tipos de texto n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Tipos de texto PowerPoint Presentation
Download Presentation
Tipos de texto

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 17

Tipos de texto - PowerPoint PPT Presentation


  • 274 Views
  • Uploaded on

Tipos de texto. Redação - Aula 1. Tipos de texto. Tipos de texto: Descrição, narração e dissertação. Tipos de texto (maneira de produção de mensagens) x Gênero textual (caracterizado por um estilo, temática e forma de composição). Texto descritivo.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Tipos de texto' - sopoline-morrow


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
tipos de texto

Tipos de texto

Redação - Aula 1

tipos de texto1
Tipos de texto
  • Tipos de texto: Descrição, narração e dissertação.
  • Tipos de texto (maneira de produção de mensagens) x Gênero textual (caracterizado por um estilo, temática e forma de composição)
texto descritivo
Texto descritivo
  • A descrição é uma espécie de retrato verbal de dado objeto.
  • Tudo é concebido como se ocorresse ao mesmo tempo, como se fosse uma fotografia.
  • Como descrever?
  • 1º eleger o objeto
  • 2º selecionar seus traços mais relevantes (dependendo do efeito que quer produzir)

- traços objetivos x traços subjetivos

iracema jos de alencar
IracemaJosé de Alencar
  • “Além, muito além daquela serra, que ainda azula no horizonte, nasceu Iracema.

Iracema, a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna e mais longos que seu talhe de palmeira.

O favo da jati não era doce como seu sorriso; nem a baunilha recendia no bosque como seu hálito perfumado.

Mais rápida que a ema selvagem, a morena virgem corria o sertão e as matas do Ipu, onde campeava sua guerreira tribo, da grande nação tabajara. O pé grácil e nu, mal roçando, alisava apenas a verde pelúcia que vestia a terra com as primeiras águas”

texto narrativo
Texto Narrativo
  • Se a descrição é caracterizada por ser uma espécie de fotografia, a narração é um filme.
  • Quatro elementos: o narrador, as personagens, o espaço e o tempo.
slide6

Narrador: é ele quem escolhe o foco

  • Duas maneiras de narrar:
  • Narrador em primeira pessoa (Narrador explícito)

-Narrador protagonista

-Narrador testemunha

  • Narrador em terceira pessoa (Narrador implícito)

-Narrador observador

-Narrador onisciente

  • Personagens: - planas

- esféricas

-

mem rias p stumas de br s cubas machado de assis
Memórias póstumas de Brás CubasMachado de Assis
  • “Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo”.
texto dissertativo
Texto dissertativo
  • O texto dissertativo é temático: ele comenta, analisa, interpreta e explica os dados da realidade.
  • Preza pelas relações lógicas. Pela progressão lógica.
  • Estrutura básica: Introdução, desenvolvimento e conclusão.
bibliografia
Bibliografia:
  • Guia de Redação – Antonio Carlos Viana
  • Livro-texto Português, Coleção Anglo
slide10

Tema:

Sociedade moderna altamente consumista.

slide12

Por Alessandra BorgesProdutora do Destrave

  • “Hoje, temos uma gama de produtos e serviços à disposição de todos consumidores, muito maior do que tínhamos antigamente. Além do que, nós já temos uma sociedade mais voltada para o consumo do que tínhamos há alguns anos”, explicou Josué (professor de publicidade e propaganda da Universidade de Taubaté - UNITAU)
  • As campanhas publicitárias não vendem apenas um produto, mas um estilo de vida. O indivíduo é um ser influenciado pela mídia, pois quem dita as regras da moda e os melhores aparelhos tecnológicos são as campanhas publicitárias.
slide13

Essa questão pode ser reforçada pelo psicólogo e professor da Universidade de Taubaté Paulo Henrique Sodré. Ele explica que toda propaganda desperta no indivíduo um desejo, ou seja, influencia, diretamente, o comportamento das pessoas.

  • “Na realidade, todas as campanhas publicitárias buscam mexer com algo do indivíduo, despertando neles o desejo de comprar. Então, todas as campanhas têm um porquê e ela trabalha alguma questão no indivíduo”, explicou o psicólogo.

(site: destrave.cancaonova.com)

slide15

“Porém, o que vejo são multidões consumindo, estimuladas a consumir como se isso constituísse um bem em si e promovesse real crescimento do país. Compramos com os juros mais altos do mundo, pagamos os impostos mais altos do mundo e temos os serviços (saúde, comunicação, energia, transportes e outros) entre os piores do mundo. Mas palavras de ordem nos impelem a comprar, autoridades nos pedem para consumir, somos convocados a adquirir o supérfluo, até o danoso, como botar mais carros em nossas ruas atravancadas ou em nossas péssimas estradas”.

Lya Luft. Degraus da ilusão. Revista VEJA, Junho de 2012.

slide16

Trecho do Livro: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom | SophieKinsella

“Tudo bem. Não entre em pânico. É só uma conta do VISA. Só um pedaço de papel; alguns números. Quero dizer, que poder têm uns poucos números para nos amedrontar?Pela janela do escritório, olho para um ônibus descendo a Oxford Street. Quero abrir o envelope branco sobre minha escrivaninha desarrumada. “É só um pedaço de papel”, repito para mim mesma pela milésima vez. E não sou burra, sou? Sei exatamente qual é o valor desta conta do VISA.Mais ou menos.Vai ser cerca de... 200 libras. Talvez trezentas. Sim, talvez trezentas. Trezentas e cinquenta no máximo.

slide17

(...)Abro meus olhos e estico a mão para a conta. Quando meus dedos alcançam o papel, lembro-me das novas lentes de contato. Noventa e cinco libras. Um bocado. Mas, afinal, tive que comprar, não tive? O que devo fazer, andar por aí sem enxergar nada?”.