universidade federal de mato grosso do sul l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul PowerPoint Presentation
Download Presentation
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 33

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - PowerPoint PPT Presentation


  • 218 Views
  • Uploaded on

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Disciplina: Segurança do Trabalho Professora:Elizabeth Splenger Cox de Moura Leite Alunos: Everton Barbosa Batista João Emílio Correia Schupinski João Paulo de Sousa Mateus. Apresentação. PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Universidade Federal de Mato Grosso do Sul' - demetra


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
universidade federal de mato grosso do sul

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Disciplina: Segurança do Trabalho

Professora:Elizabeth Splenger Cox de Moura Leite

Alunos: Everton Barbosa Batista

João Emílio Correia Schupinski

João Paulo de Sousa Mateus

apresenta o
Apresentação

PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS

NR-20 – Líquidos Combustíveis e Inflamáveis

NR-23 – Proteção Contra Incêndios

introdu o
Introdução
  • NR – 20
  • Armazenamento, manuseio e transporte de líquidos combustíveis
  • e inflamáveis
  • Tópicos da Norma
  • NR – 23
  • Prevenção de Incêndios
  • Combate à Incêndio
  • Tópicos da Norma
  • Decreto Estadual
nr 20
NR – 20

LÍQUIDO COMBUSTÍVEL

  • Ponto de fulgor entre 70ºC e 93,3ºC
  • Tanques de aço ou concreto
  • Localização dos tanques de armazenamento, de acordo com a Tabela A
slide5

TABELA A

CAPACIDADE DO TANQUE (litros)

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE

DIVISA DA PROPRIEDADE

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE ÀS

 VIAS PÚBLICAS

Acima  de  250             até           1.000

1,5 m

1,5 m

Acima  de  1.001          até           2.800

3 m

1,5 m

Acima  de  2.801          até         45.000

4,5 m

1,5 m

Acima  de  45.001        até       110.000

6 m

1,5 m

Acima  de  110.001      até       200.000

9 m

3 m

Acima  de  200.001      até       400.000

15 m

4,5 m

Acima  de  400.001      até    2.000.000

25 m

7,5 m

Acima  de  2.000.001   até    4.000.000

30 m

10,5 m

Acima  de  4.000.001   até    7.500.000

40 m

13,5 m

Acima  de  7.500.001   até  10.000.000

50 m

16,5 m

Acima  de  10.000.001 ou mais

52,5 m

18 m

nr 206

TIPO DE TANQUE

DISTÂNCIA MÍNIMA DOTANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE

DISTÂNCIA MÍNIMA DOTANQUE ÀS VIAS PÚBLICAS

PROTEÇÃO

Qualquertipo

Proteção contraexposição

Uma e meia vezes as distâncias da Tabela "A", mas nunca inferior a 7,5m

Uma e meia vezes as distâncias da Tabela "A", mas nunca inferior a 7,5m

Nenhuma

Uma e meia vezes as distâncias da Tabela "A", mas nunca inferior a 7,5m

Três vezes as distâncias da Tabela "A", mas nunca inferior a 15m

NR – 20

Líquidos Inflamáveis

Ponto de fulgor inferior a 70ºC

Pressão de vapor < 2,8 kg/cm2 absoluta a 37,7ºC

Localização dos tanques, de acordo com as Tabelas A e B

TABELA B

slide7

NR – 20

  • Líquido "instável" : Auto-reativo sob condições de choque, pressão ou temperatura;
  • Localização dos Tanques, de acordo com as tabelas A e C;
  • Salas de Armazenamento Interno de líquidos inflamáveis:

- Parede, piso e teto de material resistente ao fogo;

- Instalação elétrica à prova de explosão (NR-10);

- Sistema de Combate à Incêndio com extintores apropriados;

- Descarga do líquido inflamável com carro transportador ligado à terra.

slide8

TABELA C

 TIPO DE

TANQUE

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE À LINHA DE DIVISA DA PROPRIEDADE ADJACENTE

DISTÂNCIA MÍNIMA DO TANQUE ÁS VIAS PÚBLICAS

Horizontal ou vertical com respiradouros de emergência que impeçam pressões superiores a 0,l75 kg/cm2  manométricas (2,5 psig)

Neblina de água ou inertizado ou isolado e resfriado ou barricadas

As mesmas distâncias da Tabela "A", mas nunca menos de 7,5m

Nunca menos de 7,5m

Proteção contra exposição

Duas vezes e meia a distância da Tabela "A", mas nunca menos de 15m

Nunca menos de 15m

Nenhuma

Cinco vezes a distância da Tabela "A", mas nunca menos de 30m

Nunca menos de 30m

Horizontal ou vertical com respiradouros de emergência que permitam pressões superiores a 0,175 kg/cm2 manométricas (2,5 psig)

