ESCOLA E DIVERSIDADE: CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE - PowerPoint PPT Presentation

escola e diversidade conversando a gente se entende n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ESCOLA E DIVERSIDADE: CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE PowerPoint Presentation
Download Presentation
ESCOLA E DIVERSIDADE: CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE

play fullscreen
1 / 11
ESCOLA E DIVERSIDADE: CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE
150 Views
Download Presentation
gratia
Download Presentation

ESCOLA E DIVERSIDADE: CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. ESCOLA E DIVERSIDADE: CONVERSANDO A GENTE SE ENTENDE Profª Esp. Marinalva Santana Grupo Matizes Articuladora da Liga Brasileira de Lésbicas no Piauí e-mail: acasinha@bol.com.br

  2. PARA COMEÇO DE CONVERSA... • PRECONCEITO – percepções mentais negativas em face de indivíduos e de grupos socialmente inferiorizados (Roger Raupp Rios)

  3. PARA COMEÇO DE CONVERSA... • DISCRIMINAÇÃO – Materialização do preconceito, através de práticas omissivas ou comissivas Obs: uma pessoa pode ter preconceito e não praticar discriminação, mas todo ato discriminatório é sustentado em um preconceito.

  4. PARA COMEÇO DE CONVERSA... • HOMOFOBIA – Forma de preconceito, que pode resultar em discriminação, tendo como elemento motivador o ódio, a aversão que um indivíduo nutre por uma pessoa homossexual (gay ou lésbica).

  5. PARA COMEÇO DE CONVERSA... • LGBT- é a sigla de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis e Transexuais. • Lésbica – pessoa do gênero feminino que se relaciona afetiva e sexualmente com outra(s) pessoa(s) do mesmo gênero. • Gay - pessoa do gênero masculino que se relaciona afetiva e sexualmente com outra(s) pessoa(s) do mesmo gênero. • Travesti - Pessoa que nasce do sexo masculino ou feminino, mas que tem sua identidade de gênero oposta ao seu sexo biológico, assumindo papéis de gênero diferentes daqueles impostos pela sociedade. • Orientação sexual – atração afetivo-sexual que uma pessoa sente por outra. • Identidade de gênero – experiência interna e individual do gênero de cada pessoa, que pode ou não corresponder ao sexo atribuído no nascimento

  6. HOMOFOBIA NO BRASIL • Em média, a cada três dias, um(a) LGBT é assassinado no Brasil, vítima de crime homofóbico; • A cada 3 minutos, uma pessoa LGBT é vítima de discriminação; • Estima-se que, em média, mil adolescentes gays cometem suicídio por ano no Brasil, vítimas da intolerância da família, da escola e da sociedade. • Crimes de motivação homofóbica ocorridos no Brasil: 198 (2009); 189 (2008); 122 (2007)

  7. ESCOLA E LGBTs • ¼ dos estudantes não gostariam de ter um(a) colega LGBT *; • Cerca de 30% dos pais não gostariam que seus filhos tivessem colegas de classe LGBT *; • Para os alunos entrevistados, bater em LGBT é ‘menos violento’ que usar drogas, roubar, andar armado* * Pesquisa UNESCO

  8. ESCOLA & LGBTs • Silenciamento sobre o tema (“polêmico”, “@s alun@as não estão preparad@s”): “Eu vou ser sincera, não só a minha mentalidade, o meu jeito de pensar e ver que não estão preparados para isso, não temos segurança para tratar sobre homossexualidade, não temos conhecimento (...) a gente não sabe como orientar.” (Diretora de uma escola pública – Maceió – AL – Pesquisa UNESCO)

  9. ESCOLA & LGBTs ●Violência moral, física e psicológica contra LGBTs (educand@s e educador@s): “Na minha sala, tinha um menino homossexual e a galera, os meninos, o perturbaram tanto até ele sair da escola, não voltou (...) os meninos ficavam perturbando, fazendo hora, brincando. Acabou que teve de sair da escola, porque foi muito forte a história”. (Escola pública – Salvador) “Tem preconceito porque tem um menino que é meio afeminado. Travesti. Muitos jogam ovos nele. Muitos ficam tirando ‘sarro’. Muitos não chegam perto dele. Parece que ele tem uma doença contagiosa. Eles não conhece para saber o que e como ele sente. (Escola pública – São Paulo)

  10. COMO É NA PRÁTICA • ¼ dos estudantes não gostariam de ter um(a) colega LGBT *; • Cerca de 30% dos pais não gostariam que seus filhos tivessem colegas de classe LGBT *; • Para os alunos entrevistados, bater em LGBT é ‘menos violento’ que usar drogas, roubar, andar armado* * Pesquisa UNESCO

  11. Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBT Princípios: • Igualdade e respeito à diversidade • Equidade • Laicidade do Estado • Universalidade das políticas • Justiça social • Transparência dos atos públicos • Participação e controle social