abifa apex relat rio de mercado l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO PowerPoint Presentation
Download Presentation
ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 29

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO - PowerPoint PPT Presentation


  • 249 Views
  • Uploaded on

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO. ABIFA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FUNDIÇÃO APEX – AGÊNCIA DE PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES E INVESTIMENTOS CONVÊNIO 39/2205 PROSPECÇÃO DO MERCADO INTERNACIONAL DE FUNDIDOS FERROSOS E NÃO FERROSOS RELATÓRIO FINAL em Dezembro de 2006. SUMÁRIO

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO' - elina


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
abifa apex relat rio de mercado

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

ABIFA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FUNDIÇÃO

APEX – AGÊNCIA DE PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES E INVESTIMENTOS

CONVÊNIO 39/2205

PROSPECÇÃO DO MERCADO INTERNACIONAL DE FUNDIDOS

FERROSOS E NÃO FERROSOS

RELATÓRIO FINAL

em Dezembro de 2006.

SUMÁRIO

1 Objetivo e Abrangência deste 1º Relatório

2 Indicadores Macro-Econômicos

3 O mercado de Fundidos no Mundo

4 O Setor de Fundição no Brasil

5 Competitividade do Produto Nacional

6 Oportunidade para o Fundido Brasileiro

Anexo Conjunto de Planilhas

slide2

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

  • OBJETIVO E ABRANGÊNCIA DESTE RELATÓRIO

Apresentar a ABIFA e APEX os dados coligidos de interesse para a verificação de mercados potenciais para ampliação da Exportação Brasileira de Fundidos.

Compreende planilhas por região e país abordando o produto interno bruto, população, consumo de aço laminado – parâmetro de aferição do consumo local de fundidos – em visões evolutivas (passado) e prospectivas (futuro).

Em seqüência, o mercado: consumo, produção e comércio exterior de fundidos, é objeto de quantificação para os paises ou comunidades relevantes e também para o Brasil, onde se incluiu perfil positivo do setor de fundição nacional.

No item 5, fatores de competitividade da produção brasileira são cotejados com o desempenho ou fatores produtivos das fundições de outros paises também exportadores ou importadores de peças fundidas ferrosas e não ferrosas.

Finalmente, são abordadas questões e informações complementares referentes a oportunidades e estratégias de mercado e negócios.

slide3

OS DADOS INCLUÍDOS NA PLANILHA ANEXADA, POR PAÍS OU REGIÃO, SÃO:

STEEL USE OU CONSUMO DE AÇO LAMINADO

FONTE: IISI - INTERNATIONAL IRON & STEEL INSTITUTE

PIB MEDIDO PELO PODER DE COMPRA PPC

FONTE: BIRD - INTERNATIONAL DEVELOPMENT BANK

POPULAÇÃO EM JULHO DE 2005

FONTE: ONU - ORGAN.NAÇÕES UNIDAS PARA 194 PAÍSES

CONSUMO DE AÇO PER CAPITA

PIB PER CAPITA

CÁLCULOS COM BASE DADOS ACIMA

STEEL INTENSITY kg de aço por US$ de PIB

RESUMO DA PLANILHA 1

MUNDO

EUROPA

AMÉRICA

ÁSIA +

ÁFRICA+

TOTAL

OCEANIA

1.013,4

CONSUMO DE AÇO

MILHÕES TONELADAS

233,1

168,3

612,0

SHARE

23,0%

16,6%

60,4%

100,0%

55,9

PIB

US$ TRILHÕES

15,2

17,2

23,5

SHARE

27,2%

30,8%

42,0%

100,0%

5.755,3

POPULAÇÃO

MILHÕES HABITANTES

873,2

870,1

4.012,0

SHARE

15,2%

15,1%

69,7%

100,0%

176,1

CONSUMO DE AÇO PER CAPITA

266,9

193,4

152,5

9,7

PIB PER CAPITA

mil US$

17,4

19,8

5,9

18,1

STEEL INTENSITY kg/US$ de PIB

15,3

9,8

26,1

MAIOR STEEL INTENSITY NOS PAÍSES ASIÁTICOS EXPLICAM-SE FACE A DUAS RAZÕES:

