Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico - PowerPoint PPT Presentation

metodologias de apoio ao planejamento estrat gico n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico PowerPoint Presentation
Download Presentation
Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico

play fullscreen
1 / 49
Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico
131 Views
Download Presentation
alaqua
Download Presentation

Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília

  2. Análise Ambiental

  3. Análise Ambiental : Matriz SWOT • A sigla SWOT • Ambiente Interno • Strenghts (forças) • Weaknesses (fraquezas) • Ambiente Externo • Opportunities (oportunidades) • Threats (ameaças)

  4. Matriz SWOT • Interno • pode ser controlado • Externo • pode apenas ser monitorado

  5. Ameaças e Oportunidades

  6. Ameaças e oportunidades • Essa análise deve levar em conta não somente... ... as tendências que afetam a organização, ... mas também a probabilidadedessas tendências tornarem-se eventos reais.

  7. Ameaças e oportunidades • Deve-se dar maior atenção às: Tendências com maior probabilidade de acontecer, para: • Evitar ameaças reais e • Explorar as oportunidades da melhor maneira possível.

  8. Ameaças e oportunidades • As ameaças e oportunidades sempre afetam de forma homogêneatodas as organizações.

  9. Ameaças e oportunidades • Contudo as organizações que • Perceberem as mudanças e • Tiverem agilidade para se adaptar, • serão aquelas que • Tirarão melhor proveito dasoportunidades • Terão menores danos das ameaças.

  10. Ambiente Externo • Variáveis Ambientais • Variáveis Culturais/Sociais • Variáveis Demográficas • Variáveis Econômicas • Variáveis Jurídicas/Políticas • Variáveis Psicológicas • Variáveis Tecnológicas

  11. Ambiente demográfico • Idade média dos usuários • Distribuição geográfica • Hábitos e perfis pessoais, familiares e profissionais • Hábitos de consumo

  12. Ambiente econômico • Disponibilidade de crédito • Distribuição de renda • Classes sócio-econômicas • Cotação de moedas estrangeiras • Taxas de juros

  13. Meio Ambiente • Matéria-prima • Custo da energia • Níveis de poluição • Proteção ambiental • Clima

  14. Ambiente tecnológico • Aceleração das mudanças tecnológicas • Legislação sobre tecnologia • Tecnologias de informação e comunicação • Novos padrões de interação

  15. Ambiente político e legal • Legislação • Direitos do consumidor

  16. Ambiente sócio-cultural • Relações das pessoas • Valores culturais centrais • Sub-culturas emergentes

  17. Rápido crescimento de mercado Mudanças nas necessidades dos usuários Declínio de vendas em decorrência de um produto substituto Oportunidades Potenciais • Desregulamentação • Novas tecnologias • Mudanças demográficas • Encontrados novos usos do produto

  18. Entrada de concorrentes Introdução de substitutos Ciclo de vida em declínio Mudanças das necessidades Ameaças Potenciais • Aumento da regulamentação • Recessão • Nova tecnologia • Mudanças demográficas

  19. Forças e Fraquezas

  20. Forças e Fraquezas A outra face da análise SWOT • Ponto forte: • Vantagens internas da organização • Quando percebe-se um ponto forte, deve-se • Ressaltá-lo ainda mais e

  21. Forças e Fraquezas • Quando percebemos um ponto fraco, deve-se • Agir para corrigi-loou pelo menos para minimizar seus efeitos.

  22. Forças e Fraquezas • Como a organização raramente pode investir em todas as áreas ao mesmo tempo… • … os itens fraquezas importantes e forças importantes devem ser priorizadosao se traçar estratégias

  23. Forças e Fraquezas • O primeiro passo é criar uma relação de variáveisque devem ser monitoradas, por exemplo:

  24. Forças e Fraquezas • Reputação • Participação • Qualidade • Preço • Comunicação • Inovação tecnológica • Cobertura geográfica • Fluxo de caixa • Instalações • Força de trabalho

  25. Forças Potenciais • Competência • Liderança • Escala • Tecnologia própria • Processos patenteados • Custos mais baixos • Distribuição • Boa imagem • Talento gerencial • Habilidades de marketing • Qualidade • Parcerias • Comprometimento com os funcionários

