slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA PowerPoint Presentation
Download Presentation
ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 34

ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA - PowerPoint PPT Presentation


  • 115 Views
  • Uploaded on

Ministério da Fazenda - MF. ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA. 1945 Criação dos Cursos de Aperfeiçoamento 1967 Centro de Treinamento 1973 Esaf 1975 Inauguração da Sede em Brasília . Origem. ESAF. Posição na Estrutura do Ministério da Fazenda. Ministério da Fazenda. Secretaria

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA' - fonda


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

Ministério da Fazenda - MF

ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA

origem
1945 Criação dos Cursos de Aperfeiçoamento

1967 Centro de Treinamento

1973 Esaf

1975 Inauguração da Sede em Brasília

Origem
posi o na estrutura do minist rio da fazenda

ESAF

Posição na Estrutura do Ministério da Fazenda

Ministério da Fazenda

Secretaria

Executiva

Gabinete

do

Ministro

SPAE

SPOA

Órgãos Específicos Singulares

PGFN

RFB

STN

SPE

SEAE

SAIN

estrutura da sede
Estrutura da Sede

OUVIDORIA

GABIN

DIRETOR-GERAL

Consultores da DIRGE

DIRETOR-GERAL

DIRETOR-GERAL

ADJUNTO

ADJUNTO

DIRCO

DIRED

DIRES

DIRAT

DIRAD

CEFOR

GERTI

GEREF

CONTE

CEMID

CIACT

CEMAD

PREFE

CECAB

PROCD

SEOFI

SEADM

CENTRESAF BA, CE, DF, MG, PA, PE, PR, RJ, RS, SP

componentes estrat gicos1
Finalidade

Educar em finanças públicas e selecionar candidatos ao serviço público.

Visão de Futuro

Ser um centro de excelência em finanças públicas.

Missão

Desenvolver pessoas para o aperfeiçoamento da gestão das finanças públicas e a promoção da cidadania.

Objetivos

Promover estudos e pesquisas em finanças públicas.

Contribuir para a modernização das instituições que atuam na área das finanças públicas.

Promover o intercâmbio com organismos nacionais e internacionais.

Desenvolver estudos e pesquisas em tecnologia educacional.

Disseminar conhecimentos em finanças públicas.

Componentes Estratégicos
valores educacionais
Ética e Cidadania

Educação Permanente

Mudança de Paradigmas

Desenvolvimento Integral do Ser Humano

Abordagem Holística

Individualização

Aprendizagem Coletiva

Criatividade e Inovação

Aprender a Aprender

Aprender Fazendo

Valores Educacionais
1 programa de finan as p blicas
1 – Programa de Finanças Públicas

Diretrizes:

  • Realizar programas educacionais destinados ao Aperfeiçoamento da gestão das finanças públicas dos três níveis de Governo – federal, estadual e municipal;
  • Fortalecer o federalismo fiscal brasileiro
2 programa nacional de educa o fiscal pnef
2 - Programa Nacional de Educação Fiscal - PNEF

Diretrizes:

  • Contribuir para o pleno exercício da cidadania
  • Favorecer a relação harmoniosa entre Estado e o cidadão;
  • Elevar a qualidade do controle social;
  • Constituir disciplina transversal na grade curricular de ensino oficial

Composição do GEF:

  • ESAF, SRF, STN, CGU, MEC, Secretarias de Fazenda e de Educação estaduais e Secretarias de Finanças e de Educação municipais.

Capacitações:

  • Em 2006, foram capacitados cerca de 12.000 disseminadores – professores da rede pública e fazendários
  • Capacitados 700 tutores
  • Em 2007 serão capacitados cerca de 18.000 professores. No primeiro semestre foram capacitados 5.700 professores. Hoje, há cerca de 12.500 professores em treinamento, on-line.
4 programa de forma o e educa o permanente
4 - Programa de Formação e Educação Permanente

Objetivos:

Preparar o candidato habilitado na primeira etapa do concurso, para exercer o cargo a que concorre

Manter a continuidade do processo de capacitação

5 programa de com rcio exterior
5 - Programa de Comércio Exterior

Diretriz:

  • Viabilizar a formação de quadros do Governo para conduzir processos de negociação com internacional e de apoio a usuários de sistemas de controle Aduaneiro

Exemplo de ações

  • Cursos de Especialização a Distância
  • Treinamento de Despachantes Aduaneiros
6 programa de interc mbio e coopera o t cnica
6 - Programa de Intercâmbio e Cooperação Técnica

Diretrizes:

  • Viabilizar processos de transferência de know-how, em áreas de conhecimento fazendário
  • Assegurar que a metodologia de transferência de know-how seja compatível com a sustentabilidade do processo;
  • Favorecer práticas de apropriação e de disseminação de conhecimentos.

Exemplos de Cooperação com Organismos Internacionais:

1 – BID Banco Interamericano de Desenvolvimento

2 – CIAT Centro Interamericano de Administrações Tributárias

3 – CIDA Agência de Cooperação Técnica do Canadá

4 – CPLP Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

5 – FMI Fundo Monetário Internacional

6 – OCDE Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico

7 – UE União Européia

8 – WBI Instituto do Banco Mundial

6 programa de interc mbio e coopera o t cnica1
6 - Programa de Intercâmbio e Cooperação Técnica

6.1 - Cooperação com o FMI

IEP - Inglês, Espanhol e Português.

