Redação de sínteses - PowerPoint PPT Presentation

sela
reda o de s nteses n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Redação de sínteses PowerPoint Presentation
Download Presentation
Redação de sínteses

play fullscreen
1 / 25
Download Presentation
77 Views
Download Presentation

Redação de sínteses

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Redação de sínteses Rodney Caetano

  2. PARA QUE SERVEM AS SÍNTESES São textos para sedimentar os estudos e também para revisar a literatura consultada, além de atender as demandas por trabalhos por parte dos professores.

  3. A estrutura básica de um trabalho de síntese é: 1. FOLHA DE ROSTO (Ver normas)

  4. 2. O TEXTO, que deve conter: Título Redação Referências

  5. TÍTULO Título dado pelo alunos. Exemplo: SÍNTESE DO ARTIGO “O DIREITO COMO FONTE DA JUSTIÇA” Nome do aluno Início do texto, início do texto, texto, texto, texto, texto, texto...............


  6. REDAÇÃO DO TEXTO A síntese terá vários parágrafos.

  7. REDAÇÃO DO TEXTO PARÁGRAFO INTRODUTÓRIO feito com as anotações estruturais da leitura averiguativa.

  8. Parágrafo INTRODUTÓRIO serve para apresentar o texto, artigo ou livro base, o autor e suas credenciais. Aqui entram os conhecimentos de leitura averiguativa e anotações estruturais: nome do autor, suas credenciais, assunto, título do texto-base e onde foi publicado.

  9. REDAÇÃO DO TEXTO PARÁGRAFOS INTERMEDIÁRIOS em número de dois ou três a partir da leitura analítica

  10. Nos parágrafos INTERMEDIÁRIOS (dois ou três), escrever sobre as ideias principais contidas no objeto de estudo Aqui entram os conhecimentos de leitura analítica, seletiva, anotações conceituais, paragrafação do texto e sumarização

  11. REDAÇÃO DO TEXTO PARÁGRAFO FINAL ou conclusão.

  12. No último parágrafo, escrever as conclusões do autor do texto base.

  13. FINALIZANDO COM AS REFERÊNCIAS Depois de redigir a síntese, relacione as referências completas do documento que você sintetizou. Vale lembrar: a referência bibliográfica deve ser feita de acordo com as normas acadêmicas, basicamente: SOBRENOME, Nome (do autor). Título (em negrito). Cidade : Editora, ano. p.x-y (páginas, se for o caso).

  14. TÍTULO: EM NEGRITO, MAIÚSCULAS, CENTRALIZADO, OITO ESPAÇOS DO INÍCIO DO DOCUMENTO Nome do aluno Parágrafo introdutório feito com as anotações estruturais da leitura averiguativa: autor e suas credenciais, título do texto-base, assunto, onde foi publicado. Dois ou três parágrafos intermediários, sintetizando o conteúdo do texto-base. Para escrever os parágrafos intermediários, também chamados de desenvolvimento, utilize as informações obtidas com a paragrafação feita a partir do texto-base. No parágrafo final, ou conclusão, indique as conclusões do texto-base, sem dar sua opinião pessoal. REFERÊNCIA SOBRENOME, Nome. Título. Cidade : Editora, ano

  15. OUTRAS ORIENTAÇÕES Na síntese vale mostrar que você compreendeu o texto. Por isso: utilize vocabulário próprio. Construa suas frases com a paragrafação e evite somente copiar o original.

  16. OUTRAS RECOMENDAÇÕES Lembre-se: o emprego de CONECTIVOS, entre frase e frase e parágrafo e parágrafo, ajuda a articular suas ideias para a redação de sínteses e outros textos.

  17. Não esqueça: os conteúdos das aulas anteriores dão passo a passo o caminho para escrever bem: • Leitura averiguativa • Leitura analítica/seletiva • Paragrafação/sumarização • Fichamento

  18. O fichamento serve de base para a síntese e a síntese para a redação de subgêneros acadêmicos tais como resumos, resenhas, artigos e outros.

  19. Os 3 casos de referências que você deve usar mais nos próximos meses

  20. REFERÊNCIA DE UM AUTOR DE LIVRO ARANHA, Maria Lucia de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. São Paulo : Moderna, 2003.

  21. REFERÊNCIA DE CAPÍTULO DE LIVRO(Quando o autor do capítulo não é o autor do livro) COSTA, Nelson Barris da Costa. As letras e a letra: o gênero canção na mídia literária. In: Gêneros textuais & ensino. Rio de Janeiro : Lucerna, 2007, p. 107-121.

  22. ARTIGO DE INTERNETGuarde também essa forma de citação MELLO, Luiz Antonio. A Onda Maldita: como nasceu a Fluminense FM. Niterói: Arte & Ofício, 1992. Disponível em: http:// www.actech.com.br/aonda. Acesso em: 13 out. 1997.

  23. ARTIGO DE INTERNETGuarde também essa forma de citação A Onda Maldita: como nasceu a Fluminense FM. Disponível em: http:// www.actech.com.br/aonda. Acesso em: 13 out. 1997.

  24. ARTIGO DE INTERNETGuarde também essa forma de citação Disponível em: http:// www.actech.com.br/aonda. Acesso em: 13 out. 1997.

  25. Referências ALMEIDA, Antônio et al. Português básico. São Paulo: Atlas, 2004. MEDEIROS, João Bosco. Redação científica. São Paulo: Atlas, 2003. NADÓLSKIS, Hêndricas. Comunicação redacional atualizada. São Paulo: Saraiva, 2003.