Conceitos sobre filosofia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 29

CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA PowerPoint PPT Presentation


  • 70 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA. Luiz Carlos Lisboa Gondim. CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA. Um modo de pensar, uma postura diante do mundo, um sistema inacabado, um questionamento e uma busca constante do saber. “Um estudo das causas humanas e divinas das coisas” Cícero

Download Presentation

CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Conceitos sobre filosofia

CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA

  • Luiz Carlos Lisboa Gondim


Conceitos sobre filosofia1

CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA

  • Um modo de pensar, uma postura diante do mundo, um sistema inacabado, um questionamento e uma busca constante do saber.

  • “Um estudo das causas humanas e divinas das coisas”

    • Cícero

  • “As causas últimas das coisas”

    • Aristóteles


  • Conceitos sobre filosofia2

    CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA

    • “Um estudo que ensina o bem raciocinar”

      • Descartes

  • “É o saber absoluto”

    • Hegel

  • “Filosofia é o maravilhar-se diante de um único objeto de estudo com um olhar múltiplo e cheio de amor”

    • Gondim


  • Conceitos sobre filosofia3

    CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA

    • A filosofia incomoda porque questiona o modo de ser das pessoas, das culturas e do mundo.

    • Não há área onde ela não se meta, não indague, não perturbe.

    • A inutilidade da filosofia é um pressuposto típico de uma sociedade utilitária.


    Conceitos sobre filosofia4

    CONCEITOS SOBRE FILOSOFIA

    • OBJETIVO

    • O conhecimento teórico, contemplativo e pragmático.

    • OBJETO

    • Tem por objeto toda a realidade, a totalidade, o universo tomado globalmente, ao mesmo tempo em que se detêm numa parte do todo com um olhar múltiplo.

    • MÉTODO

    • Essencialmente raciocinativo, sem excluir aspectos intuitivos da realidade.


    Principais campos da filosofia

    PRINCIPAIS CAMPOS DA FILOSOFIA

    • Lógica – Exatidão do raciocínio.

    • Epistemologia – Valor do conhecimento.

    • Metafísica – Fundamento último da existência e da verdade.

    • Cosmologia – Essência, origem e o devir do mundo material.

    • Teodicéia –Existência, natureza de Deus e sua


    Principais campos da filosofia1

    PRINCIPAIS CAMPOS DA FILOSOFIA

    • Ética – Natureza da lei moral e da felicidade.

    • Estética – O belo e a função da arte.

    • Antropologia – O homem sua cultura, seu ser e seu universo.

    • Axiologia – Problema dos valores.


    A singularidade da pesquisa filos fica

    A singularidade da pesquisa filosófica

    • “O TRABALHO VERDADEIRO E PRÓPRIO DA PESQUISA FILOSÓFICA É REALIZADO APENAS PELA RAZÃO; ESTA, PARA SUBTRAIR-SE A TODO TIPO DE DISTRAÇÃO, ENCERRA-SE EM SEU SAGRADO RECINTO, LONGE DO BARULHO DAS MÁQUINAS, DA SEDUÇÃO DOS PRAZERES, DA PRÁXIS E DA CONFUSÃO DOS SENTIDOS, EM SOLITÁRIA COMPANHIA COM O PRÓPRIO OBJETO.”

      • MONDIN, Introdução a Filosofia, p.6.


    O significado b blico da filosofia

    O significado BÍBLICo DA FILOSOFIA

    • A sabedoria é alta demais para o insensato

      • Prov. 24:7

  • Quanto melhor é adquirir a sabedoria do que ouro...

    • Prov.16:16

  • Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que dá liberalmente.

    • Tiago 1:5


  • O significado b blico da filosofia1

    O significado Bíblico DA FILOSOFIA

    • Mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus.

      • I Cor. 1:24

  • O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; revelam prudência todos os que o praticam...

    • Sal. 11:10

  • ...Porque o Senhor é o Deus da sabedoria e pesa todos os feitos na balança.

    • I Sam. 2:3


  • Os pr socr ticos s c vii v a c

    OS PRÉ-SOCRÁTICOS – SÉC. VII – V a.C.

    • O Nascimento da Filosofia

      • Do mito à razão

      • Do inquestionável para o questionável


    Os pr socr ticos s c vii v a c1

    OS PRÉ-SOCRÁTICOS – SÉC. VII – V a.C.

    • Cosmogonia

      • Os filósofos centraram sua atenção na natureza e elaboraram diversas concepções cosmológicas, procurando a racionalidade constitutiva do universo.

      • Os pré-socráticos buscaram o princípio de todas as coisas (arché).

      • Tentaram explicar qual o elemento constitutivo de todas as coisas.

      • Queriam saber como emergiu o cosmo do caos.

      • Onde estaria a dignidade de ser , em si, da qual todas as demais seriam sempre derivadas.


    Os resultados dos estudos dos pr socr ticos

    Os Resultados dos Estudos dos Pré-Socráticos

    • Tales de Mileto

      • Água – Tudo consiste em água

    • Anaxímenes

      • Ar – O ar está presente em tudo


    Os resultados dos estudos dos pr socr ticos1

    Os Resultados dos Estudos dos Pré-Socráticos

    • Demócrito

      • Átomo – Único indivisível que gera os divisíveis

    • Empédocles

      • Terra- Água – Ar – Fogo (“Elementos”)

      • Origem plural Aquilo com que se faz tudo o mais.