  26. Fraquezas Potenciais • Falta de direção estratégica • Pouco investimento em Inovação • Linha de produtos muito reduzida • Distribuição limitada • Custos altos • Produtos desatualizados • Problemas operacionais internos • Imagem de mercado fraca • Experiência da administração limitada • Funcionários mal treinados

  27. Resultados da Matriz Swot

  28. Resultados • Prioriza esforços na busca de solução para aqueles pontos que afetam mais negativamente o negócio.

  29. Resultados • São identificados os Fatores Críticos de Sucesso.

  30. Resultados • Associacada Ponto Forte ou Fraco a uma área da empresa.

  31. Resultados

  32. Benefícios

  33. Benefícios da Matriz SWOT • Simplicidade: Pode ser conduzida sem treinamento ou habilidades técnicas extensivas • Custos Menores: Sua simplicidade elimina a necessidade e as despesas envolvidas no treinamento formal • Flexibilidade: Pode ser desempenhada com ou sem sistema de informações

  34. Benefícios da Matriz SWOT • Integração: Habilidade de integrar e sintetizar tipos diversos de informações, quantitativas e qualitativas, de várias áreas da instituição • Colaboração: Tem a habilidade de estimular a colaboração entre as áreas funcionais que são interdependentes, mas com pouco contato entre si

  35. Análise da Metodologia

  36. Análise • Faz parte do planejamento estratégico da organização • Usa-se o SWOT apenas após a determinação da missão • Pode ser feita por indivíduos ou por equipes

  37. Análise • É uma ferramenta para analisar uma organização e seu entorno • É uma ferramenta para contextualizar em nível local, regional, nacional e internacional a posição da organização • É um método para conhecer a posição de partida antes de definir uma estratégia de atuação

  38. Análise • Foco: • Uma análise única e ampla da instituição pode levar à generalizações significativas. Análises separadas são recomendadas. • Para facilitar a análise, uma organização pode realizar diversos SWOT´s menores, para unidades operacionais (marketing, finanças, operações, etc), por exemplo, de forma a reduzir a complexidade do problema.

  39. Análise • É usada: • Na análise da instituição • Na análise da cadeia produtiva • Na análise do contexto

  40. Premissas

  41. Premissas • As informações devem ser recentes e isentas • As fontes devem ser idôneas e desprovidas de intenção • Todos os participantes devem conhecer os conceitos envolvidos • Pode ser desejável incluir as visões de pessoas de fora da organização

  42. Premissas • Pode-se utilizar brainstorming, entrevistas, pesquisas, etc • Deve sempre estar baseado nas percepções dos usuários, não nas percepções dos líderes • Deve servir como catalisador para estruturar a geração das estratégias

  43. Premissas • Os conceitos SWOT não devem ser considerados em termos absolutos • Uma oportunidade também pode ser uma ameaça • Um ponto forte pode ser um ponto fraco em outro contexto

  44. Refinando o uso

  45. Cinco Tarefas Principais • Tarefa 1: Avaliação de Ameaças e Oportunidades • Tarefa 2: Avaliação de Forças e Fraquezas • Tarefa 3: Equiparação de Forças e Oportunidades • Tarefa 4: Conversão de Fraquezas em Forças e de Ameaças em Oportunidades • Tarefa 5: Desqualificação das Fraquezas e ameaças que não podem ser transformadas

  46. Força + Oportunidade = Vantagem Competitiva • A chave para o sucesso no cumprimento das metas e objetivos da empresa depende de sua habilidade em transformar: • Forças importantes em capacidades de realização.

  47. Força + Oportunidade = Vantagem Competitiva • O desafio é administrar • Capacidades Percebidas X Capacidades Reais

  48. Fraquezas → Forças / Ameaças → Oportunidades • Deve-se identificar passivos importantes • Um passivo ocorre quando uma fraqueza reforça uma ameaça • Transformação de passivos é prioritária

  49. Desqualificar Fraquezas e Ameaças não transformadas • As principais fraquezas que não são transformadas em forças tornam-se limitações. • Essas limitações se tornarão óbvias e significativaspara todos que interagem com a empresa. • As limitações devem ser minimizadas ou evitadas