Neblina de água ou inertizado ou isolado e resfriado ou barricadas

Duas vezes a distância da Tabela "A", mas nunca menos de 15m

Nunca menos de 15m

Proteção contra exposição

Quatro vezes a distância da Tabela "A", mas nunca menos de 30m

Nunca menos de 30m

Nenhuma

Oito vezes a distância da Tabela "A", mas nunca menos de 45m

Nunca menos de 45m

PROTEÇÃO

TABELA C

nr 209

CAPACIDADE DERECIPIENTE (C)

AFASTAMENTO MÍNIMO (M)

de 500 a 2.000  de 2.000 a 8.000acima de 8.000

3,07,515,0

NR – 20

Gases Liquefeitos de Petróleo (GLP)

  • Constituído por hidrocarboneto propano, propeno, butano e buteno;
  • Capacidade Máxima de 115000 l;
  • Recipiente de Armazenagem:

- Placa Metálica, com dados inscritos;

- Devem ter Válvula de segurança;

- Distanciamento dos recipientes de armazenagem:

-de 500 a 8000 l: mínimo de 1m entre os mesmos;

-acima de 8000 l: mínimo de 1,5 m entre os mesmos;

-acima de 500 l de edificações e divisa de outra propriedade, segundo tabela D:

nr 2010

CAPACIDADE DE

RECIPIENTE (C)

DISTÂNCIA MÍNIMA

ENTRE O ALAMBRADO

E O RECIPIENTE (M)

                até 2.000

1,5

        de 2.000 a 8.000

3,0

                acima de 8.000

7,5

NR – 20
  • Não é permitida instalação sobre laje ou terraço
  • Os recipientes deverão ser ligados à terra
  • Área de armazenagem de GLP será delimitada por alambrado
  • Distanciamento entre alambrado e recipientes de GLP obedece à tabela E
  • No alambrado deverão ser colocadas placas com os dizeres
  • “PROIBIDO FUMAR” e “INFLAMÁVEL”

TABELA E

nr 23
NR - 23

Todas empresas deverão possuir:

  • Proteção Contra Incêndio;
  • Saídas suficientes para a rápida retirada do pessoal em serviço, em caso de incêndio;
  • Equipamento suficiente para combater o fogo em seu início;
  • Pessoas adestradas no uso correto desses equipamentos.
slide12

NR - 23

  • Saídas
  • Os locais deverão possuir saídas em número suficientes;
  • O sentido da porta não poderá ser para o interior do local;
  • As saídas devem ser dispostas, entre elas, e local de trabalho não se tenha de percorrer distância de 15m nas de risco grande, e 30m nas de risco medio e baixo.
  • Essas distâncias poderão ser modificadas, a critério da autoridade competente emSegurança do Trabalho, se houver instalações de chuveiros (Sprinklers) automáticos.
  • As saídas e vias de circulação não devem comportar degraus, e passagens devemser bem iluminadas;
  • A largura mínima das aberturas de saída deverá ser de 1,20m.
  • Onde não for possível acesso imediato, deverão ter corredores contínuos;
  • As aberturas, saídas e vias de passagem devem ser assinaladas por placas;
nr 2313
NR - 23
  • Portas
  • As portas de saída devem ser de batentes ou portas corrediças horizontais ;
  • As portas verticais, as de enrolar e as giratórias não serão permitidasem comunicações internas ;
  • As portas que conduzem às escadas devem ser dispostas de maneira a nãodiminuírem a largura efetiva dessas;
  • As portas de saída devem ser dispostas de maneira a serem visíveis, estando
  • abertas, ficando proibidas de obstáculos
nr 2314
NR - 23

Escadas

  • Todas as escadas, plataformas e patamares deverão ser feitos com materiais incombustíveis e resistentes ao fogo ;
nr 2315
NR - 23
  • Ascensores
  • Os poços e monta-cargas respectivos, nas construções de mais de 2 (dois)pavimentos, devem ser inteiramente de material resistente ao fogo.
nr 2316
NR - 23
  • Portas Corta-fogo
  • As caixas de escadas deverão ser providas de portas corta-fogo, fechando-seautomaticamente e podendo ser abertas facilmente pelos 2 (dois) lados.
nr 2317
NR - 23
  • Combate ao fogo
  • Tão cedo o fogo se manifeste, cabe:
  • Acionar o sistema de alarme;
  • Chamar imediatamente o corpo de bombeiros;
  • Desligar maquinas e aparelhos elétricos, quando não envolver riscos adicionais;
  • Ataca-lo o mais rapidamente possível pelos meios adequados.
nr 2318
NR - 23

