interno a fim de aproximá-la da tabua palatina.

  12. Redução da tuberosidade da maxila • remover irregularidades ósseas ou para criar um espaço entre os arcos a fim de permitir a confecção de uma prótese na região posterior • Anestesia local pela técnica de infiltração ou por bloqueio dos ramos alveolar posteriores e do palatino maior • O paciente deve ser informado do potencial de complicações gerado pela excessiva pressão sinusal Fig 2 e 3

  13. Exostose Vestibular E Irregularidades Ósseas Excessiva • São protuberâncias ósseas e áreas de irregularidades excessivas-- maxila • Exostose Pequena: lima para osso- alternativas- osso autógeno, alogênico ou com material aloplástico. • Exostose Maiores: pinça goiva ou instrumentos rotatórios Fig 5 Fig 4

  14. Exostose Palatina Lateral • Irregularidades ósseas lateral da abobada palatina – ulcerações na mucosa de revestimento • Instrumentos rotatórios ou lima para osso, irrigação com soro fisiológico e sutura; Fig 24

  15. Redução da Crista milo- hioidea • Crista pontiaguda + pressão da dentadura= Dor • Anestesia: bloqueios dos nervos alveolares inferior, bucal e lingual • Lima para Osso • Reposição imediata da dentadura facilita o reposicionamento inferior e pode ser necessário um procedimento complementar no assoalho da boca

  16. Redução do tuberculo de geni • Situados na face lingual, pontos de inserção dos músculos geniohióideo e genioglosso. • Se proeminente atua como uma concha contra a prótese total • Se aumentar a porção anterior mandibular, não é necessário sua redução Fig 24 e 25

  17. Redução de torus maxilar • Exostose óssea na área do palato • Sua remoção só é feita se interferir na moldagem e adaptação da protese • Anestesia: bloqueios dos nervos incisivos e palatino maior, e a infiltração local • Complicações: formação de hematoma pós-operatório, perfuração do assoalho da fossa nasal, fratura e necrose do retalho Fig 6 Fig 7

  18. Redução de torus mandibular • Exostoses ósseas na face lingual da mandíbula geralmente na região dos pré-molares

  19. Redução de tecido mole da tuberosidade da maxila • Objetivo: promover espaço entre os arcos para colocação da prótese e proporcionar uma mucosa firme e espessa sobre o processo alveolar da região de suporte da prótese • Após sua remoção deve-se esperar 3 a 4 semanas para moldagem. Fig 11

  20. Redução do coxim retromandibular • È rara a necessidade de sua remoção. • Anestesia:infiltrativa na região da cirurgia. • A incisão é elíptica na maior parte da região posterior da mandíbula. • Sutura contínua ou interrompida.

  21. Remoção do Excesso De Tecido Mole Na Porção Lateral Do Palato • Cria pequenas irregularidades que interferem na confecção da prótese • Técnica: Ressecção submucosa ou excisão superficial de tecido mole • Anestesia: Infiltrativa local na área do forame palatino maior e da região anterior a massa de tecido mole • Remoção na extensão necessária para eliminar as Irregularidades na abobada palatina Fig 12

  22. Remoção do Tecido Com Hipermobilidade Sem Suporte • causada por reabsorção óssea, que torna o tecido sem suporte • Verificar quantidade de osso perdido, e se há necessidade de enxerto ósseo • Técnica: duas incisões paralelas • Moldagem: 3 a 4 semanas após a cirurgia

  23. Remoçao de Hiperplasia Fibrosa Inflamatória • Épulis fissurado ou fibrose por dentadura: um aumento generalizado hiperplásico da mucosa e do tecido fibroso no rebordo alveolar a área vestibular, normalmente em conseqüência de próteses mal adaptadas. Fig 13, 14 e 15

  24. Remoçao de hiperplasia papilar inflamatoria do palato • resultado de irritação mecânica, comum em pacientes usuários de prótese • projeções nodulares múltiplas no tecido palatino • Retira parte da lesão p/ exame histopatológico descartar lesão pré-cancerígena. Fig 18