PAÍSES EXPORTADORES INTENSIVOS DE BENS FEITOS DE AÇO

GRANDES OBRAS DE CONSTRUÇÃO DE INFRAESTRUTURA

OPOSTO DOS EUA: IMPORTADOR E "PRONTO DE INFRAESTRUTURA"

NO QUADRO DA PÁGINA SEGUINTE ESTÃO DESTACADOS DADOS DAS 15 MAIORES ECONOMIAS

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

2) INDICADORES MACRO-ECONÔMICOS REFERÊNCIA: Planilha 1, no anexo

2.1) QUADRO REFERENCIAL PARA 2006.

slide4

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

QUADRO 2.1 – ECONOMIAS MUNDIAIS DESTACADAS

COMENTÁRIO: Verificar o potencial do Grupo de países ‘’BRIC’’ E TAMBÉM O MÉXICO

PIB PER CAPITA ainda abaixo da média dos 15 maiores

AÇO PER CAPITA menores que até os países ‘’prontos’’ e importadores

slide5

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

QUADRO 2.2 – PROJEÇÃO DE CURTO PRAZO PARA PIB E AÇO

REFER: Planilha 2, no anexo, para o PIB

REFER: Planilha 3, no anexo, p/ STEEL USE

PIB medido pelo poder de compra RPC Fonte: OECD-Economic Outlook december, 2005

STEEL use ou consumo de aço laminado Fonte: ISSI-International Iron & Steel Institute SRO Summary tables – April, 2006

COMENTÁRIO: Crescimento de PIB e consumo de aço centrado na Ásia (China) certamente sub-dimensionado para América Latina e Brasil.

No quadro da página seguinte estão destacados dados das as 15 maiores economias e efetuadas projeções até o ano de 2010.

slide6

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

QUADRO 2.2 – ECONOMIAS MUNDIAIS DESTACADAS - PROJEÇÕES

slide7

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

2) INDICADORES MACRO-ECONÔMICOS - CONCLUSÃO

2.3) TAXAS DE CÂMBIO PARA O DÓLAR AMERICANO

slide8

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

3) O MERCADO DE FUNDIDOS NO MUNDO

3.1) EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO MUNDIAL REFER: PLANILHA 4, NO ANEXO

Os dados incluídos na planilha anexada, por país ou região, mostram a evolução estimada da produção mundial de fundidos, que evoluiu de 73 milhões de toneladas de peças no ano 2000 para 93MMt em 2005, num ritmo de crescimento de 5% ao ano, no período.

A projeção publicada pela revista Modern Casting estima ritmos entre 5 e 5,6% para os próximos anos.

COMENTÁRIO: Crescimento da produção de fundidos centrado na Ásia (China), Brasil e México

slide9

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

3) O MERCADO DE FUNDIDOS NO MUNDO

3.2) COMÉRCIO EXTERIOR – DESTAQUES NO MUNDO

3.2.1) Principais Países Exportadores – Dados de 2004

slide10

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

3) O MERCADO DE FUNDIDOS NO MUNDO

3.2) COMÉRCIO EXTERIOR – DESTAQUES NO MUNDO

3.2.2) Principais Países/ Regiões Importadoras

slide11

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

3) O MERCADO DE FUNDIDOS NO MUNDO

3.2) COMÉRCIO EXTERIOR – DESTAQUES NO MUNDO

3.2.2) Principais Países/ Regiões Importadoras (continuação)

slide12

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

3) O MERCADO DE FUNDIDOS NO MUNDO – ESTIMATIVA PARA 2005

3.3) GEOGRAFIA DO CONSUMO ATUAL DE FUNDIDOS

DADOS EM MILHÕES DE TONELADAS

COMENTÁRIO: Brasil continuará focando mercados dos países do Nafta e secundariamente dos países Europeus, que já representam hoje mais de 80% das nossas exportações de fundidos.

