GEOGRAFIA 2011 MÁRCIO PASSOS & Daniela Rocha marcio_mp2009@hotmail.com PARTE I - PowerPoint PPT Presentation

gema
geografia 2011 m rcio passos daniela rocha marcio mp2009@hotmail com parte i n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
GEOGRAFIA 2011 MÁRCIO PASSOS & Daniela Rocha marcio_mp2009@hotmail.com PARTE I PowerPoint Presentation
Download Presentation
GEOGRAFIA 2011 MÁRCIO PASSOS & Daniela Rocha marcio_mp2009@hotmail.com PARTE I

play fullscreen
1 / 163
Download Presentation
GEOGRAFIA 2011 MÁRCIO PASSOS & Daniela Rocha marcio_mp2009@hotmail.com PARTE I
87 Views
Download Presentation

GEOGRAFIA 2011 MÁRCIO PASSOS & Daniela Rocha marcio_mp2009@hotmail.com PARTE I

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. GEOGRAFIA 2011 MÁRCIO PASSOS & Daniela Rocha marcio_mp2009@hotmail.com PARTE I

  2. A ciência geográfica, o estudo da relação com o homem e o ambiente. 1-descritiva, séc. XV, XVI e XVII – CAP. COMERCIAL / G. NAVEGAÇÕES & ciência, SÉC. XVIII, XIX, XX e XXI – CAP. INDUSTRIAL e FINANCEIRO / REV. INDUSTRIAIS, URBANIZAÇÃO e GLOBALIZAÇÃO 2-escolas.

  3. AS TEORIAS GEOGRAFICAS • O determinismo geográfico foi um conceito expresso por Friedrich Ratzel. O conceito retrata as influências que as condições naturais exerceriam sobre a humanidade, sustentando a tese de que o homem seria muito marcado pela natureza que o cerca.

  4. TEORIAS GEOGRÁFICAS • O possibilíssimo geográfico teve origem na França com Paul Vidal de La Blache, onde foi demonstrado que a natureza exercia influências sobre o homem, mas que o homem tinha possibilidades de modificar e de melhorar o meio.

  5. A ciência geográfica A Geografia é uma ciência dinâmica que analisa as transformações do espaço pelo homem. Subdivide-se: GEOGRAFIA FÍSICA e GEOGRAFIA ECONÔMICA.

  6. Espaço: natural X geográfico. (HETEROGÊNEOS, SOCIAIS e DINÂMICOS ) 1. paisagens: natural e humanizada. 2. Contemporaneidade (nova ordem, terceira revolução industrial e globalização, capitalismo e blocos) 3.Conceitos Básicos: paisagem, lugar, território, nação, Estado, região.

  7. APROFUNDANDO: Espaço contemporâneo. • Segundo a expansão do capitalismo o espaço mundial foi dividido em 3 momentos: no inicio uma multipolaridade individual entre países, recentemente uma bipolaridade e atualmente uma multipolaridade dividida em blocos econômicos, que podem ser meros mercados comuns até uniões aduaneiras, alfandegárias ou monetárias.

  8. APROFUNDANDO: globalização • A globalização que tem permitido o desenvolvimento de um conceito moderno denominado de aldeia global, mas não tem reduzido a distancia entre o Norte e o Sul. É cada vez maior o comércio internacional, assim como a interdependência entre mercados.

  9. ANOTE E NÃO ESQUEÇA! 1. A fronteiraé o limite entre duas ou mais partes distintas, por exemplo, dois países, dois estados, dois municípios. 2. Nação –pode ser definida como um coletivo humano com caracteres comuns, como a língua e a religião. Os membros dessa coletividade estão ligados por laços históricos, étnicos e culturais.

  10. ANOTE E NÃO ESQUEÇA! 3. ESTADO– É a forma como a sociedade se organiza politicamente. É o ordenamento jurídico que regula a convivência dos habitantes de um país. 4. TERRITÓRIO – O território de um país é a base física sobre a qual o Estado exerce suasoberania. 5. PAíS– Território politicamentedelimitadoporfronteiras, em geral, habitadoporumacomunidade com históriaprópria.

  11. O espaço. 1. A organização do espaço geográfico dispõe de três elementos fundamentais:  espaço da produção, espaço da circulação, espaço das idéias. 2. O conceito de pós-modernidade na sociedade atual.

