slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Autonomia e Independência: a longevidade saudável PowerPoint Presentation
Download Presentation
Autonomia e Independência: a longevidade saudável

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 37

Autonomia e Independência: a longevidade saudável - PowerPoint PPT Presentation


  • 242 Views
  • Uploaded on

Autonomia e Independência: a longevidade saudável. BEM ESTAR APAE de São Paulo. Luciana Stocco Zanatta 2008.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Autonomia e Independência: a longevidade saudável' - emily


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Autonomia e Independência:

a longevidade saudável

BEM ESTAR

APAE de São Paulo

Luciana Stocco Zanatta

2008

slide2

“Em verdade, em verdade, te digo: quando eras mais moço, cingias-te e andavas aonde querias. Mas, quando fores velho, estenderás as tuas mãos e outro te cingirá e te levará para onde não queres”

(Evangelho de São João, 21,18)

slide3

Envelhecimento

“Processo seqüencial, individual, acumulativo, irreversível, universal, não patológico, de deterioração de um organismo maduro, próprio a todos os membros de uma espécie, de maneira que o tempo o torne menos capaz de fazer frente ao estresse do meio ambiente e portanto aumente sua possibilidade de morte”

OPAS

slide5

Autonomia

  • Habilidade de controlar, lidar e tomar decisões pessoais sobre como se deve viver diariamente, de acordo com suas próprias regras e preferências (Ex. decidir hora do banho e refeições, escolher roupa...)
  • Faculdade de se governar por si mesmo; direito de se reger por leis próprias; liberdade ou independência moral/intelectual; propriedade pela qual o homem pretende escolher as leis que regem a sua conduta. (Aurélio Buarque de Hollanda)
slide6

Independência

  • Habilidade de executar funções relacionadas à vida diária, isto é, a capacidade de viver independentemente na comunidade com alguma ou nenhuma ajuda de outros (ex; conseguir tomar banho sòzinho, fazer compras..).
  • Estado ou condição de quem ou do que é independente, de quem ou do que tem liberdade ou autonomia, de quem procura recorrer só aos seus próprios meios, de quem se basta.(Aurélio Buarque de Hollanda)
slide10

Papel da família

  • Permitir que a pessoa com DI tome decisões.
  • Auxiliá-la na construção de planos para o futuro.
  • Fazer pela pessoa com DI somente o necessário.
  • Respeitar suas preferências e gostos pessoais.
  • Prepará-la para possível mudança de cuidadores.
slide11

Papel da equipe técnica

  • Ajudar os pais a verem que seu filho é em 1º lugar PESSOA,e só depois, pessoa com deficiência.
  • Avaliar e fortalecer potencialidades e possibilidades da pessoa com deficiência, visando o máximo de autonomia e independência.
  • Sensibilizar e contribuir para a continuidade perene do desenvolvimento e/ou manutenção de potenciais individuais, seja em trabalho equipe/família, seja pela família, objetivando a auto-realização da pessoa com deficiência intelectual. (adaptado de Léo Buscaglia em “Os deficientes e seus pais”)
  • Tornar a família parceira na inclusão das pessoas com deficiência intelectual independente da idade que tiver.
  • Técnicos não devem, não podem dizer às famílias nem às pessoas com deficiência o que fazer, o que sentir, mas ser facilitadores e encorajadores para que encontrem, descubram, experimentem seus próprios caminhos.
slide12

Deficiente Intelectual = Pessoa

Fases da Vida – marcadores biológicos e sociais

criança

adolescente

adulto

idoso

Fases da vida da pessoa com deficiência intelectual

criança

criança

slide13

Convívio

Social

Lazer

Convívio

familiar

Longevidade Saudável

Saúde

Atividade e

Inatividade

Individualidade

Acessibilidade

slide14

Investimento contínuo

TRATE AS PESSOAS COMO SE ELAS FOSSEM O QUE PODERIAM SER E VOCÊ AS AJUDARÁ A SE TORNAREM AQUILO QUE ELAS SÃO CAPAZES DE SER.

GOETHE

Filósofo Alemão

slide15

Parceiros para a promoção de melhor qualidade de vida

Atentos e

ágeis

Atentas

RH especializado em

gerontologia

Serviço

Família

Participativas

Rede de apoio

formal

Programas

Individualizados

Atitudes

Inclusivas

Comunidade

Acessibilidade

Políticas

Públicas

CNDI

slide16

“SE EU NÃO PUDER SER COMO AS OUTRAS PESSOAS, PELO MENOS, SEREI EU MESMO, DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL”

CHRYSTY BROWN

“MY LEFT FOOT”

slide27

Instituto APAE

  • (11) 5080- 7000
slide28

Bibliografia

  • ENVELHECIMENTO E DEFICIÊNCIA MENTAL: UMA EMERGENCIA SILENCIOSA. Org: Prof. Dr. Antônio S.Clemente Filho e Silvana Maria Groth. Ed. Instituto APAE.
  • PALAVRAS-CHAVE EM GERONTOLOGIA. Org. Anita Liberalesso Neri. Ed. Alínea 2005.
  • TRATADO DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA. Matheus Papaleu Netto.
  • OS DEFICIENTES E SEUS PAIS – UM DESAFIO AO ACONSELHAMENTO. Leo Buscaglia. Ed. Record.
slide29

Bem-Estar

Pessoas com deficiência intelectual em processo de envelhecimento, Familiares e Amigos

Agosto 2008

slide30

Bem-Estar

Programação voltada à manutenção de habilidades obtidas durante a vida e descoberta de novas aptidões, buscando autonomia e protagonismo.

