slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Protocolo de Urgências Emergências Maternas. Marcelo P. Tissiani Maternidade Frei Damião PowerPoint Presentation
Download Presentation
Protocolo de Urgências Emergências Maternas. Marcelo P. Tissiani Maternidade Frei Damião

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

Protocolo de Urgências Emergências Maternas. Marcelo P. Tissiani Maternidade Frei Damião - PowerPoint PPT Presentation


  • 121 Views
  • Uploaded on

. Protocolo de Urgências Emergências Maternas. Marcelo P. Tissiani Maternidade Frei Damião. Objetivos do Milênio: 2015. ONU 2000 / base índices 1990; Redução mortalidade infantil 75%; Redução mortalidade materna 75%; OMS(15/09/2010) entre 1990 e 2008 a taxa de mortalidade no Brasil:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Protocolo de Urgências Emergências Maternas. Marcelo P. Tissiani Maternidade Frei Damião' - raven-larsen


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

.

Protocolo de Urgências Emergências Maternas.

Marcelo P. Tissiani

Maternidade Frei Damião

objetivos do mil nio 2015
Objetivos do Milênio: 2015
  • ONU 2000 / base índices 1990;
  • Redução mortalidade infantil 75%;
  • Redução mortalidade materna 75%;
  • OMS(15/09/2010) entre 1990 e 2008 a taxa de mortalidade no Brasil:
  • 120 mortes/100 mil nascimentos 58 mortes/100 mil nascimentos.
  • Países e territórios desenvolvidos índice de 14/100 mil nascimentos.
  • Chile: taxa de mortalidade materna de 56 para 20 a cada 100 mil nascimentos
raz o mortalidade materna no brasil 2006 sim e sinasc svs ms sem fator corre o
Razão Mortalidade Materna no Brasil(2006)SIM e SINASC/SVS/MS. Sem fator correção
hemorragia puerperal minist rio da sa de 2000
Hemorragia Puerperal(Ministério da Saúde 2000)

Etiologia:

1-Patologias do terceiro período:

  • Retenção Placentária;
  • Acretismo Placentário;
  • Inversão Uterina;

2-Patologias do quarto período:

  • Atonia Uterina;
  • Lacerações do Canal de Parto;
  • Rotura Uterina;
  • Retenção de restos;
  • Hematoma Puerperal;
medidas iniciais
Medidas Iniciais

Prevenção:

  • Ocitocina 10U IM(OMS).

Conduta:

  • Acesso venoso adequado(cateter periférico gauge 16 ou 14).
  • Esvaziamento vesical.
  • Sonda vesical de demora.
  • Massageamento uterino.
  • Ocitocina 20U em 500ml SG5% ou SF0,9% a 30gotas/min. ou
  • Metilergometrina – 0.2mg IM. Ou
  • Misoprostol 2 comprimidos VO ou no fundo de saco vaginal posterior – e/ou Via retal.
choque hemorr gico
Choque Hemorrágico

Diagnóstico:

choque hemorr gico1
Choque Hemorrágico

Conduta:

Hemorragia Classe II:

-Soluções Isotônicas 3000ml.

Hemorragia Classe III e Classe IV:

-Soluções Isotônicas + colóides: protéicas(albumina/ PFC) e não protéicas(gelatinas e dextrans).

choque hemorr gico2
Choque Hemorrágico

Albumina:

100ml albumina 25% aumenta o volume plasmático em 465ml.

Infusão: RingerLactato 450ml + 50ml de albumina 25%.

PFC:

Para correção de fatores de coagulação. Não deve ser utilizado para correção de volume.

Dextrans:

Desenvolvem pressão coloidosmótica que é o dobro da albumina, com menor custo.

Dextran -70: 1 litro aumenta em 800ml volume plasmático.

reposi o de hemocomponentes
Reposição de Hemocomponentes
  • Concentrado de Hemácias;
  • Crioprecipitado: principal indicação no manejo CIVD.
  • Plaquetas: realizada somente se contagem menor 20.000 ou menor 50.000 com sangramento ou se procedimento cirúrgico.