estoques n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Estoques PowerPoint Presentation
Download Presentation
Estoques

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 63

Estoques - PowerPoint PPT Presentation


  • 75 Views
  • Uploaded on

Estoques.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Estoques' - randall-randall


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
estoques
Estoques

Os estoques são uma forma da organização proteger-se da imprevisibilidade dos processos com os quais lida ou está envolvida, a falta de qualidade de seus processos internos bem como dos externos dos quais depende pressionam no sentido de elevar o volume de estoques. Conclui-se que níveis elevados de estoques tendem a gerar conformidade com o erro e as causas dos problemas não são atacadas.

administra o de estoques
Administração de Estoques
  • Os estoques são compostos de:
  • matéria-prima,
  • material auxiliar,
  • material de manutenção,
  • material de escritório,
  • material e peças em processos e produtos acabados.

Eles são necessários para compensar a imprevisibilidade dos processos organizacionais e ambientais.

justificativas para os estoques
Justificativas para os estoques
  • internas:
    • quebras de equipamentos,
    • não cumprimento de prazos e condições de fornecimentos pelos fornecedores,
    • fragilidade dos processos gerenciais – especialmente planejamento;
  • Externas:
    • variação da demanda,
    • condições climáticas,
    • sócio-econômicas, entre outros, são eventos externos à organização e que podem demandar estoques de proteção para regular o processo de produção e entrega de produtos.
fun es associadas ao controle de estoques
Funções associadas ao controle de estoques
  • determinar “o quê” deve permanecer em estoque. Número de itens;
  • determinar “quando” se devem reabastecer os estoques. Periodicidade;
  • determinar “quanto” de estoque será necessário para um período determinado;
  • acionar o Departamento de compras para executar a aquisição de estoque;
  • receber, armazenar e atender os materiais estocados de acordo com as necessidades;
  • controlar os estoques em termos de quantidade e valor e fornecer informações sobre a posição do estoque;
  • manter inventários periódicos para avaliação das quantidades e estados dos materiais estocados; e
  • identificar e retirar do estoque os itens obsoletos e danificados.
atitudes operacionais envolvendo planejamento e controle de estoques
Atitudes operacionais envolvendo planejamento e controle de estoques
  • Assegurar o suprimento de matéria prima, material auxiliar, peças e insumos ao processo de fabricação de acordo com as necessidades organizacionais (quantidade, tempo e qualidade desejados);
  • Manter níveis de estoques que otimizem os custos de atendimento da demanda e manutenção de estoques;
  • Identificar e eliminar os materiais obsoletos;
  • Não aceitar erros quanto à condição de falta ou excesso em relação às vendas.
  • Precaver-se quanto a perdas, danos, extravios ou mau uso;
  • Manter as quantidades em relação às necessidades e aos registros;
  • Fornecer informações adequadas ao planejamento de curto, médio e longo prazo, das necessidades de materiais e estoques;
  • Manter os custos em níveis econômicos, levando em conta os volume de vendas, prazos, recursos e seu efeito sobre o custo de venda do produto.
objetivos do planejamento do estoques
Objetivos do planejamento do estoques
  • Objetivo de custo: tem como objetivo determinar o ponto ótimo dos custos de armazenagem, de pedidos e de falta, para melhor atender à demanda de mercado e aos acionistas.
