slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Método de Snyder 1938

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 17

Método de Snyder 1938 - PowerPoint PPT Presentation


  • 124 Views
  • Uploaded on

Método de Snyder 1938. Método de Snyder. Dica: o método de Snyder precisa de 5 (cinco) dados de entrada: Área da bacia (km 2 ), L=comprimento total do talvegue (km), Lo =comprimento do centroide até a seção de controle Coeficiente Ct Coeficiente Cp. Método de Snyder.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Método de Snyder 1938' - salim


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
m todo de snyder
Método de Snyder
  • Dica: o método de Snyder precisa de 5 (cinco) dados de entrada:
  • Área da bacia (km2),
  • L=comprimento total do talvegue (km),
  • Lo=comprimento do centroide até a seção de controle
  • Coeficiente Ct
  • Coeficiente Cp
m todo de snyder1
Método de Snyder
  • Areas: 30km2 a 30.000 km2
  • Recomenda-se: calibração dos coeficientes
  • Ou usar dados de bacias perto ou similar
m todo de snyder3
Método de Snyder
  • tL = 0,75.Ct. (L. LCA) 0,3
  • Sendo:
  • tL= tempo do centro de massa da chuva excedente até o pico da hidrógrafa (h). Em inglês: time lag.
  • Ct= coeficiente empírico de armazenamento na bacia que varia de 1,35 a 1,65 com média 1,5.

L= comprimento do talvegue (km)

LCA= comprimento do centro da bacia no ponto perto do talvegue até a seção de controle (km)

m todo de snyder4
Método de Snyder
  • A vazão de pico Qp será:
  • Qp = 2,75 x CP x A/ tLa
  • Sendo:
  • Qp= vazão de pico (m3/s/cm)
  • A= área da bacia (km2)
  • tLa= valor ajustado (h)
  • Cp= coeficiente empírico entre 0,56 a 0,69 conforme Ponce, 1989.
  • Uehara para bacias rurais em São Paulo achou Cp=0,67.
  • O SCS usa Cp=0,75.
  • Nota: os valores Cp e Ct são parâmetros regionais que devem ser calibrados ou obtidos em bacias simulares que possuam medições;
  • Ponce, 1989 recomenda expressamente que os coeficientes Ct e Cp são determinadados em base regional.
m todo de snyder5
Método de Snyder
  • Exemplo (McCuen): bacia com 6.151 km2
  • Comprimento do talvegue= 137,6 km
  • Comprimento do centro da bacia até a seção de controle: 65,6 km
  • Adotar Ct= 2,0 Cp=0,5
m todo de snyder6
Método de Snyder
  • tL= 0,75x Ct x ( L. LCA) 0,3
  • tL= 0,75x2,0x (137,6 x 65,6) 0,3
  • tL= 23,1h
  • td= tL/5,5
  • td= 23,1/5,5 = 4,2h
  • Adotanto chuva unitária de duração para a chuva excedente: tda=4h,
  • tLa= tL + 0,25 (tda-td)
  • tLa=23,1 + 0,25 (4,0-4,2) = 23,05h
  • tp= t La + 0,5 t da
  • tp= 23,05 + 0,5 x 4= 25,05 h
  • Qp = 2,75 x CP x A/ tLa
  • Qp = 2,75 x 0,5x 6151/ 23,05= 367m3/s/cm
m todo de snyder7
Método de Snyder
  • Desenho do hidrograma unitário sintético de Snyder.
  • Parâmetros W50 e W75
  • W50= largura do hidrograma unitário para vazão de 50% da vazão de pico
  • W75= largura do hidrograma unitário para vazão de 75% da vazão de pico
m todo de snyder8
Método de Snyder
  • W50= 2,14 (A/Qp) 1,08
  • W50= 2,14 (6151/367) 1,08
  • W50= 44,9 h
  • W75= 1,22 (A/Qp) 1,08
  • W75= 1,22 (6151/367) 1,08
  • W75= 25,6h
  • tb= 3 dias + TLA/8 (dias)
  • tb= 3+ 23,05/8= 5,9 dias = 141 h
m todo de snyder12
Método de Snyder
  • Temos somente o hidrograma unitário e não o hidrograma final.
  • Adotaremos intervalo de 1h e não 4h.
  • Para o hietograma adotares Huff IV quartil com 50% de probabilidade para chuvas acima de 30h
slide17

Muito obrigado!

ad