      • Teoria mais conhecida e aceita até Lavoisier no Séc. XVIII


    Os resultados dos estudos dos pr socr ticos2

    Os Resultados dos Estudos dos Pré-Socráticos

    • Anaximandro

      • Apeíron (Protocoisa) – Um indefinido gerando coisas definidas.

    • Pitágoras

      • Número – As coisas são números, escondem dentro de si números.


    Os resultados dos estudos dos pr socr ticos3

    Os Resultados dos Estudos dos Pré-Socráticos

    • Eráclito

      • Fogo – O fluir da realidade.

      • Nunca nos banhamos duas vezes no mesmo rio.

      • Os archés são todos mutáveis.

      • O SER NÃO É PORQUE ESTÁ SEMPRE SENDO.

    • Parmênides, o grande

      • O Ser – Todas as coisas tem um ser e este ser é.

      • O ser é sempre aquilo que é. O não ser, não é.


    O verdadeiro arch

    O verdadeiro arché

    • No princípio criou Deus os céus e a Terra. A Terra porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas. Disse Deus: Haja luz...


    O verdadeiro arch1

    O verdadeiro arché

    • Se é criação de Deus, o mundo terá as marcas de sua origem e será a encarnação simbólica do Logos divino.

      • Tomas de Aquino.


    O verdadeiro arch2

    O verdadeiro arché

    • Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste, as tuas obras são admiráveis e a minha alma, o sabe muito bem.

      • Sal. 139:14


    O verdadeiro arch3

    O verdadeiro arché

    • Do meu telescópio eu via Deus caminhar! A maravilhosa disposição e harmonia do universo só pode ter tido origem segundo o plano de um Ser que tudo sabe e tudo pode. Isso fica sendo a minha última e mais elevada descoberta.

      • Isaac Newton


    Perspectiva cient fica

    PERSPECTIVA Científica

    • Para o crente, Deus está no começo; para o físico, Deus está no ponto de chegada de toda a sua reflexão.

      • Max Plank


    Perspectiva cient fica1

    PERSPECTIVA Científica

    • Uma vez que em todo o universo não há uma força abstrata inteligente e eterna, devemos conseqüentemente admitir a existência de um Espírito Inteligentíssimo.

      • Max Plank


    Perspectiva cient fica2

    PERSPECTIVA Científica

    • Existem apenas duas maneiras de ver a vida. Uma é pensar que não existem milagres e a outra é pensar que tudo é um milagre.

      • Albert Einstein


    Perspectiva cient fica3

    PERSPECTIVA Científica

    • A casualidade evolutiva precisa ser substituída pela causalidade criacionista.

      • Gondim


    Perspectiva cient fica4

    PERSPECTIVA Científica

    • Um sistema de código é sempre o resultado de um processo mental. isto requer origem inteligente ou inventor... Deveria ser enfatizado que matéria como ela é não é capaz de gerar nenhum código. Todas as experiências indicam que um ser pensante, exercendo voluntariamente a sua livre vontade, cognição e criatividade é requerido.

    • Não existe nenhuma lei natural conhecida através da qual matéria pode dar origem a informação, e nem há algum processo físico ou fenômeno material conhecido que possa fazê-lo.


    Perspectiva pastoral

    Perspectiva pastoral

    • Um jovem professor nunca deve ficar satisfeito com um conhecimento superficial da verdade, pois não sabe onde se lhe exigirá que testemunhe em favor de Deus. Muitos terão de comparecer perante reis e doutos da Terra, a fim de responderem por sua fé.

    • White, Obreiros evangélicos, 93


    Perspectiva pastoral1

    Perspectiva pastoral

    • Aqueles que possuem compreensão apenas superficial da verdade, não têm sido educadores que não têm do que se envergonhar. Ficarão confundidos, e não serão capazes de explicar claramente as Escrituras.

    • White, Obreiros evangélicos, 93


    Perspectiva pastoral2

    Perspectiva pastoral

    • Fato lamentável é que o progresso da causa seja prejudicado pela falta de professores instruídos. Muitos carecem de requisitos morais e intelectuais. Eles não exercitam a mente, não cavam em busca dos tesouros ocultos.

    • White, Obreiros evangélicos, 93


    Poema

    POEMA

    O OLHAR FILOSÓFICO

    Mas enxerga a pureza

    Vê o peito

    Mas enxerga a coragem

    Vê os lábios

    Mas enxerga as palavras

    Vê os olhos

    Mas enxerga a alma

    Vê o coração

    Mas enxerga o sentimento

    Vê a mente

    Mas enxerga o SABER...

    Gondim

    O filósofo vê as coisas

    Mas enxerga as maravilhas

    Vê o homem

    Mas enxerga o criador

    Vê os pés

    Mas enxerga o caminhar

    Vê as pernas

    Mas enxerga a força

    Vê o joelho

    Mas enxerga a devoção

    Vê o quadril


  • Login