Tecnologias em educa o forma o de professores e ambientes colaborativos
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

Tecnologias em Educação: formação de professores e ambientes colaborativos PowerPoint PPT Presentation


  • 101 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Tecnologias em Educação: formação de professores e ambientes colaborativos. Profª. Drª. Iolanda Bueno de Camargo Cortelazzo PPG-Ed/UPT-Curitiba/PR. [email protected] Projeto de Pesquisa: . Um Ambiente Hipermídia para Estudos em Processos Educacionais Interativos . LabTICE:.

Download Presentation

Tecnologias em Educação: formação de professores e ambientes colaborativos

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Tecnologias em educa o forma o de professores e ambientes colaborativos

Tecnologias em Educação: formação de professores e ambientes colaborativos

Profª. Drª. Iolanda Bueno de Camargo Cortelazzo [email protected]


Projeto de pesquisa

Projeto de Pesquisa:

  • Um Ambiente Hipermídia para Estudos em Processos Educacionais Interativos


Labtice

LabTICE:

interface de comunicação entre professores e professores e alunos, os pesquisadores, professores de uma universidade em Curitiba com a colaboração de um pesquisador sênior da Universidade de São Paulo, desenvolvem uma pesquisa sobre os ambientes de aprendizagem, em especial os virtuais.


Labtice1

LabTICE:

Sub-projetos orientados por objetivos claros relacionados à metodologia de desenvolvimento de software educacional, à metodologia de uso das tecnologias pelos professores, e à metodologia de avaliação dessas tecnologias, tendo como norteadora a concepção de ambientes colaborativos de aprendizagem.


Fundamenta o te rica

Fundamentação teórica

  • filósofos, sociólogos, historiadores da Educação, e educadores, como FREIRE (1970, 1996,), PIMENTA e ANASTASIOU (2002), MORAES (2000), SEVERINO (1994), MACHADO (1996 e 2000), em teóricos do Currículo como SILVA (1999), SACRISTÁN (2002), em educomunicadores, como, SOUZA (2000), e em estudiosos do uso das tecnologias educacionais como PETERS (2001), FEENBERG (1999), HERMAN (2003), (LANDOW, 1992) e outros.


Objetivos

Objetivos:

  • ·fazer professores e alunos refletirem sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação no contexto social e educacional;

  • ·sugerir atividades pedagógicas curriculares, de avaliação de materiais didáticos usando materiais impresso e on-line;

  • · orientar os professores-graduandos a planejar, elaborar e avaliar o uso das tecnologias da informação na educação de forma interdisciplinar;


Objetivos1

Objetivos:

  • proporcionar a formação para a cooperação em estudos e pesquisas, com o intuito de elaborar, divulgar e comunicar-se com os graduandos, e Mestrandos, no PPGE Mestrado em Educação, usando as tecnologias de informação e comunicação;

  • criar um ambiente para os acadêmicos e professores do curso de Pedagogia, Arte e Letras para que participem colaborativamente no desenvolvimento de atividades;

  • criar um ambiente de interativadade aberto a parcerias e colaborações de interessados na área.


Ambientes de aprendizagem

Ambientes de Aprendizagem

Maria Cândida Moraes enfatiza a necessidade de se ter novos espaços educacionais que permitam uma valorização do indivíduo, em consonância com uma atuação colaborativa na coletividade em que vive e "incentivo à autonomia, à criatividade, à solidariedade, ao respeito, à iniciativa”, à participação e à cooperação, condições fundamentais para que os indivíduos possam sobreviver no século XXI"(MORAES, 1998:6).


Forma o de professores

Formação de Professores

  • Vani Kenski enfatizou o cuidado com a preparação de professores para desenvolverem uma interlocução ativa com seus alunos numa sociedade de comunicação em que a televisão tem sido um meio tecnológico tão importante que produz alterações comportamentais globais: "gestos, expressões faciais, movimentos gerais do corpo, sons, musicas unem-se a palavras para comunicar o novo aprendizado" (KENSKI, 1996, p.:139).


Ambientes de aprendizagem1

Ambientes de aprendizagem

  • Os professores e os alunos necessitam uma ambiência onde possam expressar seus sentimentos, seus anseios, suas curiosidades e suas descobertas integrando as tecnologias de comunicação disponíveis à sua volta, utilizando-se dos suportes que vão do lápis às luvas e óculos da realidade virtual, das máquinas fotográficas às filmadoras digitais, do papel de carta ao celular que acessa Internet e permite assistir vídeo digital.


A e para a a

A.E para A.A

  • Constatamos nas ações com os alunos, professores e pesquisadores que a mudança na configuração de ambientes de ensino para ambientes de aprendizagem sem ou com tecnologias eletrônicas não se dá em curto espaço de tempo, nem com tranquilidade. Há crenças e costumes enraizados bem como uma grande resistência.


Processo lento

Processo lento

  • É necessário se articular a prática com a teoria, desenvolver um trabalho de estudo e compreensão das transformações na sociedade atual para, professores, alunos e pesquisadores otimizem o uso desses ambientes, na formação inicial, na formação continuada e na formação permanente. É um longo processo que percorre as fases de exposição, apreciação, apropriação, adoção e invenção.


Intera o coopera o colabora o

Interação>cooperação > colaboração

  • A investigação-ação contribui para que esse processo seja acompanhado e entendido e, ela própria, só se dar a partir de um processo cooperativo, ao se impregnar de intenção, de autonomia, de dialogicidade, e de vontade própria , torna-se colaborativo.


Ambiente colaborativo

Ambiente colaborativo

  • "para cada objeto ou evento existem interpretações múltiplas. Essas interpretações podem ser dissonantes ou consonantes, mas refletem a complexidade natural que define os domínios do conhecimento mais avançados. Os ambientes colaborativos dão condições a quem aprende, de identificar e reconciliar esses diversos pontos de vista a fim de resolver os problemas" (Jonassen e t al, 1993 apud KAYE, 1994:) .


Refer ncias

Referências

  • KAYE, A. Apprendimento collaborativo basato sul computer. Tecnologie Didattiche. N.4 , Autunno 1994, pag. 9-21

  • KENSKI, V. M.

  • MORAES, M. C. . Paradigma Educacional Emergente. Campinas-SP: Papirus, 1997


  • Login