slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC PowerPoint Presentation
Download Presentation
Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 19

Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC - PowerPoint PPT Presentation


  • 80 Views
  • Uploaded on

Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC. ÉFESO, A IGREJA DO AMOR ESQUECIDO. Lição 3 – 15/04/2012. Ev. Sérgio Lenz Fone (48) 8856-0625 E-mail : sergio.joinville@gmail.com MSN : sergiolenz@hotmail.com.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José - SC' - peyton


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Igreja Evangélica Assembléia de Deus

São José - SC

ÉFESO, A IGREJA DO

AMOR ESQUECIDO

Lição 3 – 15/04/2012

Ev. Sérgio Lenz

Fone (48) 8856-0625

E-mail: sergio.joinville@gmail.com

MSN: sergiolenz@hotmail.com

slide2

“Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres” (Ap 2:5).

Texto áureo

VERDADE PRÁTICA

Se não voltarmos urgentemente ao primeiro amor, jamais viveremos o refrigério de um grande e poderoso avivamento.

slide3
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Apocalipse 2:1-7

1 Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete candeeiros de ouro:

2 Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e os achaste mentirosos;

3 e tens perseverança e por amor do meu nome sofreste, e não desfaleceste.

4 Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.

5 Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres.

6 Tens, porém, isto, que aborreces as obras dos nicolaítas, as quais eu também aborreço.

7 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus.

slide4

INTRODUÇÃO

Todos nós gostamos de elogios.

A igreja de Éfeso também gostava (certamente).

Nosso Deus elogia quem merece, porém, quando necessário exorta, corrige e açoita, se necessário. Foi o que ocorreu com Éfeso.

Vamos atentar a esta lição para evitarmos cair no mesmo problema.

slide5

I – ÉFESO, UMA IGREJA SINGULAR

1.1 - Paulo em Éfeso:

Paulo chegou a Éfeso para empreender o que provou ser as mais extensas e exitosas de suas atividades missionárias em qualquer localidade. Mas esses anos lhe foram penosos. Visto que ele sustentava a si próprio trabalhando em sua profissão, seus dias eram longos. Seguindo o costume dos trabalhadores de um clima tão quente, ele levantava-se antes de raiar o dia e começava a trabalhar. As horas da tarde ele as empregava no ensino e pregação, e é provável que também as horas vespertinas. Isto ele fez “diariamente” durante “dois anos”. Em sua própria descrição desses trabalhos, Paulo acrescenta que ele não só ensinava em público, mas “também de casa em casa” (At 20:20). Teve êxito — muito bom êxito. Somos informados de “milagres extraordinários” (At 19:11) ocorridos durante esses dias agitados em Éfeso. A nova fé causou tal impacto sobre a cidade que “muitos dos que haviam praticado artes mágicas, reunindo os seus livros, os queimaram diante de todos” (At 19:19). Isso suscitou o ódio dos adoradores pagãos, temerosos de que os cristãos solapassem a influência de sua religião.

Extraído de: http://www.vivos.com.br/165.htm . Acesso em 08/04/2012

slide6

I – ÉFESO, UMA IGREJA SINGULAR

1.2 – A solidez doutrinária de Éfeso:

Éfeso fora pastoreada por 3 anos por Paulo. Teólogo, profeta, escritor sacro, missionário e tantas outras prerrogativas.

Condenar Éfeso é fácil… E nós? Pastoreados por 2 séculos de teólogos, sábios e profetas. Como deveríamos estar hoje?

Esta é a pergunta do dia para a classe. Não passe para o outro ponto sem discutir isso com seriedade!

slide7

I – ÉFESO, UMA IGREJA SINGULAR

1.3 – Uma igreja de ministros excelentes:

Onésimo era escravo de Filemon, homem importante de Colossos, na Frigia, que se converteu à fé cristã através do apóstolo Paulo. Quando fugia da justiça, acusado de roubar seu senhor, Onésimo entrou em contato com Paulo que se achava em Roma. Paulo o converteu, o batizou e o enviou à casa de Filemon com uma carta de recomendação. Filemon perdoou então seu escravo arrependido e o reenviou a Paulo. Jerônimo e outros autores escrevem que Onésimo e Tiquico foram os portadores da carta que Paulo escreveu aos colossenses. Os dois foram sempre orientados pelo Apóstolo Paulo e se transformaram em pregadores do Evangelho e, mais tarde, foram consagrados bispos. Onésimo foi consagrado Bispo de Éfeso por Paulo. Após o episcopado de Timóteo, afirma-se que o antigo escravo e Bispo de Éfeso, Onésimo, foi levado prisioneiro à Roma e lá morreu apedrejado.