Com menores potenciais: América do Sul – por demanda restrita, de pequena tonelagem

Ásia – pela concorrência de China, Índia e Rússia

slide13

ANO

PEÇAS FUNDIDAS

AÇO

FU/AÇO

PRODUÇÃO

EXPORTAÇÃO

CONSUMO

CONSUMO

1995

1.610

300

1.310

12.000

10,9%

1996

1.575

340

1.235

13.033

9,5%

1997

1.658

340

1.318

15.326

8,6%

1998

1.572

400

1.172

14.483

8,1%

1999

1.574

370

1.204

14.078

8,6%

2000

1.811

390

1.421

15.760

9,0%

2001

1.761

340

1.421

16.694

8,5%

2002

1.970

450

1.520

16.484

9,2%

2003

2.249

361

1.888

15.955

11,8% (*)

2004

2.830

680

2.150

18.316

11,7% (*)

2005

2.966

779

2.187

16.812

13,0% (*)

16.826

168.941

10,0%

SOMA PERÍODO

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

4) O SETOR DE FUNDIÇÃO NO BRASIL

4.1) EVOLUÇÃO DO DESEMPENHO DADOS EM MIL TONELADAS

(*) acima da média face a exportações indiretas (fundidos compondo bens finais exportados)

4.2) PERFIL DO SETOR DE FUNDIÇÃO NO BRASIL

Número de empresas fundidoras ~ 1.200 a 1.300

Empregos diretos gerados ~ 60.000

Faturamento em 2005 US$ 5.600 milhões

Exportações em % da produção 26%

em mil toneladas 2005

ferrosos 742

não ferrosos 38

Exportações em valor estimado US$ 1.527 milhões

Disponibilidade de matérias-primas GUSA FE-LIGAS ALUMÍNIO

Brasil exporta em % produção 63% 46% 56%

slide14

B)

PARQUE FUNDIDOR DE FERROSOS

PERFIL ESTIMADO PARA 2005

NÍVEL DE

No.FUNDIÇÕES

PRODUÇÃO

MARKET- SHARE

PRODUÇÃO

UNITÁRIO

EM 2005

GRUPO

ACUMUL.

MÉDIO

mil t/ano

(mil t/empresa)

>100.000t/ano

4

211,9

847,5

31,1%

31,1%

de 30.000 a 100.000t/ano

10

50,8

508,2

18,6%

49,7%

de 12.000 a 30.000t/ano

23

18,8

431,4

15,8%

65,5%

de 6.000 a 12.000t/ano

23

8,7

200,2

7,4%

72,9%

de 2.400 a 6.000t/ano

28

3,7

103,8

3,8%

76,7%

de 1.200 a 2.400t/ano

15

1,7

25,0

0,9%

77,6%

SUB-TOTAL

103

2.116,1

OUTRAS

347

1,8

610,9

22,4%

100,0%

TOTAL

450

6,1

2.727,0

MARKET- SHARE

SHARE NAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS

GRUPO

ACUMUL.

mil t em 2005

AS 4 MAIORES

364

49,1%

49,1%

AS 10 segundas MAIORES

166

22,3%

71,4%

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

4) O SETOR DE FUNDIÇÃO NO BRASIL

4.3) DETALHE DA PRODUÇÃO, DO PARQUE FUNDIDOR E DE SUA EXPORTAÇÃO

slide15

D)

PERFIL DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE FUNDIDOS

FERROSOS

NÃO FERROSOS

PREÇO MÉDIO FOB

1.566,63

6.646,05

US$/t

DESTINO DAS EXPORTAÇÕES

% DA TONELAGEM

NAFTA

59,4%

EUA,CANADÁ E MÉXICO

EUROPA

22,1%

PRINCIPALMENTE COMUNIDADE

MERCOSUL

9,5%

PRINCIPALMENTE ARGENTINA E CHILE

OUTROS

9,0%

PRINCIPALMENTE AMÉRICA LATINA E ÁSIA

100,0%

DESTINO DAS EXPORTAÇÕES

POR METAL

% DA TONELAGEM

FERROSOS

NÃO FERROSOS

NAFTA

59,7%

33,4%

EUROPA

22,0%

25,6%

MERCOSUL

9,4%

21,9%

OUTROS

8,9%

19,1%

100,0%

100,0%

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

slide16

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

5) COMPETITIVIDADE DO PRODUTO NACIONAL

5.1) INTRODUÇÃO

A análise da posição competitiva do Brasil na produção de fundidos visando exportação abrangeu comparativo dos diferentes fatores de custo de fabricação das peças, especialmente:

Escala Produtiva

Matérias Primas Rendimento

Mão-de-obra Produtividade

Energia

Fatores exógenos, como infra-estrutura e custo de capital não cabem ser abordados neste ponto, criticados então no próximo item.