  • Objetivo de Nível de Serviço: Visa atender as necessidades do cliente em relação a datas de entrega dos pedidos. Esse modelo procura considerar os estoques para atender a qualquer solicitação do mercado, através da definição de percentual de grau de atendimento. Quanto maior for o grau de atendimento, maior será o custo de manutenção de estoque.
  • Objetivo de Retorno de Capital: Este objetivo procura reduzir os volume financeiro empenhado em estoque e ao mesmo tempo maximizar a relação lucro/estoque médio. Aliás, a relação entre o lucro das vendas anuais e o capital investido em estoques é utilizada como um dos indicadores do processo de gerenciamento de estoques
custos dos estoques
Custos dos estoques
  • Custo de pedido
  • Custo de falta no estoque
  • Custo de manutenção dos estoques ou custo de Armazenagem
custo de pedido
Custo de pedido
  • São custos fixos e variáveis referentes ao processo de emissão de um pedido. Os fixos são os salários do pessoal envolvidos na emissão dos pedidos e os variáveis estão nas fichas de pedidos e nos processos de enviar esses pedidos aos fornecedores, bem como, todos os recursos necessários para tal procedimento. Portanto, o custo de pedido está diretamente relacionado com o volume das requisições ou pedidos que ocorrem no período.
custo de falta no estoque
Custo de falta no estoque
  • no caso de não cumprir o prazo de entrega de um pedido colocado, poderá ocorrer ao infrator o pagamento de uma multa ou até o cancelamento do pedido, reduzindo o volume de vendas e prejudicando a imagem da empresa. Este problema acarretará um custo elevado e de difícil medição relacionado com a imagem, custos, confiabilidade, concorrência etc.
custo de manuten o dos estoques
Custo de manutenção dos estoques
  • são as despesas de armazenamento (altos volumes, demasiados controles, enormes espaços físicos, sistema de armazenagem e movimentação e pessoal envolvido no processo, equipamentos e sistemas de informação específicos). Há ainda os custos relativos aos impostos e aos seguros de incêndio e roubo. Além disso, os itens estão sujeitos a perdas, roubos e obsolescências, aumentando ainda mais os custos de mantê-los em estoques. Estima-se que o custo de manutenção dos estoques representa aproximadamente 25% do valor médio dos produtos.
custo de armazenagem
Custo de Armazenagem
  • Custos de Materiais: Valor de todos os materiais que estão estocados na empresa (é importante observar que com o crescente processo de terceirização parte destes estoques pode estar em poder de terceiro e poderá ser contabilizada como consignação ou estoque em trânsito).
  • Custo de Pessoal: é o custo mensal de toda mão- de- obra envolvida na atividade de estoques (manutenção, controle e gerenciamento, inclusive os encargos trabalhistas).
  • Custos de Equipamentos e Manutenção: São as despesas mensais para manter estoques, incluindo a depreciação dos equipamentos, máquinas e instalações e despesas a eles associados.
  • Custos de Edificação: Refere-se ao custo anual do m2 de armazenamento.
c lculo do custo de armazenagem
Cálculo do custo de armazenagem
  • Q=quantidade de material em estoque no tempo considerado,
  • P=preço unitário,
  • I=taxa de armazenamento expressa geralmente em termos de porcentagem do custo unitário e,
  • T=tempo considerado de armazenagem.
c lculo da taxa de armazenagem
Cálculo da taxa de armazenagem
  • Taxa de retorno de capital
  • Taxa de armazenamento físico
  • Taxa de seguro
  • Taxa de transporte, manuseio e distribuição
  • Taxa de obsolescência
  • Outras taxas
taxa de armazenamento f sico
Taxa de armazenamento físico