As atividades oferecidas apresentam conexão com o cotidiano de cada pessoa, privilegiando suas experiências e explorando seus potenciais. Procura-se despertar a criatividade, a afetividade, o usufruto dos seus direitos, à saúde, à cultura e ao lazer e a descoberta de temas importantes.

Ioga, Hidroginástica, Natação, Cozinha, Mosaico, Música, Teatro, Dança de Salão, Condicionamento Físico, Informática, Artes, e outras

slide31

Oficinas

Cozinha Experimental

Com experimentação de receitas e discussão de categorias alimentares, desenvolve o conhecimento sobre culinária, utilização de utensílios e eletrodomésticos, integrando a atividade e o cotidiano dos participantes, e reforçando a importância do preparo da alimentação para a qualidade de vida.

Condicionamento Físico

Caminhadas, corridas, exercícios físicos e utilização de equipamentos contribuem para a melhoria da capacidade cardiovascular e respiratória, força, equilíbrio, ritmo e adequação postural. Importante no controle da obesidade, hipertensão e níveis de gordura no sangue.

slide32

Oficinas

Natação e Hidroginástica

Natação e exercícios físicos específicos que contribuem para a capacidade respiratória, coordenação motora global e tônus muscular.

Informática

Proporciona aproximação com as novas tecnologias, jogos e Internet. Fomenta as trocas em grupo, a comunicação e a expressão dos participantes. Desenvolve a percepção sensorial, responsabilidade, autonomia, independência e raciocínio.

slide33

Oficinas

Música

Estimula o prazer e o gosto pela arte musical. Possibilita a prática pelo canto e diversos instrumentos. Desenvolve as habilidades musicais individuais.

Marciclagem

Trabalha com maquinários, ferramentas e materiais, proporcionando o exercício da criatividade. Os participantes podem trazer coisas de casa para reparar, remodelar ou refazer.

Bijutela

Utiliza técnicas, materiais e instrumentos diversificados na confecção de brincos, colares, pulseiras, chaveiros, tiaras e tapeçaria variada. Estimula a criatividade e a escolha pessoal.

slide34

Oficinas

Teatro

Utiliza exercícios de improvisação, construção de personagens e cenas, vivências cotidianas e técnicas respiratória e vocal. Auxilia o participante na busca pela identidade, autoconfiança, cooperação, solidariedade, tolerância e criatividade.

Comunicação e Atualidades

Proporciona a manutenção da linguagem oral e/ou escrita, a contextualização da realidade com a utilização de jornais, revistas, vídeos, notícias de rádio e TV. São estimuladas atitudes de autonomia, independência e responsabilidade, facilitando o conhecimento de si mesmo e do mundo.

slide35

Oficinas

Artes Plásticas

Proporciona a experimentação, percepção de objetos, materiais e técnicas plásticas, como pintura, texturas, cores, contrastes, formas, entre outros. Estimula a criatividade, livre expressão e senso de estética. Realiza estudo biográfico de artistas plásticos.

Mosaico

Decora-se objetos com mosaicos de azulejos, pastilhas de vidro, cerâmica, EVA, formando figuras, paisagens, retratos e outras criações. O participante exerce a escolha, a criatividade, a habilidade manual, a percepção visual e espacial.

slide36

Equipe

Equipe Técnica

Equipe interdisciplinar, formada por profissionais especializados nas áreas de Serviço Social, Psicologia, Terapia Ocupacional e Enfermagem.

Orienta e acompanha os participantes, verificando as adaptações nas atividades escolhidas.

Oferece apoio aos familiares, por meio de grupos temáticos, grupos com os atendidos de acordo com a necessidade e atendimento individual.

Ministra Palestras e Cursos na Área da Deficiência e do envelhecimento Precoce.

slide37

Inscrições

  • Venha conhecer o nosso espaço, atividades e equipe!
  • Oficinas:
  • Ioga, Hidroginástica e Dança de Salão, Natação, Cozinha, Mosaico, Música, Teatro, Condicionamento Físico, Informática, Artes, e mais.
  • .
  • Venha participar:
  • Pessoas com deficiência intelectual em processo de envelhecimento
  • Familiares e amigos com idade acima de 60 anos

Inscrições Abertas!

Entre em Contato: (11) 3078-0604/2411, fax (11) 3078-2411 ou e-mail: apaecsoz@apaesp.org.br

Av. Horácio Lafer, 540, Itaim Bibi, 04538-082, São Paulo, SP