  12. APROFUNDANDO: declínio do socialismo • A atual relação comercial mundial produziu espaços especializados na produção de bens primários, bens industriais e fornecedores de tecnologias e serviços. O atual espaço socialista deu lugar a um modelo mesclado ideologicamente como na China, denominado se socialismo de mercado.

  13. APROFUNDANDO: Novos espaços industriais • Depois da formação dos Tigres Asiáticos e da possibilidade do Dragão Asiático, nasce uma nova plataforma de exportação denominada de Chíndia, tendo em vista os elevados investimentos nessa região associado ao baixo valor de mão de obra.

  14. APROFUNDANDO: Sociedade contemporânea • A atual sociedade global é considerada como consumistas predatórios, pondo a sustentabilidade ambiental em risco e levando a expansão de multinacionais, consideradas como principal veiculo dentro do atual modelo globalizante.

  15. APROFUNDANDO: fases industriais • Robótica, telecomunicação e informática são elementos da atual revolução industrial, onde nota-se uma busca pela sempre maior por uma mão de obra qualificada, exigência do modelo toyotista. O novo modelo produtivo que caracteriza o espaço geográfico global é marcado pela presença de fábricas globais, produção flexível e linhas de produção.

  16. APROFUNDANDO: Mercado atual • Somos ( nós do Mercosul ) classificados como uma estrutura global trades, tendo em vista o grande volume de negócios com boa parte do mundo. O Brasil em especial é um celeiro agrícola mundial, apesar dos seus contraste internos.

  17. APROFUNDANDO: Brasil contemporâneo • As maiores mudanças no nosso espaço geográfico estão associadas as datas de 1930, 1956, 1990 e 2003. saímos de um modelo agroexportador para agroindustrial, de uma paisagem rural para urbana, passamos por uma profunda crise econômica ate chegarmos a um modelo neoliberal com uma profunda abertura de mercado.

  18. UFBA 2004 A construção dos conhecimentos histórico-geográficos pressupõe a escolha de um corpo conceitual e metodológico capaz de satisfazer seus objetivos. Para isso, Geografia e História usam conceito-chave, como instrumentos capazes de realizar uma análise científica do espaço e do tempo. Com eles procuramos dar conta de um mundo cada vez mais “acelerado e fluído” e, por isso, mais denso e complexo. Eles permitem aprender o espaço nas suas formas de organização, validar o que foi herdado do passado e atender às novas necessidades. A partir da leitura do texto e dos conhecimentos sobre o homem no espaço histórico-geográfico, pode-se afirmar:

  19. (01) A paisagem representa a imagem visual do espaço geográfico e este, por sua vez, é produto de processos naturais e culturais, cujas escalas de alteração não ocorrem simultaneamente na mesma temporalidade. (02) A abordagem dos fatos políticos, na História, leva em conta, preponderantemente, a lentidão com que estes se desenrolam, ao contrário do que acontece com os fatos sociais e culturais (04) O conceito de permanência permite a compreensão das formas de sobrevivência dos conteúdos culturais que identificam as peculiaridades de cada povo em relação a outros povos no mesmo período histórico.

  20. (08) A geografia trabalha com diversas ordens de grandeza, utilizando a escala cartográfica como instrumento de representação do espaço e a escala geográfica para indicar a abrangência de um fenômeno físico ou socioeconômico. (16) O lugar representa, na análise geográfica, uma porção do espaço no qual se vive, se cria uma identidade e onde ocorrem relações de consenso e de conflito. (32)As reais distâncias geográficas do espaço absoluto foram atualmente reduzidas a partir da intensificação das novas redes técnicas, implementadas pelo processo de globalização de economia

  21. Questão 2 • a)Quais os maiores impactos das grandes guerras no desenvolvimento econômico dos EUA? • b)Quais os impactos da crise de 1929 e da segunda grande guerra para as bases da economia do Brasil? • c)Posterior ao fim da segunda grande guerra um novo período de conflito foi iniciado, como se chamou quais suas características e quais seus impactos sobre a economia e a política mundial?

  22. d)Como ficou a DIT posterior a segunda grande guerra? • e)Como reagiu à globalização as grandes guerras e a guerra fria? • f)Com a explosão indústria posterior a segunda guerra, como se processou o consumo dos recursos?

  23. respostas A. Depois das grandes guerras a população masculina europeia foi reduzida bruscamente, afetando a natalidade e a disponibilidade de mão de obra, processo refletido na pirâmide, através de uma lacuna no campo esquerdo. Atualmente, a Europa vive uma fase de crescimento demográfico negativo.