S = Área ocupada pelo estoque

A = custo anual do m2 de armazenamento

C = Consumo anual

P = Preço Unitário.

efeito financeiro do estoque
Efeito financeiro do estoque
  • Custos das Vendas = US$ 25.000.000,00 de uma empresa com as mesmas condições e operando no Brasil, nos EUA e no Japão.
previs o de estoques
PREVISÃO DE ESTOQUES
  • Informações quantitativas :
    • Influência da propaganda.
    • Evolução das vendas no tempo.
    • Variações decorrentes de modismos.
    • Variações decorrentes de situações econômicas.
    • Crescimento populacional.
  • Informações Qualitativas
    • Opinião de gerentes.
    • Opinião de vendedores.
    • Opinião de compradores.
    • Pesquisa de mercado.
formula o
Formulação
  • Considerando que o pedido é colocado quando o estoque atinge um valor mínimo, tem-se:
  • Portanto, todas as vezes que o estoque chega ao seu valor mínimo (deve ser suficiente para cobrir o consumo do lead time de encomendar e receber o material), encomenda-se uma quantidade Q do material. Neste caso específico o estoque mínimo é zero e faz-se um novo pedido todas as vezes o material é recebido e entra no estoque.
reposi o instant nea com estoque de seguran a

Emáx

Q

t

ES

Tempo máximo de atraso permitido

tempo

Reposição instantânea com estoque de segurança
formula o1
Formulação
  • Nestas condições, tem-se:
reposi o de estoques
Reposição de Estoques
  • Revisão Permanente (PerpetualInventory System)
    • Continuamente faz-se a verificação e reposição de estoque, se necessário.
  • Método das duas gavetas
    • O estoque é dividido em duas gavetas. Findando a primeira, faz-se o pedido. A segunda deve ser suficiente para atender a demanda até o pedido ser atendido.
reposi o de estoques1
Reposição de estoques
  • Reposição Periódica (PeriodicInventory System)
    • É feito o pedido de uma quantidade determinada em períodos regulares.
  • Reposição por ponto de pedido (OrderPoint Policies)
    • Define-se um nível de estoque que, se atingido, define o momento de ser fazer um novo pedido.
reposi o de estoques2
Reposição de estoques
  • Lote Econômico de Compra (EconomicOrderPoint)
    • No sistema do lote econômico de compra o objetivo é determinar as quantidades mais que geram mais economia no processo de aquisição de material.
lote econ mico de compra
Lote Econômico de Compra
  • EOQ (Economic Order Quantity) => suposições do modelo:
    • Demanda conhecida e constante.
    • Não há restrições para tamanho de lote (capacidade de produção, tamanho dos modais de transporte, fornecimento infinito...)
    • Somente os custos de set up ou de pedido e de guarda de estoque são relevantes.
    • Decisões tomadas para um item não afetam os demais.
    • Não há incerteza no lead time.
lote econ mico de compra1
Lote Econômico de Compra
  • Nestas condições a quantidade econômica a comprar é dada por:

Onde: A – Custo do pedido

D – Demanda anual

i – custo de armazenagem

C – Custo unitário do item

-Nível médio de estoque

c lculos com lec eoq
Cálculos com LEC (EOQ)
  • PPR (ponto de pedido de reposição)
  • d taxa de consumo diário

Quanto há variação do lead time (LT)

slide37

Exemplo

  • Umalojavende 18 unidadessemanais de um secador de cabelos p/ viagem, quecusta $ 60/unidade e tem custo de colocação de pedido de $ 45. Manter o secadoremestoquedurante um anocusta 25% do valor do produto e a loja opera 52 semanasporano. São colocadospedidos de 390 unidades, parareduzir o número de pedidos.
  • Qual o custo da política de estoquesadotada?

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

custo total do modelo eoq
Custototal do modelo EOQ

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide40

Exemplo (Continuação)

  • Calcule o lote econômico de compra dos secadores e o custo total da política econômica de compras.
  • Com qual frequência os pedidos são colocados quando o EOQ é utilizado?

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide41

Exemplo (Cont.)Cálculo do loteeconômico de compra, EOQ

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide42

Modelo de Estoquenaausência de incerteza (demanda é conhecida)

  • Suposições:
    • Taxa de demanda constante;
    • Taxa de produção, P, finita (ou seja, unidades produzidas acrescentadas ao estoque uma por vez);
  • Objetivos da análise:
    • Determinar tamanho ótimo do pedido (Q*) e estoque negativo ótimo permitido (S*max) que minimize custo total anual dos estoques.

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

reposi o de estoques sem faltas produ o
Reposição de estoques sem faltas (produção)

Quantidade

Ponto de pedido

Estoque médio

Q

ES

Tp

T1

T2

T3

Tp

Lead time

Lead time

Tempo

slide44

Expressõesparacálculo de lotes de produção

p-d – taxa de reposição

d- taxa de consumo da demanda

t2

t1

t

Lead time

FundationsofProductionandOperations Management (STARR, M.K., THOMSON, 2007)

lote econ mico de produ o sem faltas
Lote econômico de produção sem faltas

Define-se

  • p=taxa de produção
  • d=consumo
  • Cs =custo de preparação (set up)
  • iC=Custo de armazenagem
  • D=Demanda a ser atendida.
reposi o de estoques com faltas produ o
Reposição de estoques com faltas (produção)

Quantidade

Estoque médio

p-d – taxa de reposição

Imáx

Ponto de pedido

d- taxa de consumo da demanda

ES

T1

0

T2

T3

T4

Smáx

Lead time

Tp

T

Tempo

express o matem tica
Expressão matemática

Q* e Smáx são derivados da expressão do custo total:

Custo do pedido ou setup

Custo do produto (consumo)

Custo de guarda

Custo de escassez

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

nota o
Notação

C preço de compra unitário ou unidade de custo variável de produção.