Os comparativos cotejam a realidade brasileira com concorrentes na exportação de fundidos e com a produção local dos grandes países/regiões importadoras:

Estados Unidos Europa

Rússia China

Índia Canadá

México

O perfil do custo médio de fabricação de peças fundidas no Brasil, abaixo apresentado, balizou os comparativos com o exterior:

slide17

t/ano por

PRODUÇÃO

No. DE

UNIDADE

mil t/ano

UNIDADES

5.174

ESTADOS UNIDOS

12.314

2.380

3.316

RÚSSIA

6.300

1.900

862

CHINA (estimado)

22.420

26.000

1.101

ÍNDIA

4.623

4.200

5.753

CANADÁ

863

150

1.223

MÉXICO

2.185

1.787

7.775

ALEMANHA

4.984

641

4.733

FRANÇA

2.466

521

8.285

ESPANHA

1.309

158

2.207

ITÁLIA

2.441

1.106

2.315

REINO UNIDO

1.273

550

BRASIL - TOTAL

2.264

2.830

1.250

BRASIL-MAIORES EMPRESAS DOS SEGMENTOS

96.836

FERROSOS

1.356

14

17.960

NÃO FERROSOS

108

6

73.173

TOTAL (exportadoras)

1.463

20

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

5) COMPETITIVIDADE DO PRODUTO NACIONAL

5.2) ESCALA PRODUTIVA DADOS DE 2004

COMENTÁRIO: As fundições que exportam 80% do total exportado pelo Brasil são unidades de elevada escala produtiva em relação à média de outros países relevantes no mercado internacional de peças.

slide18

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

5) COMPETITIVIDADE DO PRODUTO NACIONAL

5.2) PRODUTIVIDADE DA MÃO-DE-OBRA

5.2.1) No Brasil

5.2.2) Em Outros Países t/ano/homem 2003/2005

5.2.3) Custo do Homem.hora em US$

slide19

2,0

MWh/t pça

US$/MWh

BRASIL

44

USA/CANADA

58

mínimo

CHINA

50

mínimo

ÍNDIA

40

RÚSSIA

40

EUROPA

86

ÁSIA

102

Japão e Coréia

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

5) COMPETITIVIDADE DO PRODUTO NACIONAL

5.3) PREÇO ESTIMADO DAS MATÉRIAS PRIMAS PRINCIPAIS

5.4) PREÇO DA ENERGIA CONSUMO ENERGIA EQUIVALENTE

slide20

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

5) COMPETITIVIDADE DO PRODUTO NACIONAL

5.3) COMPOSIÇÃO DO CUSTO DAS PEÇAS FERROSAS

COMENTÁRIO: Para peças ferrosas, o custo da fundição no Brasil é extremamente competitivo. Os custos baixos do pessoal nos concorrentes é compensado pela baixíssima produtividade média nestes países, como China, Índia e Rússia.

CUSTO DE TRANSFORMAÇÃO > MATÉRIA PRIMA:

Brasil 415,93 US$/t vantagem brasileira aumenta

China 391,13 US$/t OBS.: com diferencial nos custos do alumínio

Índia 479,38 US$/t e permite extrapolar conclusão

Rússia 570,07 US$/t acima para os não ferrosos

slide21

% TOTAL IMPORTADO

% DEMANDA LOCAL

PEÇAS EM FERRO CINZENTO/MALEÁVEL

54%

23%

P/EQUIPT.AGRÍCOLAS

25%

P/VEÍCULOS PESADOS

30%

P/VEÍCULOS LEVES

34%

SANEAMENTO/MUNICIPALIDADES

37%

VÁLVULAS E CONEXÕES

48%

P/MOTORES DIESEL

PEÇAS EM FERRO NODULAR

18%

10%

P/BOMBAS E COMPRESSORES

24%

P/VEÍCULOS LEVES

PEÇAS EM AÇO

8%

23%

P/EQUIPT.FERROV./MINERAÇÃO

35%

VÁLVULAS

PEÇAS EM ALUMÍNIO INJETADO/ DIE CASTING

10%

28%

P/MOTORES DE VEÍCULOS

PEÇAS EM OUTROS NÃO FERROSOS

10%

TOTAL

100%

20%

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

6) OPORTUNIDADES PARA O FUNDIDO BRASILEIRO

6.1) MERCADO AMERICANO – NAFTA

Destino de 60% das exportações brasileiras atuais de fundidos o mercado americano importa cerca de 4 milhões de toneladas/ano.

