As responsabilidades , o perfil de atuação dos conselheiros e a governança dos RPPS. - PowerPoint PPT Presentation

taline
as responsabilidades o perfil de atua o dos conselheiros e a governan a dos rpps n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
As responsabilidades , o perfil de atuação dos conselheiros e a governança dos RPPS. PowerPoint Presentation
Download Presentation
As responsabilidades , o perfil de atuação dos conselheiros e a governança dos RPPS.

play fullscreen
1 / 38
Download Presentation
As responsabilidades , o perfil de atuação dos conselheiros e a governança dos RPPS.
75 Views
Download Presentation

As responsabilidades , o perfil de atuação dos conselheiros e a governança dos RPPS.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. As responsabilidades, o perfil de atuação dos conselheiros e a governança dos RPPS.

  2. Edevaldo Fernandes da Silva • Professor Graduação e Pós-graduação. • Diretor Presidente Instituto de Previdência dos Servidores do DF • Diretor de Assuntos Atuariais, Contábeis e de Investimentos – PREVIC. • Fundador Escola de Formação Previdenciária • Presidente do Conselho Fiscal Acesita • Superintendente do IPREM - Município de São Paulo • Conselheiro APEPREM • Conselheiro ABIPEM • Principal Gestor do Banco do Povo - São Paulo Confia. • Coordenador da Secretaria de Estudos Socioeconômicos

  3. Universo de participantes RPPS/DF Fonte: SIGRH - Pesquisa formulada com base de dados de agosto/2013. Elaboração: IPREV/DF - Estudo Atuarial 2013

  4. Tipos de aposentadorias do RPPS do DF Fonte: SIGRH - Pesquisa formulada com base de dados de ago/2013. Elaboração: IPREV/DF – Assessoria Atuarial - Estudo Atuarial 2013

  5. Desafio Gênero

  6. Valor Médio de Aposentadoria por faixa etária dos Servidores do DF Elaboração: IPREV/DF – Assessoria Atuarial - Estudo Atuarial 2013

  7. Faixa de Anos em gozo -Aposentadoriados Servidores Aposentados do DF Elaboração: IPREV/DF – Assessoria Atuarial - Estudo Atuarial 2013

  8. Evolução Histórica em R$ Elaboração: IPREV/DF – Diretoria de Investimentos - 2013

  9. Distribuição do Custo Normal do Fundo Capitalizado - 2011 a 2013. Fonte: Demonstrativo de Estudo Atuarial Anual – DRAA dez/2013. Elaboração: IPREV/DF – Assessoria Atuarial

  10. SEGREGAÇÃO DAS MASSAS

  11. SEGREGAÇÃO DAS MASSAS

  12. Riscos são Intrínsecos a gestão Previdenciária • É natural existir riscos quando se busca prever ou antecipar algo. • imprescindível que exista em todo e qualquer Regime ou Entidade de Previdência uma Política de Riscos adequada • Os riscos devem ser avaliados, mensurados e, o mais importante, administrados da melhor maneira possível, sempre que não for possível eliminá-los.

  13. O caminho para a construção da Política de Riscos • Identificar; • Ordenar por relevância; • Estabelecer metodologias; • Eliminar ou administrar.

  14. Legal

  15. O exemplo do Risco Atuarial: (*) Para maiores esclarecimentos: Regimes Próprios - Aspectos Relevantes. Pg. 145

  16. O exemplo do Risco Financeiro: Tabela 1 - Cálculo da Taxa da Meta Atuarial do IPREV/DF – Vigente em 2013 (*) INPC acumulado no ano acrescido de juros reais de 6% ao ano. Fonte: Banco Central do Brasil – Séries Temporais Março de 2013 Elaboração: IPREV/DF – EFS 20/03/2014.

  17. O exemplo do Risco Financeiro: Tabela 2 – Principais Benchmarks de Índices ou Taxas de Juros praticadas nos Mercados Financeiro e de Capitais – Acumulado no ano (*) Poupança considerando aplicações sempre no dia 01 e com base na metodologia anteriores a 03/05/2012. Fonte: Banco Central do Brasil – Séries Temporais Março de 2013 Elaboração: IPREV/DF – EFS 20/03/2014.

  18. O exemplo do Risco Financeiro: Tabela 2 – Principais Benchmarks de Índices ou Taxas de Juros praticadas nos Mercados Financeiro e de Capitais – Acumulado no ano (*) Poupança considerando aplicações sempre no dia 01 e com base na metodologia anteriores a 03/05/2012. Fonte: Banco Central do Brasil – Séries Temporais Março de 2013 Elaboração: IPREV/DF – EFS 20/03/2014.

  19. O exemplo do Risco Financeiro: Tabela 3 – Índices Anbima - IMA (*) Posições no fim do período. Fonte: Anbima – Boletim de Renda Fixa – Janeiro 2014. Elaboração: IPREV/DF – EFS 20/03/2014.

  20. Responsabilidade dos Gestores Entender o “negócio” • Etapas, integração, dimensão e características; • Políticas, planos e projetos Responsabilidade • Aderência, adequação e observância Gestão de riscos • Controles, contratos, conflitos de interesse e da operação.

  21. A solução • Administração: • permanente e dinâmica; • Embasada em uma Política de Riscos: • quantificar o nível de exposição e • probabilidade de ocorrência; • observada a tolerância ao risco; • Considerar aceitável ou não. • Responsabilizar a governança.

  22. Completo Perfil

  23. Correlação de forças : • Servidores e • Ente Federativo • Primeiro fiscal-supervisor • Representação junto aos órgãos supervisores e reguladores; • Empoderamento; • Penalização.

  24. Conselho Deliberativo Viabilidade, Objetivos Estratégicos, desafios, metas, planos Operacionais e Orçamentários

  25. Conselho Fiscal Controles, Práticas, Alcances, Meios, Contas e Gestão.

  26. Ótima Leitura!!

  27. Saudações!Edevaldo Fernandes da Silva www.iprev.df.gov.br (61) 3355-8102 edevaldosilva@iprev.df.gov.br