  25. Frenectomia Labial • Só representam problema quando estão na linha média associados à diastemas. • Quando muito baixo interfere no selamento periférico da prótese causando seu deslocamento, além da movimentação do tecido adjacente ao freio poder causar desconforto e ulceração. Fig 19

  26. Frenectomia Lingual • Remoção: limitação dos movimentos da lingua, alteração na fala, e deslocamento de protese. • Tecnica: incisão da inserção do tecido conjuntivo fibroso da base da língua de modo transversal Fig 16 e 17

  27. Dentaduras Imediatas • Colocação de dentaduras no momento da remoção dos dentes e plastia óssea • Beneficios: psicológicos e estéticos imediatos • Vantagens: funciona como um tamponamento do sitio cirúrgico (reduz sangramento e edema pós operatório) e melhor adaptação de tecido ao rebordo alveolar, a dimensão vertical pode ser mais facilmente reproduzida • Desvantagens:necessidade de alterações freqüentes na dentadura nova após ter-se dado a cicatrização inicial.

  28. Dentadura Imediata • Fig 20

  29. Cirurgia para sobredentadura • Protese Total, Parcial ou removivel, que cobre uma ou mais raizes e/ou implantes, com ou sem meios de retenção • Objetivo: manter os dentes nos alvéolos, transferindo a força que incide diretamente ao osso e melhorando a função mastigatória com uma restauração protética. • dente com suporte ósseo adequado; boa saúde periodontal, tratamento endodôntico e protético dos dentes remanescentes

  30. Sobredentadura • Fig 21, 22, 23

  31. Frenectomia Labial

  32. Torus Mandibular

  33. Bibliografia: • PETERSON, L.J. Cirurgia Oral e Maxilo e Maxilo- Facial Contemporanea. 3 ed, Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2000. • http://www.flickr.com/photos/alessandrinhaa/4504416828/ (Figura 1) • http://ailtonteste.blogspot.com/2010/12/caso-clinico-alveolectomia-intra-septal.html (Fig. 8,9 10) • http://www.odontosites.com.br/odonto/default2.asp?s=artigos2.asp&id=28&titulo=Displasia_Fibrosa_Monostotica (Fig 2 e 3) • http://micheljazzar.com/mambo/index.php?option=com_content&task=view&id=129&Itemid=1 (Fig 4) • http://www.all4dentist.com/showthread.php?326-Pictures-of-Buccal-Exostoses-of-the-mandible-and-maxilla (Fig 24) • http://www.doctorspiller.com/oral%20anatomy.htm (Fig 5) • http://bioimagem.blogspot.com/2009/12/torus-palatinus.html (Fig 6) • http://meded.ucsd.edu/clinicalimg/head_maxillary_torus.htm (Fig 7) • http://www.ibi.org.br/Artigos/Osteotomia%20segmentar%20posterior%20maxila.htm (Fig 11) • http://www.cefala.org/fonologia/imagens/aparelho_fonador/palato_r.jpg (Fig 12) • http://patologiabucal-fob.blogspot.com/2009/05/hiperplasia-fibrosa-fibroma-por.html (Fig 13, 14 e 15) • http://ceo-saofelix.blogspot.com/2008/12/caso-clnico-frenectomia-lingual.html (Fig 16 e 17) • http://cac-php.unioeste.br/projetos/patologia/lesoes_fundamentais/papulas/imagem1.php (Fig 18) • http://www.edvino.odo.br/ (Fig 19) • http://www.salomaoostetto.com.br/#/index/conteudotexto/cod/3/lay/113/cor/so2/ (Fig 20) • https://bdigital.ufp.pt/dspace/bitstream/10284/1665/1/RF_14512.pdf (Fig 21, 22, 23) • www.das.ufsc.br/.../Anatomia%20dento-maxilo-mandibular.ppt (Fig 24 e 25) • www.youtube.com.br (videos)

  34. OBRIGADA! • Adriana Araujo • Alex Sandro dos Reis • Anne • Carolina de Castro • Caroline Moreira • Diogo Collucci • Fernanda Martinez • Giovana França • Mariana Pereira • Thais Manhez • Weslley