slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Contexto Estratégico Atuação das Lideranças para o desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Contexto Estratégico Atuação das Lideranças para o desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 45
stephanie-hebert

Contexto Estratégico Atuação das Lideranças para o desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas - PowerPoint PPT Presentation

95 Views
Download Presentation
Contexto Estratégico Atuação das Lideranças para o desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Contexto Estratégico Atuação das Lideranças para o desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas

  2. GEM 2010 Global Entrepreneurship Monitor (Monitor Global do Empreendedorismo)

  3. Taxa de Empreendedorismo (TEA) – Brasil 2010

  4. Histórico Oportunidade x Necessidade

  5. Perfil do empreendimento inicial – Brasil - 2010 58%

  6. Razão para Empreender

  7. Taxa de Sobrevivência Micro e Pequenas Empresas Brasil Outubro/2011 7

  8. Nova Metodologia: Erro ZERO Taxa de Sobrevivência de 2 anos – Até dezembro/2008 • Estabelecimentos do tipo “Matriz” • Não agrícola • Não estrangeiro • Atividades mercantis (ex. não inclui Administração Pública) Origem 2005 Cadastros 2005-2008 Origem 2006 Cadastros 2006-2009 8

  9. Resultados – MPE no Brasil Taxa de Sobrevivência 2 anos Taxa de Mortalidade 2 anos Fonte: Sebrae-NA

  10. Taxa de Sobrevivência 2 anos - Setores Fonte: Sebrae-NA 10

  11. Taxa de Sobrevivência 2 anos - Regiões Fonte: Sebrae-NA (MPE constituídas em 2006) 11

  12. Taxa de Sobrevivência 2 anos Regiões e Setores Fonte: Sebrae-NA (MPE constituídas em 2006) 12

  13. Taxa de Sobrevivência 2 anos Unidades da Federação 10 Estados acima da média nacional 13 Fonte: Sebrae-NA (MPE constituídas em 2006)

  14. 18 Estados melhoraram taxa 1 manteve a taxa Somente 8 caíram Evolução da Taxa de Sobrevivência 2 anos 14 Fonte: Sebrae-NA

  15. Comparações internacionais Taxa de Sobrevivência 2 anos Países monitorados pela OECD + Brasil (origem 2005) Fonte: Sebrae-NA e OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) Nota: MPE constituídas em 2005 15

  16. Avaliação do MEI Reflexão Estratégica

  17. Como aprendeu a atividade Fonte: Sebrae.

  18. Principal ocupação antes de ser EI Fonte: Sebrae.

  19. Escolaridade Fonte: Sebrae.

  20. Principal motivo para a formalização Fonte: Sebrae.

  21. Como se formalizou Fonte: Sebrae.

  22. Recomendaria a formalização como EI? Fonte: Sebrae.

  23. Pretende virar microempresa? Fonte: Sebrae.

  24. CONTEXTUALIZAÇÃO (Análise Estratégica) Brasil, Governo e Pequenos Negócios: • Ampliação do universo de empresas pelo crescimento da economia, facilidade de entrada e da formalização ; • Deficiência gerencial e de acesso as recursos - reduzida competitividade empresarial; • Baixa organização associativa e cooperativa - reduzida competitividade estrutural; • Ambiente de negócios ainda complexo e oneroso – baixa competitividade sistêmica

  25. Empreendedores Individuais Lei Complementar no128/2008 Empresas Microempresas Pequenas Empresas Produtores Rurais Com registro próprio nos órgãos reguladores estaduais e/ou municipais. Potenciais Empresários Pessoas físicas, com ou sem atividade econômica (negócio próprio). PPA SEBRAE 2012 – 2015 Os Clientes do Sebrae Lei Complementar no 123/2006

  26. PPA SEBRAE 2012 – 2015Os Clientes do SebraeProjeções sobre o universo de clientes • Numero de Optantes pelo SIMPLES NACIONAL • (efetivo até 2010 e projetado até 2015)

  27. PPA SEBRAE 2012 – 2015Prioridades Nacionais

  28. PPA SEBRAE 2012 – 2015Prioridades Nacionais • Contribuir para a formalização de empreendedores, através da disponibilização de mecanismos de apoio ao seu desenvolvimento, promovendo a inclusão produtiva. • Aumentar a competitividade e a sustentabilidade dos negócios dos nossos clientes, através do desenvolvimento e aplicação de produtos, serviços e canais de atendimento adequados a cada segmento, com ênfase em gestão e inovação. • Promover o acesso dos clientes do Sebrae às oportunidades de negócios geradas por grandes eventos e investimentos. • Consolidar as melhorias no ambiente legal em favor dos nossos clientes, com ênfase na implementação efetiva da Lei Geral nos municípios.

