perspectivas da inform tica para o deficiente visual n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Perspectivas da Informática para o Deficiente Visual PowerPoint Presentation
Download Presentation
Perspectivas da Informática para o Deficiente Visual

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 26

Perspectivas da Informática para o Deficiente Visual - PowerPoint PPT Presentation


  • 157 Views
  • Uploaded on

Perspectivas da Informática para o Deficiente Visual . Instituto Benjamin Constant. O Deficiente Visual na Era da Informática José Antonio Borges Projeto DOSVOX NCE/UFRJ - maio/2004. Uso de computadores por DVs.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Perspectivas da Informática para o Deficiente Visual' - terrell


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
perspectivas da inform tica para o deficiente visual

Perspectivas da Informática para o Deficiente Visual

Instituto Benjamin Constant

O Deficiente Visual

na Era da Informática

José Antonio Borges

Projeto DOSVOX

NCE/UFRJ - maio/2004

uso de computadores por dvs
Uso de computadores por DVs
  • Leitura e escrita foram tornadas, entre videntes e cegos, razoavelmente compatíveis e acessíveis
  • Revolução cultural
    • Integração do estudante
    • Acesso a muito mais materiais didáticos
    • Produção cultural dos cegos facilitada
no brasil alguns softwares s o os mais importantes
No Brasil alguns softwares são os mais importantes
  • Dosvox
    • hoje mais de 8000 usuários
    • democratizou o acesso à informática aos DV
  • Virtual Vision
    • síntese de voz de qualidade profissional
    • acesso amplo ao Windows
  • Outros softwares
    • Jaws, Braille Fácil, HPR...
algumas reas beneficiadas
Algumas áreas beneficiadas
  • Estudo
    • alfabetização, nível médio, superior, pós...
  • Atividades profissionais
    • suporte às profissões já existentes
    • atividades com uso direto do computador
      • Telemarketing
    • capacidade, criatividade, garra dos DVs começam a ser reconhecida
escrita t til
Escrita Tátil
  • Nunca foi tão fácil produzir Braille -> leia-se Braille Fácil
    • Técnicas baratas para coisas sofisticadas
      • ex. Desenho automatizado
    • Possibilidade de produção por gente menos especializada
escrita t til computadorizada
Escrita tátil computadorizada
  • Novos desenvolvimentos, as antigas técnicas revisitadas e renovadas...
    • a escrita musical, as ilustrações, desenhos e fotografias, e os textos referentes a ciências exatas, entre as quais se destacam a física, a química e a matemática, enfatizando-se a escrita de suas fórmulas e produção de gráficos
qualidade da escrita do cego
Qualidade da Escrita do cego
  • Maior parte das pessoas, hoje (incluindo cegos), lêem pouco
  • Problema é pior nos cegos
    • pouca disponibilidade de literatura em Braille
  • Qualidade da escrita é ruim
    • ortografia: se usar gravador ou computador para ler não
as fragilidades se exp em
As fragilidades se expõem...
  • Cegos que não sabem Braille o suficiente para ler de verdade
    • gravador e computador são mais práticos
  • Custo de produção do Braille computadorizado
    • Custo das impressoras e do papel
    • Custo dos painéis braille para leitura direta
    • Instituições não produzem qualquer coisa
cego sendo obrigado a escrever mais
Cego sendo obrigado a escrever mais
  • Comunicação por Internet
  • Correio eletrônico envolvendo pessoas fora da “comunidade DV”.
  • Chat
    • Adoção dos dialetos de chat “onde vc tc?” mesmo fora do bate-papo
n o basta escrever tem que diagramar
Não basta escrever, tem que diagramar
  • Cego tem que produzir “texto bonito” graficamente falando
  • Acesso pleno aos utilitários não basta para diagramar
  • Uso de “modelos preprogramados”
    • Ex. DOSVOX: gerador de homepages
    • Gerador de relatórios padronizados
minorando o problema
Minorando o problema
  • Verificador ortográfico
    • Digitou errado, o computador apita
    • Verificação de todo o texto
    • Sugestão de grafias alternativas
  • Dicionário online
    • Tirando dúvidas sobre significados
slide12
OCR
  • Reconhecimento ótico de caracteres
  • Transcrição de textos escritos para forma digital é rápido e bastante correto
  • Cego pode operar scanner sem dificuldade
    • pelo menos ler livros ficou mais simples
  • Tecnologia não é perfeita
    • transcrição de matemática e música
    • já há evolução
ocr sonhando
OCR, sonhando...
  • Projetos em desenvolvimento incluem dispositivo portátil com OCR
    • cego usará como se fosse óculos
