degrada o de amino cidos e ciclo da ur ia jacqueline isaura alvarez leite alvarez@ufmg br icb ufmg l.
Download
Skip this Video
Download Presentation
DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite alvarez@ufmg.br ICB/UFMG

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 23

DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite alvarez@ufmg.br ICB/UFMG - PowerPoint PPT Presentation


  • 158 Views
  • Uploaded on

DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite alvarez@ufmg.br ICB/UFMG. DEGRADAÇÃO DE PROTEÍNAS.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite alvarez@ufmg.br ICB/UFMG' - garren


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
degrada o de amino cidos e ciclo da ur ia jacqueline isaura alvarez leite alvarez@ufmg br icb ufmg

DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIAJacqueline Isaura Alvarez Leitealvarez@ufmg.brICB/UFMG

slide2

DEGRADAÇÃO DE PROTEÍNAS

Meia vida de proteínas relacionadas com: facilidade com que ubiquitina se liga a elas (proteínas intracelulares) ou lisossomos que degradam a proteína extracelular (endocitose do plasma ou membrana celular)

  • Proteína-ubiquitina (ubiquitina liga NH3 lateral da lisina). Degradadas no proteossomo 26S, protease complexa.
  • Meia vida depende Aa no N terminal da proteína:
    • Serina: meia vida > 20h
    • Aspartato: meia vida 3 min
    • Pro-Glu-Ser-Ter (PEST) degradadas rapidamente
  • Dois processos importantes na degradação:
  • - destino do NH3
  • - destino dos esqueletos carbônicos
slide6

Uréia é a principal forma de eliminação do grupos amino de Aa e perfaz 90% dos componentes nitrogenados da urina.

  • O carbono e o Oxigênio vêm do CO2
  • A uréia é produzida no fìgado e transportada pelo sangue até os rins.
slide8

Reação da AST:

Reversível:

forma oxaloacetato ou aspartato. Depende da concentração dos componentes

slide9
As transaminases convergem os grupo N de aminoácidos para o glutamato, e este ainda pode ser convertido em glutamina.

Síntese de Glutamina a partir de glutamato e amônio livre

slide12

TREONINA E SERINA LIBERAM NH3 DIRETAMENTE COMO ION AMÔNIO

Serina serina desidratasePiruvato + NH4+

Treonina treonina desidratasea cetobutirato + NH4+

slide13
Outras etapas de desaminação de Aa:

1. Serina Desidratase:

serinapiruvato + NH4+

2. L- e D-aminoacidooxidases (Peroxisomais):

aminoácido + FAD + H2O a-cetoacido + NH4+ + FADH2

FADH2 + O2FAD + H2O2

Catalase: 2 H2O22 H2O + O2

slide14

Sentido da reação da Glu desidro depende das concentrações dos componentes.

ATP e GTP inibem a enzima e ADP e GDP vão ativar.

Significa que em baixa de energia tenho que aumentar a degradação de Aa para obter esqueleto carbônico da neoglicogênese

Assim, os N chegam ao fígado como glutamina (glutamato) ou como alanina (músculo).

slide16

Glutamato Desidrogenase catalisa a principal reação de remoção de N do pool de aminoácidos

Glu desidro:Uma das poucas enzimas que pode usar NAD+ or NADP+ como aceptor de e-

A oxidação do a-carbono seguida de hidrólise, liberando NH4+.

slide18

Assim, as transaminases convergem os grupo N de Aa para glutamato, que, por sua vez é desaminado via glutamato desidrogenase, produzindo NH4+.

slide19

A reação global da Carbamil fosfato I: (irreversível)

2ATP + HCO3- + NH3 H2N-C-OP32- + 2ADP + Pi

slide20

N-acetil glutamato

Regulador da carbamil fosfato sintetase I