Adaptado de: http://ecclesia.com.br/synaxarion/?p=3378. Acesso em 08/04/2012

slide8

II – O PROBLEMA DE ÉFESO

2.1 – Um grave problema:

A história sempre se repete:

Israel por diversasvezespermitiu-se esquecer do SENHOR que os abençoava.

A Igreja de Éfeso, apesar de muito frutificante, pareciaamar mais a obra do SENHOR que o SENHOR da obra.

Eu e você não somosdiferente… ou somos?

slide9

II – O PROBLEMA DE ÉFESO

2.2 – O primeiro amor:

Por ocasião de seu jubileu de ouro no serviço militar, Paul von Hindenburg (1847-1934) [que mais tarde foi presidente da Alemanha], recebeu altas honrarias. Sua resposta foi modesta: “À guerra, o espírito – ao rei, o coração – à pátria, o sangue – a Deus, a honra!” Mas Deus quer nosso amor inteiro e completo, sem dividi-lo com ninguém (Mt 22.37). Nosso espírito, nosso coração e nosso sangue pertencem somente a Ele. O Senhor não quer somente a honra, mas toda a devoção dos que que se voltam para Ele em amor.

Extraído de: http://www.chamada.com.br/mensagens/primeiro_amor.html. Acesso em 09/04/2012

slide10

II – O PROBLEMA DE ÉFESO

2.3 – Amnésia do amor:

Abandonamos o nosso primeiro amor quando substituimos o amor a Jesus pela ortodoxia e pelo trabalho (v.4).

Abandonamos o nosso primeiro amor quando o nosso amor por Jesus é substituído pelo nosso zelo religioso.

Abandonamos o nosso primeiro amor quando examinamos os outros e não examinamos a nós mesmos.

slide11

TESTE SEUS CONHECIMENTOS

1 – Qual o problema enfrentado pela Igreja de Éfeso?

2 – O que é o primeiro amor?

slide12

III – VOLTANDO AO PRIMEIRO AMOR

3.1 – Rica em obras, pobre em amor:

Marta e Maria fornecem-nos preciosas lições acerca do assunto.

slide13

III – VOLTANDO AO PRIMEIRO AMOR

3.2 – Amar é a mais elevada das obras:

slide14

TESTE SEUS CONHECIMENTOS

3 – O que acontece quando perdemos o primeiro amor?

slide15

IV – LEMBRANDO-SE DO PRIMEIRO AMOR

4.1 – Lembrar-se de onde caiu:

O candeeiro foi removido… ruínas do templo em Éfeso!

slide16

IV – LEMBRANDO-SE DO PRIMEIRO AMOR

4.2 – Voltar à prática das primeiras obras:

Nenhuma obra é completa sem o amor.

Sem devotar o amor a Cristo, não ansiaremos por Sua volta.

Muitas são as causas

do esfriamento do primeiro amor, porém a mais grave entre o povo de Deus atualmente é, sem dúvidas, o ativismo. Ele mata o indivíduo, seus liderados e, por fim, a própria igreja por ele pastoreada…

slide17

IV – LEMBRANDO-SE DO PRIMEIRO AMOR

4.3 – Amar a vinda de Cristo:

Amar a vinda de Cristo equivale a tercerteza :

De que Ele me salvou da iradivina.

De que Ele voltaránumdiaespecificado por Deus.

De que eu o verei, independente de estar vivo ou mortonesse dia.

De que estarei para sempre com o SENHOR na eternidade.

slide18

TESTE SEUS CONHECIMENTOS

4 – Quais são as recomendações que o Senhor Jesus fez à Igreja de Éfeso?

5 – Como devemos aguardar a vinda de Cristo?