  24. B. Os Estados Unidos, principal importador do café brasileiro, afetado pela crise de 29, reduziu a compra deste produto nos levando a uma crise, obrigando Getúlio iniciar o processo industrial brasileiro. C. Após a Segunda Guerra teve início a Guerra Fria que estabeleceu o conflito armado entre as duas maiores potências, à época, defendendo de uma lado o capitalismo – com a Otan e o Plano Marshall – e do outro, o socialismo – com o Pacto de Varsóvia e o Comecom. O fechamento das fronteiras internacionais gerou uma profunda crise nas relações comerciais, desacelerando o processo globalizante.

  25. D. Com o fim da Guerra Fria, a DIT assumiu um caráter revolucionário, agrupando o mercado internacional em três ambientes: mercados periféricos, semiperiféricos e centrais. E. De 1914 a 1991, a integração de mercados internacionais foi comprometida, o que inviabilizou a expansão da globalização, fazendo surgir em muitas partes do mundo, visões nacionalistas e autofágicas.

  26. F. O desenvolvimento industrial, associado à terceira revolução, fez expandir uma sociedade consumista predatória ao nível global que, compromete a cada dia, a sustentabilidade ambiental e soco espacial.

  27. DETALHANDO CONCEITOS! • População absoluta e relativa, crescimento demográfico, fases do crescimento e população economicamente ativa (PEA) e atual crise econômica mundial. • Formas de desemprego (conjuntural, estrutural, tecnológico, friccional). • Economias primárias, industriais e pós-industriais • Industrialização clássica e tardia • Estruturas setoriais • Globalização das migrações

  28. subdesenvolvimento • é o produto da má utilização dos recursos naturais e humanos realizada de forma a não conduzir à expansão econômica e a impedir as mudanças sociais indispensáveis ao processo da integração dos grupos humanos subdesenvolvidos dentro de um sistema econômico integrado. Só através de uma estratégia global do desenvolvimento, capaz de mobilizar todos os fatores de produção no interesse da coletividade, poderão ser eliminados o subdesenvolvimento e a fome da superfície da terra.

  29. O Brasil é imperialista na América Latina? • O Brasil pode sim ser considerado imperialista num contexto regional, uma vez que tem influência determinante nas economias do países sul americanos. Ao defender o imperialismo daríamos margem as super potencias para exercer o mesmo com mais intensidade sobre nós. Lembre-se de que o Brasil tem gigantescas reservas mineralógicas e aquíferas, que despertam o interesse das super potências.

  30. O Brasil é um país com imenso potencial econômico, mas lembre-se que o bom funcionamento do sistema depende do bem estar social. SÓ TEREMOS VERDADEIRAS MUDANÇAS QUANDO A EDUCAÇÃO, A FORMAÇÃO INTELECTUAL FOR PRIORIDADE TOTAL.

  31. Lembrem-se todos que o nível de desenvolvimento se mede através do IDH, e a concentração DE TERRAS E DE RENDA, característica do imperialismo, é um fator NEGATIVO pois aumenta as disparidades econômicas! É uma idiotice defender políticas imperialistas, no final só gera mais concentração e instabilidade.

  32. A TERRA E SEUS MOVIMENTOS

  33. BIG BANG – ExpansãoO espaço e o tempo foram criados no Big Bang

  34. MITOS E VERDADES • Foi uma explosão que ocorreu no espaço vazio e que a explosão expandiu no espaço vazio. (MITO) • No começo do universo o espaço era preenchido completamente com a matéria. A matéria estava originalmente muito quente e muito densa e então expandiu e esfriou para eventualmente produzir as estrelas e as galáxias que nós vemos no universo hoje. (VERDADE)

  35. ROTAÇÃO: Este é o movimento que a Terra faz em torno do seu próprio eixo (imaginário) que se encontra inclinado em relação ao plano da órbita em aproximadamente 23°. É um movimento de Oeste para Leste, no sentido anti-horário e no tempo aproximado de 24 horas (dia). PRINCIPAIS CONSEQUÊNCIA: Sucessão dos dias e das noites Movimento aparente do Sol Desvio dos ventos e das correntes marítimas para oeste Forma da Terra (geoide) Fusos horários

  36. Dicas importantes: Dias e Noites • Além da palavra dia representar o período de 24 horas, ela também o período de iluminação de uma das faces do planeta. • Não esqueça de que a rotação da Terra apresenta como principal consequência a sucessão, alternância, ocorrência ou existência de dias e noites, porém nunca a duração deles. Pois, a duração está relacionada às estações do ano que, por sua vez, são estabelecidas pelas translação.