D taxa de demanda, unidades/ano.

A custo fixo de pedido de reposição (custo de pedido) ou custo de setup de produção.

Pr Taxa de reposição ou produção, unidades/ano.

h Custo de guarda do estoque por unidade por ano ($/unid/ano), normalmente expresso por h=iC, onde i é taxa de guarda anual de estoque.

Imáx Nível máximo de estoque disponível, unidades.

Nível médio de estoque disponível, unidades.

Smáx Falta máxima de estoque permitida, unidades.

S Falta de estoque média permitida, unidades==>

r Ponto de reposição, unidades.

Q Quantidade total pedida, unidades.

P Taxa de reposição ou produção, unidades/ano.

Custo variável unitário anual médio de falta.

Custo fixo da falta de uma unidade em estoque.

T tamanho do ciclo ou tempo entre rodadas de produção

TC Custo total anual (função da política de estoques adotadas)

LT lead time

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

determina o de q e s m x
Determinação de Q* e Smáx

Q* => quantidade ótima a pedir

Smáx=> falta máxima permitida.

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide50

Exemplo

  • A empresa XYZ compra 350 filtros de ar por ano. O custo de cada filtro é $30 e o custo da colocação do pedido é $10. O custo de guarda anual do estoque é 0.18 (18% do custo do produto).
  • A escassez é dividida em dois componentes:
    • Custo fixo: $0.30/unidade
    • Custo variável: $5 por unidade de escassez ao ano.
  • Determine o tamanho ótimo do pedido e a escassez ótima a ser admitida.

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide51

Modelo de Estoquenaausência de incerteza (demanda é conhecida)

  • Suposições:
    • Taxa de demanda constante;
    • Taxa de produção, P, finita (ou seja, unidds produzidas acrescentadas ao estoque uma por vez);
  • Objetivos da análise:
    • Determinar tamanho ótimo do pedido (Q*) e estoque negativo ótimo permitido (S*max) que minimize custo total anual dos estoques.

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide52

Resultados

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

slide53

Encontre a melhorpolítica de gestão do estoque do produtoabaixo

  • Um departamento de tornoaria encomenda uma peça necessária p/ suas CNCs.
  • A peça custa $60. A demanda anual é de 400 peças/ano. O custo da colocação do pedido é $20. O custo de guarda anual do estoque é 0.24 (24% do custo do produto).
  • Sabe-se que a falta da peça custa ao departamento $20 por peça escassa ao ano.
  • Determine o tamanho ótimo do pedido, a escassez ótima a ser admitida e o custo total da política adotada.

<http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/390_390_gp_9_estoques.ppt > Acesso: 03 abr. 2008

exerc cio
Exercício
  • Itenscomprados de um fornecedorcustam $ 20 cada, e a previsãopara a demanda do próximoano é de 1.000 unidades. Se custa $ 5 cadavezque é feito um pedidopormaisunidades e o custo de manuseio é de $4 porunidadeporano, qualquantidadedeveria ser pedida de cadavez? A) Qual é o custo total do pedidopara um ano? B) Qual é o custo total de manuseiopara um ano?
exerc cio1
Exercício

Um gerenteestátentandoencontrar o númeroótimo de botas de pele de ovelha a produzirnumarodada de fábrica, sabendoque:

Demandaanual=12000pares

Dias emqueindústriatrabalha=240/ano.

Capacidadediáriadafábrica=200 pares

Custo de preparação=$ 800,00

Custoanual de armazenagem=$ 60,00

medidas de desempenho
MEDIDAS DE DESEMPENHO
  • Com o objetivo de melhorar o gerenciamento empresarial, alguns indicadores relacionados a estoque, vendas, finanças e vendas foram desenvolvidos. A seguir são apresentados alguns deles.