slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Efeitos Fisiológicos Sub-Agudos do Exercício: Conceito, Características e Implicações Práticas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Efeitos Fisiológicos Sub-Agudos do Exercício: Conceito, Características e Implicações Práticas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 54

Efeitos Fisiológicos Sub-Agudos do Exercício: Conceito, Características e Implicações Práticas - PowerPoint PPT Presentation


  • 115 Views
  • Uploaded on

XXVIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO ESPORTE. Curso: Fisiologia do Exercício. Efeitos Fisiológicos Sub-Agudos do Exercício: Conceito, Características e Implicações Práticas . Antonio Claudio Lucas da Nóbrega Laboratório de Ciências do Exercício

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Efeitos Fisiológicos Sub-Agudos do Exercício: Conceito, Características e Implicações Práticas' - quanda


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

XXVIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO ESPORTE

Curso: Fisiologia do Exercício

Efeitos Fisiológicos Sub-Agudos do Exercício:

Conceito, Características e Implicações Práticas

Antonio Claudio Lucas da Nóbrega

Laboratório de Ciências do Exercício

Pós-Graduação em Ciências Cardiovasculares

Universidade Federal Fluminense

slide3

ROTEIRO DA AULA

1. Introdução: Fisiologia do Exercício

2. Definição de efeito sub-agudo do exercício

3. Características dos efeitos sub-agudos

4. Implicações práticas e clínicas

5. Conclusões

slide4

EFEITOS SUB-AGUDOS DO EXERCÍCIO

Exercise & Sport Sciences Review 2005; 33; 84-7

slide5

Efeitos fisiológicos do exercício

Atender demanda

Garantir homeotermia

EFEITOS AGUDOS

Respostas Fisiológicas

Estresse

Homeostasia

Demanda energética

Liberação de calor

slide6

Efeitos fisiológicos do exercício

Atender demanda

Garantir homeotermia

EFEITOS CRÔNICOS

Adaptações Fisiológicas

Estresse repetido

= treinamento

Homeostasia

Demanda energética

Liberação de calor

MAIOR EFICIÊNCIA

slide7

Efeitos fisiológicos do exercício

EFEITOS CRÔNICOS

EFEITOS AGUDOS

EFEITOS SUB-AGUDOS

slide8

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Características quanto a:

1. Direção da resposta sub-aguda

2. Magnitude relativa das respostas

sub-aguda x aguda

3. Interação entre as respostas sub-agudas

de sessões sucessivas de exercício

slide9

Exercício

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Direção da Resposta

Efeito Provocador

(+)

Variável

Efeito Inibidor

(-)

slide10

Exercício

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Magnitude Relativa

Tipo 1 - Agudo > Sub-Agudo

Tipo 2 - Agudo < Sub-Agudo

Tipo 3 - Agudo << Sub-Agudo

Variável

slide11

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Interação entre Sessões Sucessivas

Somação temporal de respostas sub-agudas

Variável

Somação temporal + Adaptação funcional

slide12

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

slide13

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

slide14

Efeito Sub-Agudo

Marcador de Risco

Efeito Sub-Agudo do Exercício – Arritmia – Mortalidade

Frolkis JP, Pothier CE, Blackstone EH, Lauer MS. N Engl J Med 2003; 348:1508

slide15

Exercício

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Arritmias Ventriculares

Efeito provocador

Tipo 2 - Agudo < Sub-Agudo

R i s c o

slide16

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

defini es
Definições
  • Síncope: Perda súbita, transitória e espontaneamente reversível da consciência e do tônus postural.
  • Pré-síncope: Perda súbita, transitória, espontaneamente reversível do tônus postural, sem perda da consciência.
como investigar
Como investigar ?

“ Síncope durante esforço em atletas deve ser considerada equivalente a um episódio de morte súbita abortada até que sua etiologia seja identificada”

Hedrich O, et al. IN: Grubb. Syncope- Mechanisms and management, 2005.

slide21

FINOMETER

Pressão arterial digital pulsátil não-invasiva

s ncope e exerc cio tilt teste
Síncope e ExercícioTILT TESTE

Castro RRT e Nóbrega ACL, 2005

slide25

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

slide27

ESV

#

*

*

AG

C

PheC

Ex24

Ex48

Ex24

+AG

TV%

#

*

C

PheC

Ex24

Ex48

Ex24

+AG

AG

Delayed cardioprotective effects

of exercise in dogs are aminoguanidine sensitive: possible involvement of nitric oxide

Babai L et al. Clin Sci 2002; 102: 435-451

Controle

Isquêmicos

Exercício 24h

Isquêmicos

slide28

FV

Sobrevida

100

80

60

40

20

0

*

Fibrilaçaõ Ventricular e Sobrevida (%)

*

*

*

C C2 Ex24 Ex48 Ex24 AG

C C2 Ex24 Ex48 Ex24 AG

+AG

+AG

Oclusão

Reperfusão

Efeito sub-agudo do exercício sobre a arritmia e mortalidade

Babai L et al. Clin Sci 2002; 102: 435-451

slide29

Exercício

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Arritmias Ventriculares

R i s c o

Adaptação

slide30

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

slide31

Triglicerídios: Sem limiar mínimo

Ocorre 18-24 h após

Persiste < 72 h

HDL-colesterol: HDL-3 sedentários

HDL-2 treinados

Não modifica Apo AI e AII

Depleção aguda de TGL intramuscular =

Ativação Lipase Lipoproteica =

Alteração perfil lipídico

Thompson PD et al. Metabolism 1980; 29: 662

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Lipídios e Lipoproteínas

SOMAÇÃO TEMPORAL

slide32

HDL

TGL

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Metabolismo Lipídico

Variável

Tipo 3 – Agudo << Sub-Agudo

Somação temporal

slide33

Sadios: sensibilidade insulínica e glicemia mantida

Diabéticos Tipo II: resistência insulínica e glicemia

Depleção aguda de glicogênio intramuscular =

Ativação Hexoquinase II e Glicogênio Sintetase

Kelley D & Goodpaster B. Med Sci Sports Exerc 2001; 33 (suppl): S495

Christ-Roberts CY, Mandarino LJ. Exerc Sport Sci Rev 2004;32:90-4.