O Brasil vem participando com de 10% a 12% desta demanda de peças importadas, basicamente pelos EUA, cujo perfil da importação em 2006 apresentamos abaixo:

slide22

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

6) OPORTUNIDADES PARA O FUNDIDO BRASILEIRO

6.1) MERCADO AMERICANO – NAFTA (continuação)

slide23

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

6) OPORTUNIDADES PARA O FUNDIDO BRASILEIRO

6.1) MERCADO AMERICANO – NAFTA (Conclusão)

Além de um custo produtivo imbatível face os concorrentes, e da confirmação da qualidade do fundido exportado pelo Brasil, existem claras oportunidades de conquista de progressivos aumentos do market-share brasileiro no mercado Americano-Nafta.

A quantidade importada de peças pela região Nafta, proveniente de fontes extra-regionais vem atingindo a 2,5 milhões de toneladas anuais.

A presença atual do Brasil no fornecimento extra-regional foi de 16%, mas com grande concentração nas peças para motores de veículos, de grandes fundições, como Tupy, Teksid e Luk.

O aumento da participação brasileira no mercado americano terá que advir do incremento das exportações de peças mais densas, ferrosas, destinadas a veículos pesados e a linhas de saneamento e peças para municipalidades, onde a fundição a partir de gusa líquido acrescenta mais vantagens na competição contra Índia e China no quesito custo produtivo.

Contra nosso país o chamado custo Brasil: custo de logística e custo de capital/juros de financiamento.

No primeiro caso, contrapõe-se a melhor localização do Brasil – mais perto do mercado americano do que seus concorrentes da Ásia. Cabe evitar que o menor custo do frete marítimo seja prejudicado por um custo elevado na movimentação interna, da fundição ao navio.

slide24

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

6) OPORTUNIDADES PARA O FUNDIDO BRASILEIRO

6.2) MERCADO EUROPEU

Destino de 25% das exportações brasileiras atuais de fundidos o mercado europeu importa cerca de 6,8 milhões de toneladas/ano, sendo que mais de 70% representando trocas regionais, que têm como origens: Rússia, Alemanha e França, principalmente.

As importações européias de fontes extra-regionais chegam a 1,5 milhão de toneladas anuais: dos EUA – 63% da Ásia – 25% e do Brasil – 11% ou menos de 200.000 t/ano.

Das planilhas anexadas, podem ser extraídas as seguintes projeções:

Consumo de fundidos em 2007

(12,5% consumo aço) 30,9 milhões de tons.

Produção de fundidos em 2007 28,3 milhões de tons

Importação extra-regional 2,6 milhões de tons

É um mercado importador crescente, onde o Brasil pode aumentar seu market-share para um nível mínimo de 20% concorrendo com Rússia – fundido de menor qualidade – e com Índia/China – custo logístico equivalente.

slide25

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

Anexo: Planilhas com Dados Mundiais

  • Planilha 1 - PIB e Consumo de Aço Total e Per Capita
  • Planilha 2 - Crescimento do PIB Mundial - % ao ano
  • Planilha 3 - Consumo de Aço
  • Planilha 4 - Produção de Fundidos
slide26

Fontes:

IISI

BIRD

ONU

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

PLANILHA 1

PIB e Consumo de Aço Total e Per Capita Quadro Referencial para 2005

slide27

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

PLANILHA 2

Crescimento do PIB Mundial - % ao ano Fonte:OECD

slide28

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

PLANILHA 3 SIDERURGIA – STEEL USE – FONTE: ISSI, ABRIL 2006

CONSUMO DE AÇO EM MILHÃO DE TONELADAS DE PRODUTOS ACABADOS, POR ANO

slide29

ABIFA APEX – RELATÓRIO DE MERCADO

PLANILHA 4FUNDIÇÃO FONTE: MODERN CASTING – CENSUS OF WOLRD CASTING PRODUCTION

PRODUÇÃO DE FUNDIDOS (TOTAL) EM MIL TONELADAS DE PEÇAS, POR ANO