6 programa de interc mbio e coopera o t cnica2
6 - Programa de Intercâmbio e Cooperação Técnica
  • Cursos de especialização (três turmas: 2004, 2005 e 2006);
  • Conferências, seminários e workshops;
  • Consultoria técnica européia;
  • Instalação de um Centro de Documentação Européia na ESAF

6.2 - Cooperação com a União Européia

6 programa de interc mbio e coopera o t cnica3
6 - Programa de Intercâmbio e Cooperação Técnica

FIA Fundação Instituto de Administração da USP

FJP Fundação João Pinheiro

FGV Fundação Getúlio Vargas

IPEA Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

UFPE Universidade Federal de Pernambuco

UFPA Universidade Federal do Pará

UFBA Universidade Federal da Bahia

UFSC Universidade Federal de Santa Catarina

UnB Universidade de Brasília

USP Universidade de São Paulo

PUC/RJ Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

6.3 - Cooperação com Organizações Nacionais

7 programa de administra o e ger ncia
7 - Programa de Administração e Gerência

Diretrizes:

  • Contribuir para a consolidação da filosofia e das práticas da Adm. Gerencial no Setor Público brasileiro;
  • Viabilizar ganhos de produtividade no trabalho;
  • Favorecer a melhoria dos processos decisórios

Exemplo de ação (Cursos)

  • Cursos: EUROsociAL; Gerenciamento de pessoas; Gerenciamento de Programas; Semana de Administração Orçamentário-Financeira e Contratações Públicas; Prevenção e combate a lavagem de dinheiro.
8 programa de tecnologia da informa o
8 - Programa de Tecnologia da Informação

Diretriz:

  • Prover os recursos de tecnologia da informação necessários e o a cursos e a processos de trabalho

Cursos de

  • Office XP; Open Office; Siaf Gerencial e Operacional; e sobre qualquer sistema corporativo
9 programa de cursos abertos e de extens o
9 - Programa de Cursos Abertos e de Extensão

Diretrizes:

Exemplos de Cursos

  • Semana de Administração Orçamentário-Financeira e Contratações Públicas
  • Educação Fiscal – Curso a distância para professores e servidores fazendários
  • Redação Oficial e Língua Portuguesa
  • E Formação de tutores para cursos on-line
  • Aperfeiçoamento e Promoção Funcional
10 programa de p s gradua o
10 - Programa de Pós-Graduação

Diretrizes:

  • Aprofundar estudos sobre conjuntos específicos e delimitados de conhecimentos, em áreas de interesse do Ministério da Fazenda.
  • Buscar a contribuição inovadora para o desenvolvimento científico e tecnológico, no caso dos programas de mestrado profissional.

Exemplos de ações

  • Publicação do Caderno de Finanças Públicas
  • Contratar especialistas nacionais ou estrangeiros para a realização de pesquisas
  • Prêmios de Monografia: STN; Seae; IPEA-CAIXA; SRF
10 p s gradua o
10 - Pós-Graduação

CURSOS

Autorização para ministrar cursos de especialização

Parcerias

Universidades

Fundações

Cursos

Mestrado em Economia do Setor Público (Deptº Economia da UnB)

Integração Econômica e Direito Internacional Fiscal (FGV e Universidade de Munster – Alemanha)

Direito Tributário (UFPE)

Direito Disciplinar (UNIFOR)

Direito Processual Tributário (Cead/UnB)

Desenvolvimento da Gestão Estratégica (Cead/UnB)

Direito Disciplinar na Administração Pública (Faculdade de Direito/UnB)

comit de capacita o do minist rio da fazenda
Comitê de Capacitação do Ministério da Fazenda

Criado, em outubro último, pela portaria ministerial nº 245/2007

Tem o propósito de promover o compartilhamento e a integração de ações de capacitação destinadas a servidores em exercício no Ministério da Fazenda

É composto por 14 membros:

esaf sede
ESAF - Sede

Localização a 20 Km do centro da cidade

Terreno 422.000m2.

Área construída 38.000m2

Alojamentos 96, para 2 ou 3 pessoas

Espaço para conferencias, com cabines de tradução simultânea :

slide31
Sede

6 laboratórios de informática ......................................... 20 pessoas cada

Auditório com cabines para tradução simultânea ..... 340 pessoas

Espaço para aulas presenciais

Salões Nobre I1 ................................................................. 20 pessoas

Salão Nobre II ................................................................... 60 pessoas

Mini-auditório I ................................................................ 48 pessoas

Mini-auditório II .............................................................. 48 pessoas

Salão do bloco A ............................................................. 150 pessoas

estrutura f sica da sede
Estrutura Física da Sede

Biblioteca - 8.000 volumes

Estúdio de Multimeios

Salão de recreação

Refeitório - 400 pessoas

Lanchonete

Capela ecumênica

Serviços médico e odontológico

Agência bancária

estrutura f sica da sede1
Estrutura Física da Sede

Serviço de telefonia pública

Central de Atendimento

Rouparia

Amplos estacionamentos para veículos

Churrasqueiras

Praça de esportes, com quadras de tênis, basquetebol, voleibol, futebol de campo, de areia e de salão, piscina, bilhar, tênis de mesa, xadrez e damas

Sauna seca e úmida

Pista de cooper

slide34

Escola de Administração Fazendária - Esaf

Ministério da Fazenda - MF

Telefones: 55 61 3412-6106 / 3412-6107

Fax: 55 61 3412-6022

Endereço:  Estrada de Unaí - BR 251 - Km 4

                  Lago Sul - Brasília - DF

                  71.686-900

E-mail:     esaf.df@fazenda.gov.br

http://www.esaf.fazenda.gov.br