slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PLANEJAMENTO 2012 PowerPoint Presentation
Download Presentation
PLANEJAMENTO 2012

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 36
paxton

PLANEJAMENTO 2012 - PowerPoint PPT Presentation

85 Views
Download Presentation
PLANEJAMENTO 2012
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA - SME CENTRO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA PLANEJAMENTO 2012 1º Encontro de Formação Continuada de Língua Portuguesa da Rede Municipal de Ipatinga 1º de março de 2012. Sejam Bem-Vindos!

  2. INFORMES • Previsão dos encontros para o ano de 2012 • Blog: cenfopportugues.wordpress.com • E-mail: cenfop.portugues@gmail.com • Plantão Pedagógico • Aprendizagem Significativa • Apresentação de vídeo • Apresentação e validação do Planejamento de Língua Portuguesa para o 1º Bimestre de 2012 • Divisão dos conteúdos • Sequência  Didática • Tarefa PLANEJAMENTO

  3. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA “Aprender é construir significados, e ensinar é oportunizar essa construção” (MORETTO, 2010, p. 71) Aprendizagem Significativa : é aquela em que o significado do novo conhecimento é adquirido, construído com compreensão e, por meio da interação não arbitrária e não literal desse novo conhecimento, com algum conhecimento prévio relevante existente na estrutura cognitiva do aprendiz. Perspectiva Cognitiva Clássica de David Ausubel em 1967 PLANEJAMENTO

  4. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA É a aquisição de conhecimentos com compreensão e elaboração, com maior retenção, com capacidade de explicação, aplicação e transferência. NÃO LITERAL CONHECIMENTO PRÉVIO NOVO CONHECIMENTO NÃO ARBITRÁRIA

  5. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA As novas informações não apenas se associam, mas interagem com os conhecimentos prévios e ambos se modificam num processo de transformação mútua: o novo conhecimento passa a ter significado e o conhecimento prévio adquire novos significados, fica mais diferenciado e elaborado. CONHECIMENTO PRÉVIO

  6. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA A facilitação da AprendizagemSignificativa em sala de aula não é trivial. A função da escola é criar condições para que o aluno aprenda de maneira significativa, relacionando a explicação científica com o seu cotidiano. CONDIÇÕES APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA CONHECIMENTO PRÉVIO MATERIAL POTENCIALMENTE SIGNFICATIVO CONHECIMENTO PRÉVIO PRÉ-DISPOSIÇÃO PARA APRENDER

  7. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA O principal RECURSO FACILITADOR da conceitualização, devido sua característica de ser mediadora, é a LINGUAGEM. Ela é um instrumento imprescindível para a interação pessoal, discussão e negociação de significados. A negociação de significados consiste na troca, diálogo ou intercâmbio através da interação entre alunos, professor e material educativo. Para facilitar a aprendizagem significativa, “não há receitas, mas há estratégias” (MASINI e MOREIRA, 2008, p.36). CONHECIMENTO PRÉVIO

  8. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA Outra estratégia facilitadora é relacionar o que aluno está aprendendo na escola com o seu DIA A DIA, fazendo uma ponte entre o conhecimento científico e o mundo em que ele vive. Esses recursos facilitadores visam contribuir para a organização da estrutura cognitiva e para ativação do processo de aquisição de significado. (MASINI e MOREIRA, 2001). CONHECIMENTO PRÉVIO

  9. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA Os ORGANIZADORES PRÉVIOS são materiais instrucionais apresentados antes do conteúdo a ser aprendido, construindo uma “ponte cognitiva” entre o que o aluno sabe e o que deve saber, ou ajudá-lo a relacionar o novo conhecimento com o seu conhecimento prévio. CONHECIMENTO PRÉVIO

  10. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA CONHECIMENTO PRÉVIO

  11. PLANEJAMENTO 2012 – 1º BIMESTRE – LÍNGUA PORTUGUESA- 3º CICLO 11 ANOS (6º ANO)

  12. PLANEJAMENTO 2012 – 1º BIMESTRE – LÍNGUA PORTUGUESA- 3º CICLO 12 ANOS (7º ANO)

  13. PLANEJAMENTO 2012 – 1º BIMESTRE – LÍNGUA PORTUGUESA - 4º CICLO 13 ANOS (8º ANO)

  14. PLANEJAMENTO 2012 – 1º BIMESTRE – LÍNGUA PORTUGUESA- 4º CICLO 14 ANOS (9º ANO)

  15. PLANEJAMENTO 2012 – 1º BIMESTRE – LÍNGUA PORTUGUESA- 4º CICLO 14 ANOS (9º ANO)

  16. SEQUÊNCIA DIDÁTICA O QUE ENSINAR? Atividades desafiadoras e bem encadeadas, que induzam o aluno a pensar e construir o seu próprio conhecimento, são o caminho mais curto para o bom aprendizado de matemática. PLANEJAMENTO

  17. SEQUÊNCIA DIDÁTICA SEQUÊNCIA DIDÁTICA é um conjunto sistematizado de atividades ligadas entre si, planejadas para ensinar um conteúdo etapa por etapa. Essa proposta envolve atividades de aprendizagem e avaliação, organizadas de acordo com os objetivos que o professor quer alcançar. PLANEJAMENTO Ao organizar uma sequência didática, é preciso preparar detalhadamente cada uma as etapas do trabalho: • Compartilhar a proposta de trabalho com os alunos: • É importante explicar o trabalho passo a passo. Apresentar o que será estudado e comentar as atividades que serão desenvolvidas. Organize com a turma um plano de ação, anotando cada etapa da proposta.

