Introdução e objetivos: - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Introdução e objetivos: PowerPoint Presentation
Download Presentation
Introdução e objetivos:

play fullscreen
1 / 1
Introdução e objetivos:
64 Views
Download Presentation
tarala
Download Presentation

Introdução e objetivos:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Caracterização física e química do solo e serapilheira sob florestas secundárias da Mata Atlântica, Guaraqueçaba, PR.Rodrigo JachukBolsista iniciação científica, PIBIQ CNPQOrientador Professor Dr. Renato Marques/ Colaborador: Gustavo Pacheco dos Santos Resultados: Tabela01: Média geral das características químicas em profundidade de 0-5cm nos diferentes estágios sucessionais. Introdução e objetivos: As características físicas e químicas do solo influenciam no crescimento vegetal assim como na composição química da serapilheira. Este trabalho tem como objetivo, quantificar e qualificar o solo e a serapilheira e buscar compreender a dinâmica das espécies vegetais com o avanço dos estágios sucessionais. TABELA 03 – Peso seco (Mg/ ha) por repetição (1, 2 e 3) dos horizontes orgânicos L, Fr e Fm, coletados nos estágios M e F, da Floresta Ombrófila Densa Submontana na Reserva do Itaqui. Meteriais e métodos: Amostras de solo foram coletadas e analisadas em 4 diferentes estágios sucessionais(H, A, M e F). Árvores com mais de 5 cm de diâmetro na altura do peito foram medidas e posteriormente remedidas em todas as parcelas, de forma a acompanhar o crescimento da vegetação, assim como a dinâmica da floresta. Amostras de serapilheira foram coletadas com um gabarito quadrado de 30x30cm nos estágios M e F, e as mesmas foram separadas por horizontes, sendo estes, L, Fr, Fm e galhos, representando diferentes estágios de decomposição da mesma. Após coletadas as amostras, foram secas, pesadas, moídas e encaminhadas para análise química que vem sendo executadas. Conclusões: -Com o avanço da idade da floresta a camada superficial do solo tende a se tornar mais ácida e a aumentar os teores de Al. -Algumas áreas aparentam terem sofrido calagem, tendo teores de Ca e Mg mais elevados que a média e pH mais elevado. -A vegetação apresenta dinâmica de comportamento caracterizado pela entrada e saída de espécies nos diferentes estágios sucessionais, merecendo assim estudos mais aprofundados que podem ajudar a compreender os processos biogeoquímicos.