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Metabolismo Glicídico

SOMAÇÃO TEMPORAL

slide34

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

slide35

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Metabolismo Glicídico

Zhang BB. Insulin Signaling and Action: Glucose, Lipids, Protein. 2002

slide36

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Metabolismo Glicídico

Holmes B, Dohm GL. Med Sci Sports Exerc 2004;36:1202-6.

Holten MK et al. Diabetes 2004;53:294-305.

slide37

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Metabolismo Glicídico

Kennedy JW et al. Diabetes 1999; 48: 1-6

slide38

Hipoglicemia

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Proteção Metabólica X Risco Hipoglicêmico

Variável

Glicemia

slide39

Efeitos Sub-Agudos do Exercício

Implicações Práticas:

1. Valor preditivo das arritmias sobre a mortalidade

2. Síncope relacionada ao esforço

3. Prevenção de mortalidade arrítmica cardiovascular

4. Modificação do perfil lipídico plasmático

5. Efeitos sobre o controle glicêmico

6. Hipotensão pós-esforço

slide40

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Pressão Arterial

Brandão Rondon MU et al. JACC 2002; 39: 676

slide41

Pressão sistólica e diastólica

Redução DC via menor VS (VDF)

Kenney MJ & Seals DR. Hypertension 1993; 22: 653

Brandão Rondon MU et al. JACC 2002; 39: 676

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Pressão Arterial

Mais evidente no hipertenso

Baixo limiar (40% VO2 max)

Mantido por até 22 horas

slide42

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Pressão Arterial

Fatores modificadores dos mecanismos envolvidos

1) Idade e sexo

2) Posição corporal

3) Momento pós-esforço analisado

4) Condições ambientais (temperatura, umidade)

5) Presença de hipertensão

6) Uso de Medicamentos

slide46

600

600

*

500

500

400

400

#

#

Fluxo sangüíneo - Tempo

(mL/100 mL/min.s)

300

300

200

200

100

100

0

0

Pré

Pré

Pós

Pós

Pós

Pós

Pós

Pós

10 min

10 min

120 min

120 min

60 min

60 min

Efeitos Sub-AgudosdoExercício Sobre a Reatividade Vascular

FLUXO BASAL

Bousquet-Santos et al. Braz J Med Biol Res 200538:621-7;

slide47

*

1800

1800

1400

1400

#

*

#

Fluxo sangüíneo - Tempo

(mL/100 mL/min.s)

1000

1000

600

600

200

200

0

0

Pré

Pré

Pós

Pós

Pós

Pós

Pós

Pós

10 min

10 min

120 min

120 min

60 min

60 min

Efeitos Sub-AgudosdoExercício Sobre a Reatividade Vascular

HIPEREMIA REATIVA

Bousquet-Santos et al. Braz J Med Biol Res 200538:621-7;

slide48

1400

*

1200

1000

#

*

800

Fluxo sangüíneo - Tempo

(mL/100 mL/min.s)

#

600

400

200

0

Pré

Pós

10 min

Pós

60 min

Pós

120 min

Efeitos Sub-AgudosdoExercício Sobre a Reatividade Vascular

EXCESSO DE FLUXO DURANTE HIPEREMIA REATIVA

Bousquet-Santos et al. Braz J Med Biol Res 200538:621-7;

slide49

Função Vascular Após o Exercício

  • Vasodilatação sistêmica após exercício que pode perdurar horas 1

Nervo vasoconstritor

simpático

VASODILATADORES

Óxido nítrico

Prostaglandinas

Adenosina

ATP

K+

H+

 CO2

 O2

Osmolaridade

Norepinefrina



Músculo esquelético

Vaso de resistência

(arteríola)

VASOCONSTRITORES

Endotelina-1

Angiotensina

Músculo liso

vascular

Reatividade vascular?

Modificado de Halliwill Jr. Exerc Sport Sci Rev 2001;29:65-70.

1 Coats et al., 1989; Kingwell et al., 1997.

slide50

Endotélio

  • Controle do tônus e remodelamento vascular; resposta inflamatória.
  • Disfunção endotelial: gênese de doenças cardiovasculares.
slide51

NO

  • expressão eNOS

Sedentário

Remodelamento vascular

NO

Duração do treinamento

Endotélio e Exercício: Tempo de treinamento

Green DJ et al. J Physiol 2004;561:1-25

slide52

Efeito Sub-Agudo do Exercício

Somação temporal + Adaptação

Pressão Arterial

Adaptação funcional

Hemodinâmica e neurohumoral

slide53

FISIOLOGIA DO REPOUSO (PERÍODOS DE RECUPERAÇÃO)

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO

Efeito Sub-Agudo do Exercício

CONCLUSÕES

  • O exercício provoca respostas agudas proporcionais à intensidade
  • A exposição regular ao exercício promove adaptações crônicas
  • Os fenômenos fisiológicos que ocorrem entre as sessões de exercício
  • EFEITOS SUB-AGUDOS
  • Os efeitos sub-agudos do exercício podem ter importância na
  • identificação de risco e na compreensão dos processos adaptativos