    • leitura de cartazes, livros
  • Reconhecimento de pessoas e ambientes ?
computa o port til
Computação portátil
  • Notebooks são leves para carregar
    • estudante e seu laptop na aula inclusiva
    • custo
  • Palmtops: o computador na mão
    • dificuldade: entrada de dados
      • entradas de dados alternativos
      • teclados portáteis
  • Sonho próximo de acontecer: o PalmVox
localiza o f sica do cego
Localização física do cego
  • Tecnologia GPS
    • fornece coordenada XY no mundo
    • triangulação por satélite: resolução de 1 m
    • uso corrente: carros, mapa no painel
  • Alguns palmtops já têm embutido
    • Você informa onde quer ir, palmtop mostra o caminho na tela (hoje realidade nas grandes cidades americanas)
    • Orientador espacial com voz: sonho próximo
internet
Internet
  • Virtualização da comunicação
    • você pode se plugar no mundo sem sair de casa
  • Programas para o cego ter acesso
    • Dosvox provê inúmeras ferramentas
      • correio, bate papo, telnet, navegador, intercâmbio de arquivos
    • Leitores de tela e navegadores convencionais
      • Virtual Vision, Jaws, etc... com excelente interface
    • Telefonia por Internet
internet dificuldades
Internet: dificuldades
  • Homepages não são acessíveis
    • gráficos sem legendas
    • computação gráfica e animação
    • forma gráfica inadequada
  • Movimento pró-acessibilidade
    • lei nos Estados Unidos, provavelmente no Brasil também
o cego e as ci ncias com base matem tica
O cego e as ciências com base matemática
  • Dificuldades
    • leitura e escrita de materiais matemáticos
    • leitura e escrita de gráficos
    • leitura de resultados de experimentos nos aparelhos atuais
  • Dependência grande de terceiros
leitura e escrita de materiais matem ticos
Leitura e escrita de materiais matemáticos
  • Dificuldade: OCR não funciona bem para transcrever textos matemáticos
    • escrita é bidimensional e usa símbolos não convencionais
  • A solução para os cegos: uso de LaTeX
    • linguagem para escrita de textos científicos, totalmente acessível
    • textos produzidos tem qualidade total
    • sistemas adaptativos para escrever e ler LaTeX
leitura e escrita de gr ficos
Leitura e escrita de gráficos
  • Tatibilização de gráficos
    • Minipintor do Braille Fácil, transcreve para pontinhos qualquer forma gráfica escaneada
    • permite acesso parcial
  • Geração de gráficos automatizados
    • diversos programas (Excel, MathLab)
    • Desenvox 2.0 - cego pode imprimir em tinta e na forma tátil
    • Maquetes táteis computadorizadas
manipula o de aparelhos cient ficos
Manipulação de aparelhos científicos
  • Ainda poucos aparelhos falam
    • mas aumenta o número de dispositivos falantes
  • Tecnologias de leitura externa
    • conexão do equipamento gerando forma digital
    • acessível a um computador comum
  • Operação: importante marcações táteis
    • com Braille possivelmente
uso de scripts e programas adaptativos
Uso de scripts e programas adaptativos
  • O que a pessoa, sem ver, não consegue fazer, um script faz
    • clicar em pontos específicos
    • localizar coisas na tela
  • Timidamente se inicia um processo em que os deficientes visuais se preocupam também em produzir para outros deficientes visuais
m sica computadorizada
Música computadorizada
  • Braille já se preocupava com isso
    • descaso com esta tecnologia: raros cegos sabem ler Braille musical
    • resgate: projeto MusiBraille (Dolores Thomé)
  • Composição e escrita musical
    • com leitores de tela é possível acesso (ainda restrito) a programas usados por músicos comuns
      • Cakewalk, Encore, Finale
grava es radiof nicas
Gravações radiofônicas
  • Cegos já participam da radiodifusão
    • locutores, produtores
  • Possibilidades novas
    • editores - operação de sistemas de edição de áudio profissional (Sound Forge)
    • programação e operação da Rádio (Raduga)
      • Emissora de Rádio é totalmente operada pela Katia
  • Rádio Dosvox
democratiza o do uso do computador
Democratização do uso do computador
  • Computador não é coisa barata
    • Tecnologia não é coisa barata
  • Computadores podem ser tornados acessíveis à população brasileira deficiente?
    • Maioria é pobre
    • Maioria tem cultura baixa
    • Importância das ações políticas
conclus es
Conclusões
  • Cego tem seu poder brutalmente aumentado
  • Arsenal de ferramentas aumenta a cada dia
  • Dificuldade: não perder o que ganhou
    • batalha constante
    • apoio aos grupos de pesquisa
    • ações de governo