  18. SEQUÊNCIA DIDÁTICA • Mapear o conhecimento prévio dos alunos: Nesta etapa, os alunos conversam sobre o que conhecem sobre o assunto que será trabalhado. • Desenvolver atividades que proporcionem a ampliação do repertório dos alunos: • De posse do mapeamento dos alunos – informação precisa para avaliar em que ponto está a turma – o professor elabora um conjunto de atividades que aproxima o aluno do conteúdo, aumentando os desafios e propondo diversas discussões para que toda turma avance. Essa diversidade de propostas amplia a possibilidade de êxito dos alunos. PLANEJAMENTO

  19. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: O que se espera que os alunos aprendam com a atividade proposta, tendo como foco a aprendizagem, e não o ensino. OBJETIVOS Conteúdos curriculares trabalhados na atividade. CONTEÚDOS TEMPO ESTIMADO PLANEJAMENTO MATERIAL NECESSÁRIO Envolve as várias etapas da atividade, as intervenções a serem feitas, a criação de situações mais adequadas à realidade da turma. DESENVOLVIMENTO Verificação do processo de aprendizagem. Parâmetros a serem usados no decorrer das etapas. Atividades específicas, como problemas e perguntas. AVALIAÇÃO

  20. EXEMPLO DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Lendo o mundo por meio de charges – 8º Ano Objetivos- Introduzir os alunos em um novo gênero: a charge. - Adquirir estratégias de leitura próprias do gênero que facilitem sua compreensão das charges. - Despertar a curiosidade dos alunos sobre essa forma de expressão artística. Conteúdos- Charge. -Leitura e compreensão de charges. Tempo estimado4 aulas Material necessário- Computadores com acesso à internet ou cópias de charges para distribuir para os alunos;

  21. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: DesenvolvimentoPrimeira etapa: Converse com os alunos sobre charge, pergunte-lhes se sabem o que são e se já leram charges. Em seguida, apresente a charge abaixo aos alunos. Texto I Fonte: http://www2.uol.com.br/angeli/

  22. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Solicite aos alunos que observem a charge. Primeiramente, chame a atenção para os traços, o formato, as personagens. Peça que os alunos relatem suas impressões iniciais sobre a charge apresentada. Poderíamos dizer a que classe social pertencem as personagens?

  23. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Em seguida, mostre aos alunos  outra charge: Texto II Fonte: http://www2.uol.com.br/angeli/ Chame a atenção para a imagem da escola representada na charge: cor e tamanho, a placa e seu contexto mais frequente, a vizinhança.

  24. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Discuta com os alunos, o possível motivo pelo qual a escola está fechando, quais são os estabelecimentos comerciais que estão tomando o espaço da escola e pelo que parece tendo maior aceitação. Explique aos alunos que a charge sempre tem o objetivo de fazer uma critica político-social e o chargista expressa seu ponto de vista sobre a sociedade através das ilustrações. Após a análise das charges apresentadas, solicite aos alunos o preenchimento do quadro comparativo abaixo:

  25. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  26. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Segunda etapa: Divida os alunos e distribua para cada grupo uma das charges abaixo para ser analisada e discutida. Proponha a cada grupo a escrita coletiva de um parágrafo com as seguintes informações: ▪  descrição da charge; (1) ▪ quem é o autor; (2) ▪ onde foi publicada; (3) ▪ qual é o  assunto da charge; (4) ▪ quais são as personagens da charge;(5) ▪ qual é a crítica apresentada. (6) ▪ em que está baseada a ironia;(7)

  27. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  28. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  29. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  30. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  31. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  32. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Após a análise da charge e a construção do texto coletivo pelos grupos, solicite aos alunos que apresentem o texto produzido a toda a classe. Nesse momento, aproveite a exposição oral para acrescentar alguma informação que não foi claramente explicitada pelos alunos. Terceira etapa: Apresente uma charge animada aos alunos para mostrar as mudanças pelas quais o gênero vem passando com o advento da tecnologia. Em seguida, discuta com os alunos sobre as críticas apresentadas na charge, considerando: a atualidade do tema, a presença de humor e ironia, os recursos visuais. http://www.youtube.com/watch?v=BaA382aip8o&feature=related

  33. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

  34. SEQUÊNCIA DIDÁTICA AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR: Após a exibição da charge, faça uma breve discussão oral sobre as seguintes questões: 1)      Quem são as personagens da charge? A que programa elas pertencem? 2)      A banda intitulada “Chaves Brown Jr.” faz referência a que banda brasileira? 3)      Qual o sentido da expressão “a gente é quente”? 4)      Por que "não é difícil explicar” que  a “ moçada” se revolta com a ameaça de não exibição do  programa do Chaves? Avaliação  Solicite aos alunos que folheiem jornais e revistas à procura de charges. Em seguida, eles deverão escolher uma das charges para apresentá-la oralmente à turma. O roteiro de fala deve ser o mesmo usado na segunda etapa.

  35. TAREFA Elaborar uma sequência didática sobre um conteúdo do bimestre, utilizando uma metodologia diferenciada (observe as sugestões de sequências didáticas). No próximo encontro, socializaremos a sua proposta de sequência com os colegas. PLANEJAMENTO

  36. Obrigada! Elizete Gonçalves de Araújo Reis Assessora de Língua Portuguesa E-mail: cenfop.portugues@gmail.com