  29. PPA 2012 – 2015Metas Mobilizadoras

  30. PPA 2012 – 2015Metas do PPA

  31. Reflexão Estratégica Instituições e Serviços de Apoio e Desenvolvimento Empresarial

  32. SEBRAE Visão 2015 “Ter excelência no desenvolvimento das MPE, contribuindo para a construção de um Brasil mais justo, competitivo e sustentável”

  33. EMPRESARIAL FATORES E CONDICIONANTES DACOMPETITIVIDADE Custo/Preço Qualidade Inovação Marketing AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO E QUAIFICAÇÃO (ARTICULAÇÃO DE EVENTOS, CAMPANHAS, CAPACITAÇÕS E ASSESSORIAS) * Ação de Modernização Empresarial

  34. QUESTÕES: • Que tipo de atuação nos permitirá alcançar escala e alto impacto no apoio e desenvolvimento das ME EPP e MEI? • Estamos preparados e articulados para atuar, com abrangência e consistência, no apoio aos pequenos negócios em todo o País? Qual será o papel das lideranças?

  35. DIMENSÃO ESTRUTURAL FATORES E CONDICIONANTES DACOMPETITIVIDADE Dinâmica da concorrência Escala Cooperação Mercado (tamanho e acesso) AÇÃO DE COOPERAÇÃO (ARTICULAÇÃO DE NÚCLEOS, ARRANJOS E ALINHAMENTO DE CADEIAS PRODUTIVAS) * Ação de Associativismo e Integração Setorial

  36. QUESTÕES: • Já dispomos de uma rede de instituições de apoio estruturada, qualificada e integrada para informar, orientar e qualificar as MPE brasileiras, onde e quando necessitarem? • Já dispomos da cultura associativa e de redes de cooperação e negócios para integrar e ampliar a competitividade das ME, EPP e MEI? Qual será o papel das lideranças?

  37. DIMENSÃO SISTEMICA FATORES E CONDICIONANTES DACOMPETITIVIDADE Conhecimento  Tributação Burocracia Financiamentos Tecnologia Compras Governamentais Marketing Regional AÇÃO DE REPRESENTAÇÃO (ARTICULAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS TERRITORIAIS E SETORIAIS)

  38. QUESTÕES: • Temos do poder público o conhecimento, a estrutura e as medidas necessárias à promoção do ambiente favorável aos pequenos negócios, em especial nos Estados e Municípios? • Somos sistemicamente integrados às políticas nacionais (e regionais) de desenvolvimento e às instituições parceiras? Qual será o papel das lideranças?

  39. Sondagem para avaliação – 206 optantes Gráfico 4 – Em que intensidade o pagamento do ICMS substituído ou antecipado está prejudicando a sua empresa? Gráfico 2 – Grau de conhecimento sobre a Substituição Tributária do ICMS Fonte: Sebrae

  40. Sondagem para avaliação – 206 optantes • Gráfico 6 – O Sr.(a) sabia que o ICMS cobrado fora do SIMPLES NACIONAL é estabelecido por legislação estadual? • Gráfico 5 – Se a Substituição Tributária acabasse, isso poderia viabilizar para sua empresa ...? Fonte: Sebrae

  41. Afirmação... “Onde há uma vontade, há um meio” (Napoleão)

  42. Recomendações SebraeOrientações antes de abrir um negócio próprio • Identificação da oportunidade de negócio - identificar seu diferencial - ter afinidade e gostar de atuar no segmento escolhido - buscar conhecimento atualizado do ramo - avaliar oportunidades de negócios pertinentes • Estudo de viabilidade - Mercado: estudar demanda, fornecedores, concorrência - Finanças: investimento inicial, preço justo para cobrir os custos e gerar lucro • Capacitação Empresarial - profissionalização continuada da gestão - perfil empreendedor

  43. Recomendações Sebrae10 dicas para a sobrevivência da empresa 1) Planeje-se sempre; 2) Respeite sua capacidade financeira; 3) Não misture as finanças da empresa com finanças pessoais; 4) Fique de olho na concorrência; 5) Prospecte novos fornecedores; 43

  44. Recomendações Sebrae10 dicas para a sobrevivência da empresa 6) Tenha controle do seu estoque; 7) Marketing não se resume a anúncio, invista em outras estratégias; 8) Inove, mesmo que seja um produto/serviço de sucesso; 9) Invista sempre na formação empresarial; 10) Seja fiel aos seus valores e do seu negócio 44

  45. “O problema não é ser pequeno, mas estar sozinho...” COMICRO: Caminho e a FORÇA dos Pequenos Negócios por meio da UNIÃO!