  37. MOVIMENTO APARENTE DO SOL O Sol nasce a Leste e se põe a Oeste, desenvolvendo uma trajetória em arco no mundo tropical e reduzindo a altura dessa trajetória, à medida em que se aproxima dos polos até atingir um deslocamento paralelo ao horizonte. Lembre-se que este movimento é aparente, pois não é o Sol que gira ao redor da Terra.

  38. SISTEMA DE ORIENTAÇÃO Resultante do movimento aparente do Sol, estabeleceu-se um conjunto de direções que se apresentam na figura ao lado, denominado de rosa-dos-ventos. Esta representação é composta por quatro pontos Cardeais, quatro pontos Colaterais e oito ponto Sub-colaterais.

  39. SISTEMAS CARDEAIS MUNDIAISE OS HEMISFÉRIOS A partir da rosa-dos-ventos, constituímos um processo de reconhecimento do espaço global, determinando, a partir da linha do Equador o hemisfério Norte e Sul e, do meridiano de Greenwich, o hemisfério Oriental (Leste) e Ocidental (Oeste). Linhas Horizontais = Paralelos, destacando Equador, Trópicos e Círculos Polares (Limite das zonas de Iluminação, com exceção da linha do Equador) Linhas Verticais = Meridianos

  40. COORDENADAS GEOGRÁFICAS

  41. Se ligue! • São um conjunto de linhas imaginárias que servem para localizar um ponto ou acidente geográfico na superfície terrestre. Essas linhas são os paralelos e os meridianos. LEMBRE-SE! Linhas da Rede Geográfica( paralelos e meridianos)/ latitude varia de 0 a 90 norte ou sul e longitude varia de 0 a 180 graus leste ou oeste.Alguns paralelos recebem nomes especiais: • Círculo Polar Ártico (66° 33 N). • Trópico de Câncer (23° 27 N). • Equador (0°). • Trópico de Capricórnio (23° 27 S). • Círculo Polar Antártico (66° 33 S)

  42. Coordenada e Escala

  43. Lembre-se! • Plano Equatorial: É um plano imaginário que divide a Terra em dois polos: norte e sul. • Paralelos: São linhas imaginárias paralelas ao plano equatorial. • Latitude: É a distância medida em graus de um determinado ponto do planeta entre o arco do meridiano e a linha do equador. • Meridiano de Greenwich: Greenwich tornou-se um meridiano referencial internacionalmente em 1884, devido a um acordo internacional que aconteceu em Washington, isso para padronizar as horas em todo o mundo, Greenwich foi escolhido por “cortar” o observatório Astronômico Real, localizado em Greenwich, um distrito de Londres. • Meridianos: São linhas imaginárias paralelas ao meridiano de Greenwich que ligam os polos norte e sul. • Longitude: É a localização de um ponto da superfície medida em graus, nos paralelos e no meridiano de Greenwich. 

  44. Mapas e Projeções • As projeções são conjuntos de técnicas geométricas que tentam diminuir ao máximo as distorções da representação da superfície terrestre, num plano. • As projeções cartográficas do tipo cilíndrica, cônica e azimutal/ plana, são os tipos mais usados.

  45. Se ligue!

  46. Atenção! • As Projeções azimutais são as mais usadas geopoliticamente, pois podem realçar o “status” de um país em relação aos demais da Terra. Durante a Guerra Fria, por exemplo, ora se centrava em Washington, ora em Moscou; podia se controlar os mísseis e ogivas nucleares apontados para uma ou para outra superpotência, cujas rotas passavam pela Zona Polar Ártica. A Europa Ocidental (sob influência americana) e a Oriental (sob influência soviética) poderiam ser visualizadas através dessa projeção. Os agentes da globalização, como os bancos internacionais e as transnacionais, dão preferência à projeção azimutal, colocando evidentemente o ponto de tangência em suas sedes, nos países centrais. Os mapas aeronáuticos e de navegação marítima também usam a projeção azimutal, visto que a maior parte do comércio internacional e transportes de cargas e pessoas se faz no hemisfério norte, onde se concentram os países desenvolvidos.

  47. Se ligue!

  48. Se ligue!

  49. Se ligue!

  50. Se ligue!