Exercícios de Alerta

  • Os exercícios de combate ao fogo deverão ser feitos periodicamente, objetivando:
  • Que o pessoal grave o significado do sinal de alarme
  • Que a evacuação do local se faça em boa ordem;
  • Que seja evitado qualquer pânico;
  • Que sejam atribuídas tarefas específicas aos empregados;
  • Que seja verificado se a sirene foi ouvida em todas as áreas;
  • Os planos de exercício de alerta deverão ser preparados como se fossem paraum caso real de incêndio e sob comando de pessoas capazes de prepará-los e
  • dirigi-los;
nr 2319
NR – 23
  • Classes de Fogo
  • Classe A:
  • Fácil combustão;
  • Queimam em sua superficie e profundidade;
  • Deixam residuos;
  • Ex : tecidos, madeira e papel.
nr 2320
NR - 23
  • Classe B:
  • Inflamáveis;
  • Queimam em sua superficie;
  • Não deixam residuos;
  • Ex: Óleo, graxa, vernizes.
nr 2321
NR - 23
  • Classe C:
  • Equipamento elétricos energizados
  • Ex: motores, transformadores, fios.
  • Classe D:
  • Elementos pirofóricos
  • Ex: magnésio, titânio.
nr 2322
NR - 23
  • Extinção por meio de água
  • Em estabelecimentos industriais com mais de 50 empregados:
  • Aprisionamento conveniente de água sob pressão para extinção de fogo Classe A
  • Pontos de captação acessíveis e protegidos de danos;
  • Encanamentos experimentados frequentemente
nr 2323
NR - 23
  • A água não será empregada em:
  • fogos de Classe B, a menos que pulverizada sob a forma de neblina
  • Fogos de Classe C, a menos que seja pulverizada
  • Fogos de Classe D
  • Chuveiros (Sprinklers) Automáticos
nr 2324
NR - 23
  • Extintores
  • Crendenciados pelo INMETRO
nr 2325
NR - 23
  • Extintores Portáteis
  • Uso Obrigatório, mesmo em estabelecimentos dotados
  • de Chuveiros Automáticos
nr 2326
NR - 23
  • Tipos de Extintores Portáteis
  • Tipo Espuma
  • - Classes A e B
  • Tipo “Dióxido de Carbono”
  • - Classes B e C, e Classe A em seu início
  • Tipo “Químico Seco”
  • - Classes B e C
  • Tipo “Químico Seco Especial”
  • - Classe D
  • Tipo “Água Pressurizada”
  • - Classe A
nr 2327
NR - 23
  • Método de Abafamento por meio de areia
  • Variante nos fogos das classes B e D
  • Método de Abafamento por meio de limalha de ferro
  • Variante nos fogos Classe D
nr 2328
NR - 23
  • Inspeção dos Extintores
  • Obrigatório ficha de controle de inspeção
  • Inspeção visual a cada mês
  • Etiqueta de Identificação em cada extintor
  • Os Cilindros dos Extintores de Pressão Injetada devem ser pesados semestralmente
  • O Extintor “Espuma” deve ser recarregado anualmente
nr 2329

SUBSTÂNCIAS

CAPACIDADE DOS EXTINTORES

NÚMERO DE EXTINTORES QUE CONSTITUEM UNIDADE EXTINTORA

Espuma

10litros5 litros

12

Água Pressurizada ou Água Gás

10 litros

12

Gás Carbônico (CO2)

6 quilos4 quilos2 quilos1 quilo

1234

Pó Químico Seco

4 quilos2 quilos1 quilo

123

NR - 23

Quantidade de Extintores

Depende das condições seguintes, estabelecidas para uma unidade extintora

nr 2330
NR - 23

Porém, independentemente da área ocupada, deve haver pelo menos dois extintores

ara cada pavimento

nr 2331
NR - 23
  • Localização e Sinalização dos Extintores
  • Local de fácil visualização;
  • Fácil acesso;
  • Local assinalado por um círculo vermelho ou seta larga, vermelha,
  • com bordas amarelas;
  • Não devem estar nas paredes das escadas;
  • Extintor sobre rodas deve ter acesso livre por toda fábrica.
nr 2332
NR - 23
  • Sistemas de Alarme
  • Obrigatório em estabelecimentos de alto e médio risco;
  • Cada pavimento deve ter pontos capazes de pôr em ação o sistema;
  • As campainhas ou sirenes devem emitir som de tonalidade e altura distintas
  • dos outros ruídos do estabelecimento;
  • Botões de acionamento em áreas comuns dos acessos aos pavimentos,
  • e em lugares visíveis, no interior de caixas lacradas com tampa de vidro ou plástico;
decreto estadual
Decreto Estadual

12.4.1. Além do dispositivo nestas especificações os sistemas de

proteção contra incêndio poderão ser complementados, no que couber,

dentro dos critérios estabelecidos pelas normas técnicas da ABNT,

IBR, Ministério do Trabalho, Departamento Nacional do

Combustiveis, Petrobrás e outros órgãos