HIDROMETRIA Medição de Vazão - PowerPoint PPT Presentation

hidrometria medi o de vaz o n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
HIDROMETRIA Medição de Vazão PowerPoint Presentation
Download Presentation
HIDROMETRIA Medição de Vazão

play fullscreen
1 / 83
HIDROMETRIA Medição de Vazão
615 Views
Download Presentation
sherri
Download Presentation

HIDROMETRIA Medição de Vazão

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Hidrologia HIDROMETRIAMedição de Vazão Benedito C. Silva IRN - UNIFEI

  2. Medição de vazão por velocidade e área • Medições expeditas (não recomendadas) • Medições com equipamentos mecânicos • Medições com equipamentos acústicos

  3. Perfis de velocidade em rios Perfis de velocidade de escoamento

  4. Medição indireta • Medir vazão = medir velocidade x área

  5. Medição de Vazão - Expedita Utilizando um flutuador: • Escolher um trecho retilíneo do rio que tenha seção constante; • Marcar uma distância de no mínimo 10m; • Medir a área da seção do rio; • Lançar o flutuador e contar o tempo para percorrer a distância demarcada. • Calcular a vazão com a fórmula.

  6. Medição indireta: Q = v.A Vazão = velocidade x área Velocidades diferentes em diferentes pontos da seção

  7. Medição de Velocidade da água - Molinete Características: • Velocidade pontual • Calibração para obter relação: (n° de revoluções/min) e (velocidade m/s) • Pode ser utilizado abordo de barcos ou de teleféricos sobre a seção do rio • A velocidade é conhecida contando o numero de revoluções realizadas em um intervalo de tempo (> 30s em geral) Canal de Velocidade - IPHUFRS

  8. Molinete

  9. Molinetes

  10. Molinete preso à haste( medição a vau)

  11. Medição com Molinete • Medição à Vau - Para pequenas profundidades ( ~ 1.20 m) - Para pequenas vazões - molinete preso à uma haste

  12. Pequenos rios Vazão x velocidade

  13. Pequenos rios Vazão x velocidade

  14. Medição usando barco

  15. Rios maiores Medição embarcada Medição a partir de cabos Medição a partir de pontes

  16. Medindo o escoamento Medindo velocidade

  17. Guincho e Molinetes

  18. Onde medir velocidade • Quantos pontos são necessários? • Normalmente se divide a seção num certo número de verticais e cada vertical em um certo número de pontos.

  19. Medindo o escoamento Quantas verticais? Quantos pontos de medição por vertical?

  20. Perfil de velocidade Fundo do rio 1 - medindo na superfície (submergir a hélice)

  21. Perfil de velocidade P 2 - medindo a 20 % da profundidade total (0,2 x P)

  22. Perfil de velocidade P 3 - medindo a 40 % da profundidade total (0,4 x P)

  23. Perfil de velocidade P 4 - medindo a 60 % da profundidade total (0,6 x P)

  24. Perfil de velocidade P 5 - medindo a 80 % da profundidade total (0,8 x P)

  25. Perfil de velocidade média Usar apenas 1 ponto pode significar superestimativa ou Subestimativa.

  26. Quantos Pontos por Vertical? • Método detalhado • Muitos pontos em cada vertical • Método simplificado • Apenas dois pontos em cada vertical

  27. Recomendações método detalhado

  28. Método Simplificado

  29. Números Verticais

  30. E a área?

  31. Cálculo da Vazão A vazão será dada pelo somatório do produto entre velocidade média e área de cada vertical.

  32. Medindo o escoamento - A curva chave - Vazão x nível da água

  33. Réguas niveladas

  34. A curva-chave

  35. Medindo o escoamento Muitas medições de vazão

  36. Medindo o escoamento A curva chave

  37. Medindo o escoamento Duas vezes por dia (7:00 e 17:00 horas) verifica o nível na régua. No escritório converte em vazão usando a curva chave. Observação contínua

  38. A experiência tem mostrado que o nível d´água (h) e a vazão (Q) ajustam-se bem à curva do tipo potencial, que é dada por: Curva chave onde: Q – vazão na seção do posto; h - nível d’água (leitura na régua); h0 – valor de h para Q = 0; a e b - parâmetros de ajuste.

  39. Lance de réguas no Rio Inhandava

  40. Posto 74320000 - Rio Sargento -

  41. Posto Porto Sucuri - Rio Paraguai -

  42. Posto Porto da Manga - Rio Paraguai -

  43. Posto Fluviométrico

  44. Escalas Limnimétricas

  45. Limnígrafos de Bóia

  46. Limnígrafos de Bóia

  47. Limnígrafos de Bóia

  48. Limnígrafo com Tubulão Instalado na Margem do Curso D’Água